• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-24012008-153808
Documento
Autor
Nome completo
Melisa Moreira Madureira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Rosa Maria Rodrigues (Presidente)
Szejnfeld, Vera Lucia
Zerbini, Cristiano Augusto de Freitas
Título em português
Efetividade de um programa de treino de equilíbrio no estado funcional e na freqüência de quedas em mulheres idosas com osteoporose: estudo randomizado e controlado
Palavras-chave em português
Acidentes por quedas/prevenção & controle
Aptidão física
Ensaios clínicos controlados aleatórios
Equilíbrio músculo-esquelético
Exercício
Idoso
Limitação de mobilidade
Osteoporose/reabilitação
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O propósito deste estudo foi investigar a efetividade de um programa de treino de equilíbrio na mobilidade, no equilíbrio funcional e estático, e nas quedas em mulheres com osteoporose. MÉTODOS: foram selecionadas consecutivamente 66 mulheres idosas do Ambulatório de Doenças Osteometabólicas e randomizadas em 2 grupos: Intervenção - composto de 34 pacientes submetidas ao treino de equilíbrio, e Controle - composto de 32 pacientes sem intervenção. O equilíbrio funcional e estático, a mobilidade e as quedas foram avaliados antes e após 12 meses da intervenção utilizando-se: Berg Balance Scale (BBS), Clinical Test Sensory Interaction Balance (CTSIB) e Timed "Up and Go" Test (TUGT). A intervenção utilizou técnicas para melhorar o equilíbrio e a mobilidade, consistindo de 1 hora sessão/semana, e um programa de exercícios em casa. RESULTADOS: Sessenta mulheres completaram o estudo e foram analisadas. Uma diferença no escore da BBS foi significativamente maior no grupo Intervenção comparada ao Controle (5,5 ± 5,67 vs. -0,5 ± 4,88 e P<0,001). Semelhantemente, o número de pacientes no grupo Intervenção apresentou melhora em duas condições do CTSIB comparado com o Controle (condição 5 - olhos vendados e superfície instável: 13 vs. 1 paciente, P<0,001; e condição 6 - olhos abertos, superfície instável e cúpula visual 12 vs. 1 paciente, P=0,001). Adicionalmente, as diferenças entre o TU> foram reduzidas no grupo Intervenção comparado com o Controle (-3,65 ± 3,61 vs. 2,27 ± 7,18 segundos, P<0,001). Notavelmente, essa melhora foi paralela à redução do número de quedas/paciente no grupo Intervenção comparada ao Controle (-0,77 ± 1,76 vs. 0,33 ± 0, 96, P=0,018). CONCLUSÃO: este estudo prospectivo longitudinal demonstrou que uma intervenção utilizando o treino de equilíbrio é extremamente efetiva na melhora do equilíbrio funcional e estático, da mobilidade e redução das quedas em mulheres idosas com osteoporose.
Título em inglês
Effectiveness of a balance training program on functional status and falling frequency in elderly women with osteoporosis: a randomized controlled study
Palavras-chave em inglês
Accidents by falls/prevention & control
Controlled random clinical trials.
Elderly
Exercise
Mobility limitation
Musculoskeletal balance
Osteoporosis/rehabilitation
Physical aptitude
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The purpose of this study was to investigate the effect of a 12-month Balance Training Program on balance, mobility and falling frequency in women with osteoporosis. METHODS: Sixty-six consecutive elderly women were selected from the Osteometabolic Disease Outpatient Clinic and randomized into 2 groups: the Intervention Group, submitted for balance training; and the Control, without intervention. Balance, mobility and falling frequency were evaluated before and at the end of the trial using: the Berg Balance Scale (BBS), the Clinical Test Sensory Interaction Balance (CTSIB) and the Timed "Up & Go" Test (TUGT). Intervention used techniques to improve balance consisting of one hour sessions/week and a home-based exercise program. RESULTS: Sixty women completed the study and were analyzed. The BBS difference was significant higher in the intervention compared to control (5.5 ± 5.67 vs. -0.5 ± 4.88 score, P<0.001). Similarly, the number of patients in intervention group presented improvement in 2 conditions of CTSIB compared to controls (eyes closed and compliance surface condition: 13 vs. 1 patient, P<0.001; eyes open, visual conflict and compliance condition: 12 vs. 1 patient, P=0.001). Additionally, the difference between the TUGT were reduced in the intervention group compared to control (-3.65 ± 3.61 vs. 2.27 ± 7.18 seconds, P<0.001). Notably, this improvement was paralleled by a reduction in the number of falls in the intervention group compared to control (-0.77 ± 1.76 vs. 0.33±0.96, P<0.018). CONCLUSION: This longitudinal prospective study demonstrated that a intervention using balance training is effective in improving functional and static balance, mobility and falling frequency in elderly women with osteoporosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.