• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-06082008-162105
Documento
Autor
Nome completo
Maiza Ritomy Ide
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Laurindo, Ieda Maria Magalhães (Presidente)
Helfenstein Júnior, Milton
Novaes, Gilberto Santos
Rocha, Oswaldo Melo da
Tanaka, Clarice
Título em português
Eficácia de um programa de exercícios respiratórios aquáticos em indivíduos com fibromialgia: ensaio clínico randomizado
Palavras-chave em português
Ansiedade/terapia
Dispinéia/terapia
Dor/terapia
Ensaios clínicos controlados aleatórios
Fibromialgia/terapia
Fisioterapia (Especialidade)/métodos
Hidroterapia/métodos
Qualidade de vida
Sono
Terapia por exercício/métodos
Resumo em português
A fibromialgia é uma patologia crônica, de causa desconhecida. É caracterizada por dor, distúrbios do sono e fadiga. Também se observa a presença de distúrbios psicossomáticos como depressão, fobia, síndrome do pânico e ansiedade, aumentando ainda mais a complexidade dos sintomas da doença, além de conduzir a prejuízos na qualidade de vida e capacidade funcional do indivíduo acometido. O tratamento da patologia é difícil, devido à incompleta compreensão da doença e a presença de sintomas muitas vezes atípicos e amplamente diversificados. Diversas modalidades terapêuticas têm sido utilizadas, com diferentes graus de eficácia, incluindo fisioterapia, massagem, acupuntura, exercícios aquáticos, aeróbicos e de fortalecimento, além de terapias cognitivo-comportamentais. Este estudo objetiva avaliar os efeitos de um programa de exercícios respiratórios aquáticos na qualidade de vida, capacidade funcional, dor, dispnéia, ansiedade e qualidade do sono de mulheres com fibromialgia. Foram selecionadas 40 mulheres com idades entre 20 e 60 anos, randomizadas em dois grupos de 20 pacientes: exercícios respiratórios aquáticos (EX) e controle (CT). O grupo EX realizou exercícios durante uma hora, quatro vezes por semana, durante quatro semanas. O programa foi elaborado para seguir uma seqüência incluindo: I) aquecimento (5 minutos); II) exercícios respiratórios, constituídos de cinco padrões respiratórios diferentes e realizados concomitantemente a movimentos de tronco e membros (45 minutos); III) relaxamento (10 minutos). Ambos os grupos realizaram ainda atividades recreacionais, sedentárias, uma hora por semana, uma vez por semana, durante quatro semanas. Foram aplicados questionários antes e depois das intervenções para avaliar a qualidade de vida e capacidade funcional ("Medical Outcome Study 36 - Item Short Form" - SF-36, "Fibromyalgia Impact Questionnaire" - FIQ), ansiedade ("Hamilton Anxiety Scale" - HAS) e qualidade do sono ("Pittsburg Sleep Quality Index" - PSQI). O número de pontos dolorosos e dor (VAS - escala visual analógica) também foram avaliados. Na avaliação inicial não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos no número de pontos dolorosos, dor e escores de todos os questionários aplicados. Após as intervenções, o grupo EX, comparado com o grupo CT, apresentou melhora dos escores do questionário SF-36 (aspectos físicos p=0,001, dor p=0,001, vitalidade p=0,009, aspectos sociais p=0,001, aspectos emocionais p=0,001), FIQ (escore total p=0,049, faltas ao trabalho p=0,036, fadiga p=0,013, cansaço matinal p=0,007), dor (VAS p=0,029), dispnéia (VAS p=0,004), ansiedade (HAS p=0,005) e qualidade do sono (PSQI p=0,004). Conclui-se que um programa de exercícios respiratórios aquáticos melhora a qualidade de vida, capacidade funcional, dor, dispnéia, ansiedade e qualidade do sono em pacientes com fibromialgia, podendo se tornar uma medida terapêutica relevante no tratamento destes pacientes.
Título em inglês
Efficacy of Aquatic Respiratory Exercise-Based Program in Patients with Fibromyalgia: randomized clinical trial
Palavras-chave em inglês
Anxiety/therapy
Dyspnea/therapy
Fibromyalgia/therapy
Hydrotherapy/methods
Pain/therapy
Physical therapy (Specialty)/methods
Quality of life
Randomized clinical trial
Sleep
Therapy by exercises/methods
Resumo em inglês
Fibromyalgia syndrome is a chronic rheumatic condition with unknown etiology and unclear pathogenesis. It is characterized by pain, sleep disturbances and fatigue. Psychological symptoms are also observed, including mood disturbance, anxiety, depression, phobia and panic syndrome, contributing to the complex disease symptomatology, as well as to the reduced quality of life and impaired functional capacity observed in these patients. Due to an incomplete understanding of the disease mechanisms, in addition to multiple, non visible symptoms typical of FMS, a patient's treatment is a challenging task. Widely varied therapeutic approaches ranging from physical therapy, massage, acupuncture, aerobic and strengthening exercises to cognitive-behavioral therapies have been applied with variable efficacy. This study assessed the effects of aquatic respiratory exercise-based program in the quality of life, functional capacity, pain, dyspnea, anxiety and quality of sleep in patients with fibromyalgia syndrome. Forty women, aged between 20 and 60, were randomly assigned into 2 groups of 20 patients: aquatic respiratory exercise-based program (EX) and control group (CT). EX group performed the exercise program, for 1-hour, 4 times a week, for 4 weeks, which included: I) warm-up; II) respiratory exercises, consisting of 5 different breathing patterns, along with upper, lowers limbs and trunk movements (45min); III) relaxation exercises. Both groups were included in supervised-recreational activities, for 1-hour, once a week, for 4 weeks. Questionnaires were applied before and after intervention to assess quality of life and functional capacity (Medical Outcome Study 36-Item Short Form - SF-36, Fibromyalgia Impact Questionnaire - FIQ), anxiety (Hamilton Anxiety Scale - HAS) and quality of sleep (Pittsburg Sleep Quality Index - PSQI). Number of tender points and pain (VAS - visual analogue scale) were also evaluated. At baseline there was no difference between groups, including number of tender points, pain and questionnaire responses. After intervention, EX group, compared with CT group, showed improvement in SF-36 scores (physical functioning p=.001, bodily pain p=.001, vitality p=.009, social functioning p=.001, emotional role p=.001), in FIQ (total score p=.049, work missed p=.036, fatigue p=.013, morning tiredness p=.007) plus in VAS-pain (p=.029), VAS-dyspnea (p=.004), anxiety (HAS p=.005), and quality of sleep (PSQI p=.004). Short-term aquatic respiratory exercisebased program improved quality of life, functional capacity, pain, dyspnea, anxiety and quality of sleep in patients with fibromyalgia and may be a relevant addition to the treatment of these patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese.pdf (856.30 Kbytes)
Data de Publicação
2008-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.