• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-05112008-135045
Documento
Autor
Nome completo
Anna Paula Rocha Malheiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Magaly Gemio (Presidente)
Campos, Fábio Guilherme Caserta Maryssael de
Miszputen, Sender Jankiel
Título em português
Resultado do tratamento da doença de Crohn com anti-fator de necrose tumoral alfa
Palavras-chave em português
Anticorpos monoclonais/uso terapêutico
Doença de Crohn/terapia
Fator de necrose tumoral alfa
Resumo em português
A doença de Crohn é uma inflamação crônica do trato gastrointestinal. O tratamento convencional é muitas vezes desapontador. Apesar da variedade de drogas disponíveis para o tratamento da doença inflamatória intestinal, tais como: salicilatos e seus derivados, corticosteróides, antibióticos e imunossupressores, nenhuma destas mostrou ser totalmente eficaz ou definitiva para o tratamento da doença e seus surtos de exacerbação. Pesquisas têm sido desenvolvidas com o objetivo de apresentar drogas mais efetivas. Dentre estas, destacam-se as drogas biológicas. O infliximabe é um anticorpo monoclonal quimérico anti-fator de necrose tumoral alfa e está indicado na doença de Crohn refratária e fistulizante. O objetivo deste estudo visa avaliar prospectivamente os resultados e efeitos colaterais precoces e tardios do uso do anti-TNF alfa no tratamento de 60 doentes com doença de Crohn, no período de julho de 1999 a dezembro de 2005. Os doentes foram tratados com anti-TNF alfa (infliximabe), na dose de 5mg/kg de peso, aplicado por via endovenosa em intervalos de dois meses. A avaliação foi realizada por protocolo clínico que classificava os quesitos: estado geral, sintomas intestinais e doença perianal em melhor, inalterado e pior, e pelo índice de atividade da doença de Cronh. Os doentes tratados com anti-TNF alfa apresentaram mediana de duração da doença de sete anos, variando de um a 28 anos entre a data do início dos sintomas e a data de início da pesquisa. 34 doentes (56,7%) já haviam sido submetidos a uma ou mais operações abdominais e 38 (63,3%) a operações orificiais. O software utilizado para a realização dos cálculos foi o SPSS® 9.0 for Windows, sendo estatisticamente significantes os testes com p<0,05. Foram aplicadas 225 doses de anti-TNF alfa, em média, 3,7 doses por paciente num período de aproximadamente cinco anos, variando de uma a 14 doses. No tratamento inicial 76% dos pacientes responderam a droga. As principais indicações para o emprego do anti-TNF alfa foram a presença de doença perianal em 36 casos (60%) e a intratabilidade clínica em 24 casos (40%). Observou-se que após a primeira dose da medicação, os doentes com mais de dez anos de doença e submetidos à operação abdominal tiveram resultado satisfatório semelhantemente aqueles doentes com menos de cinco anos de doença e não operados com p<0,05. O índice de atividade da doença de Crohn foi em média de 189,7 antes do início do tratamento e na primeira aplicação diminuiu em média para 135,4, e progressivamente ao longo das aplicações (115, 102, 109 e 88,4 até a quinta dose), sendo o resultado estatisticamente significativo. Houve efeito colateral em 40 aplicações (17,8%), sendo os efeitos principais: eritema cutâneo, dispnéia e dor abdominal. O tratamento com anti-fator de necrose tumoral alfa, obedecidas as indicações precisas, associou-se a baixo índice de efeitos colaterais graves tendo apresentado bons resultados na resolução da doença de Crohn perianal, na melhora da sintomatologia intestinal e no estado geral dos pacientes
Título em inglês
Outcomes in the treatment of Crohn´s disease with anti tumor necrososis factor-alpha
Palavras-chave em inglês
Antibodies monoclonal/therapeutic use
Crohn's disease/therapy
Tumor necrosis factor-alpha
Resumo em inglês
Crohn´s disease is a chronic inflammatory disorder of the gastrointestinal tract. Conventional treatment is many times disappointing. Besides the great number of available medications to treat inflammatory bowel diseases, such as salicilates and derivatives, corticosteroids, antibiotics and immunosuppressive agents, none of them proved to be totally efficient or the ultimate treatment for inflammatory diseases and their exacerbation. Researches have been carried out to find more effective therapeutic drugs. Among these therapeutics, biologic treatments have been in evidence. Infliximab is a chimeric IgG1 monoclonal antibody against tumor necrosis factor-alpha, and is indicated for refractory luminal and fistulizing Crohns disease. The aim of this study is to prospectively evaluate the outcome, early and late adverse events, in 60 patients diagnosed with Crohn´s disease and treated with infliximab between July 1999 and December 2005. All patients were treated with anti-TNF-alpha (infliximab), 5mg/kg/dose, intravenously, each two months. Patients were clinically evaluated using a protocol that classified the evolution of the health status, intestinal symptoms and perianal disease, as better, worse or unchanged, during the treatment. Crohn´s disease activity index was also evaluated. Patients treated with anti-TNF-alpha presented a median disease duration of seven (range 1-28) years, between the beginning of the disease symptoms and the beginning of the research protocol. Thirty-four patients (56.7%) have been submitted to one or more abdominal surgeries before, and 38 (63.3%) to anal-rectum surgeries. All statistics tests were performed with computer software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS® 9.0) for WindowsTM, and p values of less than 0.05 were considered statistically significant. Totals of 225 anti-TNF-alpha doses were administered. The mean doses administered per patient, in a period of approximately five years, were 3.7 (range 1-14) doses. After the initial treatment, 76% of the patients achieved a response. The most frequent indications for anti-TNF-alpha was perianal disease, occurring in 36 patients (60%), and clinical failure to the conventional treatment, happening in 24 patients (40%). After the first dose of anti-TNF-alpha, patients with more than 10 years of treatment and previously submitted to abdominal surgery presented a satisfactory outcome, similar to those with less than 5 years of disease and not submitted to surgery, p<0.05. Crohn´s disease activity index showed a mean index of 189.7 before treatment, that decreased to 135.4 after the first dose, and progressively decreased with the subsequent doses (means: 115, 102, 109 and 88.4, until the fifth dose, p<0.05). Adverse events were reported in 40 administrations (17,8%) from the total. The most prevalent adverse events were: rash, dyspnoea and abdominal pain. The treatment with anti-TNF-alpha, following precise indications, was associated with a low incidence of severe adverse events and presented good outcomes in the resolution of perianal Crohn´s disease, improving intestinal symptomatology and patients´ health status
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AnnaPaulaRMalheiros.pdf (608.32 Kbytes)
Data de Publicação
2008-11-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.