• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-29052008-103050
Documento
Autor
Nome completo
Myrian José Thomaz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Lucon, Antonio Marmo (Presidente)
Barros, Rui Toledo
Bortolotto, Luiz Aparecido
Título em português
Papel da nefrectomia do rim atrófico nos portadores de hipertensão renovascular
Palavras-chave em português
Atrofia
Creatinina
Hipertensão renovascular
Nefrectomia
Rim
Resumo em português
Objetivo: Avaliar o efeito benéfico da nefrectomia do rim atrófico em pacientes portadores de hipertensão renovascular no controle da pressão arterial e da função renal. Casuística e Método: estudo retrospectivo e observacional de 51 pacientes com hipertensão refratária, portadores de um rim atrófico por estenose significativa ou oclusão total da artéria renal, submetidos à nefrectomia no período janeiro 1989 a janeiro 2007. A idade média foi 47,1± 15 anos (13 a 77 anos), a mediana da creatinina sérica pré nefrectomia de 1,3 mg/dl (0,8 a 4,5), a mediana do clearence de creatinina de 54 ml/min (15 a 100ml/min.), a PA sistólica (PAS) média pré de 149,6 ± 22,5 mm Hg, a PA diastólica (PAD) média pré de 90,8 ± 17 mm Hg e a média do número de hipotensores foi de 2,8 ± 1 hipotensores (1 a 5) por paciente por dia. A pressão arterial e creatinina sérica foram analisadas periodicamente de 12 a 60 meses após a nefrectomia. Resultados: a mortalidade operatória foi de 2%, houve melhora significativa da PAS média nos períodos de 12 a 36 meses (p<= 0,028) e para PAD média de 12 a 48 meses após a nefrectomia (p <= 0,045), acompanhada pela diminuição significativa do uso de hipotensores de 12 a 48 meses (p< 0,05). Um ano após a nefrectomia, houve melhora da pressão arterial em 69% dos pacientes e da função renal em 63,8%. Oito por cento dos pacientes que tiveram piora da função renal após os 12 meses iniciais, mostraram recuperação da função durante o período de observação de 60 meses. Não houve diferença significativa entre os pacientes que se beneficiaram e aqueles que não responderam ao tratamento da hipertensão renovascular com a nefrectomia do rim atrófico quando analisados quanto à idade (p=0,89), sexo (p=0,24), cor (p=0,50), presença de co-morbidades e fatores de risco (p>=0,43), nível da PA inicial (p>=0,24), creatinina prévia (p>= 0,90) e existência de lesão bilateral (p>=0,74). Oito por cento dos pacientes evoluíram com insuficiência renal dialítica no período do estudo, todos com lesão aterosclerótica da artéria renal e com clearence creatinina inicial inferior a 25 ml por minuto. Os doentes com fibrodisplasia da artéria renal tiveram melhores resultados tanto no controle da pressão arterial como na função renal. Conclusão: a retirada do rim atrófico causado por obstrução da artéria renal é procedimento seguro que traz benefícios para os níveis pressóricos e função renal nos portadores de hipertensão renovascular, com melhores resultados encontrados nos pacientes com fibrodisplasia.
Título em inglês
Effect of the nephrectomy of atrophic kidney in renovascular hypertension patents
Palavras-chave em inglês
Atrophy
Creatinine
Kidney
Nephrectomy
Renovascular hypertension
Resumo em inglês
Objective: to evaluate the beneficial effects of the Nephrectomy of atrophic kidney in patients with renovascular hypertension, on blood pression control and renal function. Methods: retrospective and observational study using data-base of 51 patients with refractory hypertension, atrophic kidney with significant stenosis or complete occlusion of renal artery undergone nephrectomy, between 1989 to 2005.The mean age of 47 ± 15 years (range 13-77 years), the median of serum creatinine level pre-op was 1.3 mg/dl (0.8- 4.5 mg/dl), the median of clearence of creatinine was estimated with MDRD was 54ml/min, the mean systolic blood pressure (BP) pre-op was 149,6± 22,5 mmhg and the mean diastolic BP pre-op was 90,8± 16,7 mmhg with mean 2,8± 1 of antihypertensive medication per day. The blood pressure and serum creatinine were analyzed each year for five years after nephrectomy. Results: The operative mortality was 2%, we found significant decrease of the mean systolic BP from 12 month until 36 month (p<=0,028) and the mean diastolic BP from 12 month until 48 month after nephrectomy (p<=0,045), associated to significant decrease of antihypertensive medication from 12 month to 48 month per patient (p<=0, 05).One year after the procedure, there was decrease of blood pressure in 69% of patients and improve of renal function in 64% of patients. Eight per cent who had worse of renal function after 12 month, recovery the function during the observation period of 60 month. There were no significant differences between "respondedores" (good response) and "não respondedores (bad response)" after the nephrectomy of the atrophic kidney when we have analyzed age (p=0,89), sex (=0,24), color (p=0,50), co-mobility and risk factors (p>=0,43), level of initial BP, previous serum creatinine (p>=0,90) and the existence of bilateral stenosis (p>=0,74). Eight per cent of patients had end stage of renal disease (ESRD) and dialysis treatment during the study period, all of them with atherosclerotic lesion of renal artery and initial clearence of creatinine less them 25 ml/min. Those patients with fibromuscular dysplasia had better results on the control of BP and renal function them atherosclerotic patients. Conclusion: The take off atrophic kidney caused by obstruction of renal artery is a safe procedure and brings benefits to blood pressure and preserve the renal function, in patients with renovascular hypertension, with better results in those patients with fbromuscular dysplasia
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MyrianJoseThomaz.pdf (502.71 Kbytes)
Data de Publicação
2008-06-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.