• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-13012009-112411
Documento
Autor
Nome completo
Cristiane Evangelista Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Zilberstein, Bruno (Presidente)
Cecconello, Ivan
Malheiros, Carlos Alberto
Título em português
Estudo sobre a compulsão alimentar em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica
Palavras-chave em português
Avaliação psicológica
Cirurgia bariátrica
Compulsão alimentar
Resumo em português
A obesidade é considerada distúrbio de difícil controle que gera sérios riscos à saúde e representa grave problema para a saúde pública. Os pacientes portadores de obesidade mórbida que apresentam compulsão diferem em vários aspectos dos não compulsivos e a operação, como recurso de tratamento para estes pacientes, influencia diferentemente na sua evolução. Obesidade e compulsão alimentar podem estar associadas em uma relação que compromete o resultado da cirurgia e contribui para complicações pós-operatórias. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi analisar os indícios de compulsão alimentar em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, pela técnica de Fobi-Capella, antes e pelo menos dois anos após a operação. Participaram deste estudo 50 pacientes submetidos à cirurgia bariátrica no Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Destes 43 (86%) eram mulheres e 7 (14%) homens, com idade média de 42,4 anos, IMC inicial médio de 48,5 e tempo médio de seguimento pós-operatório de 36,6 meses. Os pacientes foram submetidos à avaliação psicológica antes e dois a cinco anos após a operação. Os instrumentos utilizados foram o teste das Pirâmides Coloridas de Max Pfister, aplicado antes e após a operação, para identificar indícios de compulsão e entrevista clínica semiestruturada, aplicada somente no pós-operatório para observar os hábitos alimentares e mecanismos associados à compulsão referidos pelo paciente antes e após a operação. Os dados foram submetidos à análise estatística e pode-se perceber características de compulsão através da identificação de pacientes com estrutura emocional prejudicada, ansiedade, depressão, necessidade de controle, dificuldade na elaboração das emoções, rigidez e busca da comida diante de situações conflitivas, de mo do que a diminuição da ingestão alimentar poderia ter contribuído para alterações na estrutura emocional destes pacientes. Observou-se alterações nas preferências alimentares; passaram a comer mais, em intervalos curtos, doces, torradas, bolachas e outros petiscos, de modo que os pacientes permaneceram recorrendo à comida por não encontrarem recursos que favorecessem uma ação adequada e adaptada. A partir da análise dos dados concluiu-se que os pacientes portadores de obesidade mórbida submetidos à cirurgia bariátrica apresentam indícios de compulsão alimentar antes e após a operação. A compulsão alimentar estaria relacionada a aspectos psicológicos como dificuldade em organizar emoções, ansiedade, depressão e estrutura emocional prejudicada. Características de impulsividade, controle, rigidez e instabilidade emocional também contribuiria m para a manifestação de episódios compulsivos. Os hábitos e preferências alimentares modificaram-se após a operação, uma vez que os pacientes passaram a consumir alimentos de fácil ingestão frente a situações que os faziam comer compulsivamente, não sendo observado trocas de compulsão
Título em inglês
Influence of bariatric surgery in eating behavior of obese patients
Palavras-chave em inglês
Bariatric surgery
Binge eating
Psychological evaluation
Resumo em inglês
Obesity is considered a disorder that is difficult to control, creates serious health risks and represents a serious problem for public health. Patients with morbid obesity who present compulsiveness differ in several aspects of non-compulsive patients, so the operation, may have a different outcome. Obesity and binge eating may be associated, compromising the outcome of surgery and contributing to postoperative complications. The aim of this study was to analyze the influence of bariatric surgery using Fobi- Capellas technique on compulsive behavior. Fifty patients were studied, 43 (86%) women and 7 (14%) men, with an average age of 42.4 years, an average baseline BMI of 48.5 and an average follow-up time of 36.6 months. The patients were psychologically evaluated before and two to five years after surgery using the Colorful Pyramids of Max Pfister test and semi-structured clinical interviews. Evidence of compulsiveness was observed in patients with emotional disorders, anxiety, depression, controlling attitudes, difficulties in dealing with emotions, stiffness and demand for food in situations of emotional difficulty. Therefore, a decrease in food intake could have contributed to emotional alterations in these patients. Changes in food preferences were also observed. The patients began to eat more sweets, toast, biscuits and other snacks in short intervals, indicating that they were not finding resources to encourage appropriate action. Data analysis suggested that patients with morbid obesity who submitted to bariatric surgery show evidence of binge eating before and after the operation. Binge eating is related to psychological issues such as difficulty organizing emotions, anxiety, depression and a damaged emotional structure. Characteristics of impulsivity, self-control, rigidity and emotional instability also contribute to the onset of compulsive episodes. Habits and food preferences changed after the operation. The patients began consuming foods that were easier to ingest (eating small amounts throughout the day instead of meals) in response to situations that would have stimulated compulsive episodes preoperatively. Transfers or exchanges in compulsive attitudes, such as using drugs, drinking or shopping in excess, were not demonstrated
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Cristianeemachado.pdf (418.51 Kbytes)
Data de Publicação
2009-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.