• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2013.tde-09082013-115635
Documento
Autor
Nome completo
Paola da Ponte Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Abensur, Hugo (Presidente)
Canziani, Maria Eugenia Fernandes
Seguro, Antonio Carlos
Título em português
Avaliação da extração e cinética de solutos em pacientes submetidos à hemodiálise convencional, hemodiafiltração pós-diluição e hemofiltração pré-diluição
Palavras-chave em português
Falência renal crônica
Hemodiafiltração
Hemodiálise
Hemofiltração
Resumo em português
Introdução: O uso de membranas de alto fluxo tornou-se comum na prática de hemodiálise convencional (HDC), hemodiafiltração (HDF) e hemofiltração (HF) devido ao elevado coeficiente de ultrafiltração e à maior permeabilidade do poro. A produção de fluido de reposição online proporciona maior facilidade na execução de HDF e HF. Estas modalidades aumentam a depuração de solutos maiores por convecção. O objetivo do estudo é comparar a eficácia de três métodos dialíticos: HDC, HDF online (HDF-OL) pós-diluição e HF online (HF-OL) pré-diluição, por meio da quantificação direta da dose de diálise pela extração de solutos. Método: Trata-se de um ensaio clínico, envolvendo 14 pacientes em hemodiálise. Os pacientes iniciaram no estudo na modalidade de HDC com prescrição de quatro horas, fluxo de sangue de 350ml/min e fluxo de dialisato de 800ml/min com dialisador novo de alto fluxo e alta eficiência. Posteriormente, os mesmos pacientes foram submetidos à uma sessão de HDF-OL pós-diluição de quatro horas, fluxo de sangue de 350ml/min, fluxo de reposição de 100ml/min e fluxo de dialisato de 700ml/min. Por último, fizeram uma sessão de HF-OL pré-diluição com mesma duração, fluxo de sangue de 350ml/min e fluxo de reposição de 100% do fluxo de sangue. Foram realizadas 42 sessões de tratamento. A extração de solutos foi avaliada por meio de dosagens plasmáticas e quantificação do efluente. Resultados: As concentrações séricas dos solutos pré-diálise não foram diferentes entre as sessões do estudo. O volume de substituição em HDF-OL foi de 20,6 ± 0,8L/sessão e em HF-OL foi de 81,8 ± 7,1L/sessão. A HDF-OL quando comparada com a HDC não apresentou diferença na extração de moléculas pequenas. Da mesma forma, a extração de ?2-microglobulina foi semelhante nas 3 modalidades: 121,1 ± 46,4 mg em HDC, 130,1 ± 46,5 mg em HDF-OL e 106,0 ± 45,0 mg em HF-OL. A perda de albumina foi significativamente maior em HDF-OL (1360,2 ± 425,0 mg) e HF-OL (1310,3 ± 201,4 mg) Vs. HDC (269,6 ± 15,3 mg) (p<0,0001). A depuração de pequenos solutos foi superior em HDF-OL. A depuração de ?2-microglobulina foi maior em HDF- OL (114,0 ± 15,7 ml/min) e HF-OL (116,1 ± 19,5 ml/min) Vs. HDC (86,5 ± 16,1 ml/min) (p<0,0001). A dose de diálise avaliada pelo singlepool, equilibrated, standard Kt/V e pela quantificação direta da diálise (DDQKt/V) não foi diferente entre HDF-OL e HDC. Na HF-OL a ausência de difusão contribuiu para menor extração e menor Kt/V de solutos pequenos (p<0,0001). Conclusão: A dose de diálise avaliada pela extração de solutos foi semelhante entre HDC e HDF-OL sendo a HF-OL menos favorável na extração de solutos pequenos
Título em inglês
Solutes extraction and kinects assessment in patients submitted to a conventional hemodialysis, postdilution hemodiafiltration and predilution hemofiltration
Palavras-chave em inglês
Chronic kidney failure
Hemodiafiltration
Hemodialysis
Hemofiltration
Resumo em inglês
Introduction: The use of high-flux membranes became common practice in conventional hemodialysis (CHD), hemodiafiltration (HDF) and hemofiltration (HF) due to the high pore permeability and ultrafiltration coefficient. The online production of substitution volume can make easier HDF and HF execution. These modalities can increase the clearance of larger solutes by convection. The aim of this study is to compare the dialysis efficacy among three methods: CHD, online post-dilution HDF (OL-HDF), and online pre- dilution HF (OL-HF) through the direct quantification of dialysis dose by the solutes extraction. Method: This is a clinical trial involving 14 patients on hemodialysis. The patients began the study in CHD modality with a four-hour prescription, blood flow of 350ml/min and dialysate flow of 800ml/min with new high-flux and high efficiency dialyzer. Subsequently, these patients were submitted to a four-hour post-dilution OL-HDF session, with flow replacement of 100ml/min, blood flow of 350ml/min and dialysate flow of 700ml/min. Finally, patients underwent a pre-dilution OL-HF with the same duration, blood flow of 350ml/min and flow replacement of 100% of the blood flow. Forty-two sessions of treatments were performed. The solutes extraction was assessed by plasma measurements and effluent quantification Results: Pre-treatment serum concentrations of different solutes showed no statistical difference among the modalities. The substitution volume in OL- HDF was 20.6 ± 0.8L/session and in OL-HF was 81.8 ± 7.1 L/session. The OL-HDF compared to CHD showed no difference in the small solutes extraction. Similarly, ?2-microglobulin extraction was similar among the three modalities: 121.1 ± 46.4 mg in CHD, 130.1 ± 46.5 mg in OL-HDF and 106.0 ± 45.0 mg in OL-HF. Albumin loss was significantly higher in OL-HDF (1360.2 ± 425.0 mg) and OL-HF (1310.3 ± 201.4 mg) Vs. CHD (269.6 ± 15.3 mg) (p<0.0001). The small solutes clearance was greater in OL-HDF. ?2- microglobulin clearance was higher in OL-HDF (114.0 ± 15.7 ml/min) and OL- HF (116.1 ± 19.5 ml/min) Vs. CHD (86.5 ± 16.1 ml/min) (p<0.0001). The dialysis dose measured by singlepool, equilibrated, standard Kt/V and by direct dialysis quantification (DDQ Kt/V) was not different between CHD and OL-HDF. In OL-HF the absence of diffusion contributed to lower extraction and lower Kt/V of small solutes. Conclusion: The dialysis dose evaluated by extraction of solutes was similar between CHD and OL-HDF being a OL-HF less favorable in small solutes extraction
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PaoladaPonteSilva.pdf (1.43 Mbytes)
Data de Publicação
2013-08-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.