• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-03072018-085305
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Dias Faustino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Fujihara, Clarice Kazue (Presidente)
Oliveira, Rodrigo Bueno de
Abensur, Hugo
Boim, Mirian Aparecida
Yu, Luis
Título em português
Efeito de uma disfunção da barreira glomerular sobre a imunidade inata de células tubulares proximais
Palavras-chave em português
Imunidade adaptativa
Imunidade inata
Insuficiência renal crônica
Macrófagos
Micofenolato de mofetil
Proteinúria
Resumo em português
A sobrecarga de proteínas nas células tubulares proximais pode levar a lesão intersticial por mecanismos não claros que podem envolver a ativação da imunidade inata. Nós investigamos a hipótese de que a exposição prolongada de células tubulares a altas concentrações de proteínas estimula a imunidade inata, desencadeando inflamação intersticial progressiva e lesão renal. Além disso, investigamos se a inibição específica da imunidade inata ou adaptativa proporcionaria renoproteção em um modelo estabelecido de proteinúria maciça, nefropatia por adriamicina (ADR). Os ratos adultos Munich-Wistar receberam uma dose única de ADR (5 mg / kg iv), sendo acompanhados por 2, 4 e 20 semanas. A albuminúria maciça foi associada à ativação precoce das vias da imunidade inata NF-?B e NLRP3, cuja intensidade correlacionou-se fortemente com a densidade da infiltração de linfócitos. Além disso, os ratos ADR exibiram sinais claros de estresse oxidativo renal. Vinte semanas após a administração de ADR, observaram-se fibrose intersticial intensa, glomerulosclerose e perda da função renal. A administração de micofenolato de mofetil (MMF), 10 mg / Kg / dia, impediu a ativação da imunidade inata e adaptativa, bem como do estresse oxidativo renal e fibrose renal. Além disso, o tratamento MMF foi associado com a mudança de MØ do tipo M1 para o fenótipo M2. Nas células cultivadas de NRK52-E, o excesso de albumina aumentou o teor de proteína de TLR4, NLRP3, Caspase-1, IL6, IL1-beta, MCP-1, alfa-SMA e COLL-1. O silenciamento do TLR4 e / ou NLRP3 mRNA atenuou esse comportamento proinflamatório / profibrótico. A ativação simultânea de imunidade inata e adaptativa podem ser fundamentais para o desenvolvimento de lesão renal em doenças altamente proteinúricas. A inibição da imunidade inata e/ou adaptativa podem constituir uma estratégia para prevenir a DRC nesse contexto
Título em inglês
Effect of dysfunction acute barrier glomerular on the innate immunity of proximal tubular cells
Palavras-chave em inglês
Adaptive immunity
Chronic renal diseases, Proteinuria
Innate immunity
Macrophages
Mycophenolate mofetil
Resumo em inglês
Protein overload of proximal tubular cells can promote interstitial injury by unclear mechanisms that may involve activation of innate immunity. We investigated the hypothesis that prolonged exposure of tubular cells to high protein concentrations stimulates innate immunity, triggering progressive interstitial inflammation and renal injury. In addition, we investigated whether specific inhibition of innate or adaptive immunity would provide renoprotection in an established model of massive proteinuria, adriamycin (ADR) nephropathy. Adult male Munich-Wistar rats received a single dose of ADR (5 mg/kg iv), being followed for 2, 4 or 20 weeks. Massive albuminuria was associated with early activation of both the NF-kB and NLRP3 innate immunity pathways, whose intensity correlated strongly with the density of lymphocyte infiltration. In addition, ADR rats exhibited clear signs of renal oxidative stress. Twenty weeks after ADR administration, marked interstitial fibrosis, glomerulosclerosis and renal functional loss were observed. Administration of mycophenolate mofetil (MMF), 10 mg/Kg/day, prevented activation of both innate and adaptive immunity, as well as renal oxidative stress and renal fibrosis. Moreover, MMF treatment was associated with shifting of M0 from the M1 to the M2 phenotype. In cultivated NRK52-E cells, excess albumin increased the protein content of TLR4, NLRP3, Caspase-1, IL6, IL- 1beta, MCP-1, alpha-actin and collagen-1. Silencing of TLR4 and/or NLRP3 mRNA abrogated this proinflammatory/profibrotic behavior. Simultaneous activation of innate and adaptive immunity may be key to the development of renal injury in heavily proteinuric disease. Inhibition of innate and/or adaptive immunity may constitute a strategy to prevent CKD in this setting
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.