• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2004.tde-22092004-175930
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Riberto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Battistella, Linamara Rizzo (Presidente)
Lage, Lais Verderame
Martinez, José Eduardo
Título em português
Comparação das manifestações clínicas em pacientes portadores de fibromialgia traumática e não-traumática
Palavras-chave em português
avaliação da incapacidade
entrevistas
estresse pós-traumático-etiologia
evolução clínica
fibromialgia-etiologia
fibromialgia-reabilitação
lesões de tecidos moles-etiologia
medição da dor-métodos
registros médicos
sintomas clínicos
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi comparar aspectos clínicos de pacientes portadores de fibromialgia cujo início dos sintomas estivessem relacionados a eventos traumáticos e pacientes idiopáticos. Foram avaliados 135 pacientes por meio de um questionário estruturado sobre dados demográficos e situação de produtividade laboral, caracterização da dor e presença de queixas não relacionadas ao aparelho locomotor. Foi realizada contagem e dolorimetria de pressão dos pontos dolorosos e avaliação da dor segundo a escala visual analógica. O grupo de pacientes traumáticos conteve 48 pessoas apresentou maior período médio de escolaridade (8,1 ± 4,1 x 5,3 ± 2,9; p<0,001), maior contagem de pontos dolorosos (16,1 ± 2,8 x 15,0 ± 3,2; p = 0,047), menor período desde a generalização da dor (5,6 u 6,9 x 4,1 ± 2,6 anos; p = 0,002) e maiores prevalências de dificuldade de concentração (83,0% x 65,1%; p = 0,048) e cólicas intestinais (45,8% x 26,4%; p = 0,036). Houve associação entre o trauma e a improdutividade econômica. Os demais aspetos clínicos não apresentaram diferença estatisticamente significante. Conclui-se que a etiologia traumática impõe poucas diferenças clínicas aos pacientes portadores de fibromialgia e não explicam o grau de incapacidade laboral que se observa.
Título em inglês
A comparison of clinical manifestations between posttraumatic and non-traumatic fibromyalgia patients
Palavras-chave em inglês
clinical evolution
clinical symptoms
disability evaluation
fibromyalgia-etiology
fibromyalgia-rehabilitation
interviews
medical records
pain measurement-methods
posttraumtic stress-etiology
Resumo em inglês
The aim of this work was to compare clinical aspects of fibromyalgia patients whose onset was related to traumatic events to idiopathic patients. One hundred and thirty fice consecutive patients were interviewed with a structured questionnaire about demographic aspects, work disability, pain characterization and the presence of symptoms not related to the locomotor system. Tender point count and dolorimetry were performed, as well as pain evaluation according to the visual analogue scale. The group of traumatic patients counted with 48 individuals, and presented with longer period of formal education (8,1 u 4,1 x 5,3 u 2,9 years; p < 0,001), higher count of tender points (16,1 u 2,8 x u 3,2; p = 0,047), shorter period since generalization of pain (5,6 u 6,9 x 4,1 u 2,6 years; p = 0,002), smaller prevalences of concentration difficulties (83,0% x 65,1%; p = 0,048) and abdominal cramps(45,8% x 26,4%; p = 0,036). There was an association between trauma and work disability. Any of remaining clinical aspects presented with statistically significant differences. We conclude that trauma imposes few clinical differences to fibromyalgia patients and does not explain the degree of work disability which is observed among them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Banco-de-dados.pdf (47.63 Kbytes)
Data de Publicação
2004-10-14
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • RIBERTO, Marcelo, e BATTISTELLA, Linamara Rizzo. Comorbidades em fibromialgia. Revista Brasileira de Reumatologia, 2002, vol. 42, n. 1, p. 1-7.
  • RIBERTO, Marcelo, PATO, Thais Rodrigues, and BATTISTELLA, Linamara Rizzo. A Comparison Between Post-Traumatic and Non-Traumatic Fibromyalgia [doi:10.1300/J094v14n02_03]. Journal of Musculoskeletal Pain [online], 2006, vol. 14, n. 2, p. 13-20.
  • RIBERTO, Marcelo, PATO, Thais Rodrigues, e BATTISTELLA, Linamara Rizzo. Resultados do core set da CIF de dor crônica generalizada em mulheres com fibromialgia no Brasil. Revista Acta Fisiatrica [online], 2008, vol. 15, n. 1, p. 6-12. [acesso 2016-08-15]. Disponível em : <http://www.actafisiatrica.org.br/detalhe_artigo.asp?id=156>
  • RIBERTO, Marcelo. Fibromyalgia evaluation. [online], . [acesso 2012-01-08]. Disponível em : <www.actafisiatrica.org.br>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.