• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Maria de Macedo Barbosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Braga, Alfésio Luis Ferreira (Presidente)
Dias, Marialda Hofling de Padua
Grumach, Anete Sevciovic
Pereira, Luiz Alberto Amador
Santos, Ubiratan de Paula
Título em português
Estudo da influência de fatores ambientais sobre o desencadeamento de crise álgica em crianças e adolescentes portadores de anemia falciforme na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Anemia falciforme
Crianças
Dor
Estresse oxidativo
Estudos cross-over
Poluição do ar
Serviços médicos de emergência
Resumo em português
Medicina da Universidade de São Paulo. Objetivo: Esse estudo foi desenvolvido para avaliar o impacto dos poluentes do ar na morbidade nas crianças e adolescentes portadoras de anemia falciforme. Métodos: Foram utilizadas as associações entre as concentrações diárias entre as concentrações dos poluentes do ar (PM10, SO2, NO2, CO, e O3) e os atendimentos no Pronto Socorro de anemia falciforme (CID 10 - D57) no período de setembro de 1999 até dezembro de 2004. Foi utilizado o desenho de case - crossover com dias de exposição de referencia escolhidos utilizando-se uma abordagem estratificada por tempo onde as exposições no dia índice foram comparadas a exposições com dias do mesmo mês com o mesmo valor de temperatura como o caso índice, controlando-se para o dia da semana. Estação do ano, clima e covariantes variáveis lentas foram controladas por pareamento. Também foram adotados modelos onde as exposições do caso índice foram comparadas às exposições para o mesmo dia da semana ou a cada três dias. Os efeitos estimados também foram estratificados para as duas causas principais de atendimento no pronto socorro de pacientes falciformes, dor e infecção respiratória. Resultados: As variações de interquartile aumentaram nas médias móveis de PM10 (25.9 mg/m3), NO2 (64.8 mg/m3), SO2 (8.1 mg/m3), CO (1.2 ppm), e O3 (57.23 mg/m3) foram associadas com aumento de 19.2% (95% CI: 11.2 - 27.8), 15.6% (95% CI: 6.3 - 25.8), 14.5% (95% CI: 6.6 - 23.0), 15,1% (95% CI: 7.7 -23.1), e 10% (95% CI: 1,3 - 18,6) nos atendimentos totais dos pacientes falciformes no pronto socorro, respectivamente. Na análise estratificada para dor, que é a manifestação cardinal dos processos de vaso-oclusão, os aumentos nos atendimentos dos pacientes falciformes com dor (23.1%, 95%CI: 11.0 - 36.5) devido a um aumento na variação interquartile da média móvel de 3 dias do PM10 foi 43% maior que nos pacientes falciformes sem dor. Conclusão: esse estudo mostra que o efeito da poluição do ar na saúde da população pediátrica não se restringe às doenças respiratórias. Também , entre os pacientes falciformes a manifestação principal dos efeitos adversos foi associada com o processo inflamatório dos vasos, reproduzindo resultados já observados entre pacientes adultos e idosos saudáveis e não saudáveis. Finalmente, esse estudo mostrou que os efeitos da poluição do ar na saúde ainda não esta definitivamente estimados e outros resultados serão observados em mais investigações.
Título em inglês
Study of the influence of environmental factors in the development of pain crisis in children and adolescents with sickle cell disease in the city of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Air pollution
Children.
Emergency department
Oxidative stress
Pain
Sickle cell disease
Study case cross-over
Resumo em inglês
Objective: This study was developed to assess the impact of air pollutants on sickle cell morbidity in children and adolescents. Methods we examined the associations between daily air pollutants concentrations (PM10, SO2, NO2, CO, and O3) and sickle cell (ICD10th revision: D57) emergency room visits, from September 1999 to December 2004. We applied a case-crossover design with referent exposure days chosen using the time-stratified approach such that exposures on the case day were compared to exposures on days of the same month with the same value of temperature as the case day, controlling for day of the week. Season, weather, and slowly varying covariates were controlled for by matching. We also adopted models where exposures on the case day were compared to exposures on the same day of the week or on every third day. Effects estimates were also stratified by the two main causes of sickle cell emergency room visits, pain and respiratory infections. Results: interquartile range increases of the 3-day moving averages of PM10 (25.9 mg/m3), NO2 (64.8 mg/m3), SO2 (8.1 mg/m3), CO (1.2 ppm), and O3 (57.23 mg/m3) were associated with increases of 19.2% (95% CI: 11.2 - 27.8), 15.6% (95% CI: 6.3 - 25.8), 14.5% (95% CI: 6.6 - 23.0), 15,1% (95% CI: 7.7 - 23.1), and 10% (95% CI: 1,3 - 18,6) in total sickle cell emergency room visits, respectively. When the analyses were stratified by pain, the main clinical manifestation of vase-occlusion process, increases in visits of sickle cell patients with pain (23.1%, 95%CI:11.0 -36.5) due to an interquartile range increase of the 3-day moving averages of PM10 were 43% higher than in sickle cell patients without pain. Conclusions: this study found that the effects of air pollutants on children's health are not limited to respiratory diseases. Also, among sickle cell patients, the main manifestation of adverse effect was associated with inflammatory process of vases, reproducing results already observed among healthy and non-healthy adults and elderly people. Finally, this study showed that the burden of air pollution on health has not been definitively estimated and other outcomes deserve further investigation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-04-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.