• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-17062015-162133
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Gonçalves da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Brito, Thales de (Presidente)
Paes, Roberto Antônio Pinto
Duarte, Maria Irma Seixas
Pinto, Pedro Luiz Silva
Sotto, Mirian Nacagami
Título em português
Toxocaríase experimental em hamster
Palavras-chave em português
Glomerulonefrite
Larva migrans visceral
Mesocricetus
Modelo de animal experimental
Nefropatias
Toxocara canis
Toxocaríase
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Toxocaríase é uma infecção parasitária de distribuição global, causada pela fase larval de Toxocara spp. Os hospedeiros naturais são cães e gatos, nos quais o parasita completa o ciclo chegando a fase adulta. Outros hospedeiros podem ser infectados pela fase larval do parasita, após ingestão de ovos embrionados do solo, mãos contaminadas, fomites, ou ingestão de carne ou vísceras de animais infectados. Em hospedeiros paratênicos o parasita não completa o ciclo, invadindo em estágio larval vísceras ou outros tecidos, onde podem sobreviver e induzir a patologia. O presente estudo teve como objetivo caracterizar o hamster (Mesocricetus auratus), como modelo experimental de toxocaríase, inicialmente através do estudo das lesões histopatológicas em fígado, pulmão e rim. A caracterização da resposta imunológica do modelo, foi feita através do estudo de citocinas envolvidas nas respostas Th1 e Th2, e foi sugerida uma correlação entre alterações glomerulares e depósitos de complexos antígenos-anticorpo pré-formados na circulação. MÉTODOS: Hamsters foram inoculados com ovos embrionados de Toxocara canis, e mantidos no biotério do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo. O estudo histopatológico foi desenvolvido utilizando-se cortes parafinados corados por hematoxilina e eosina. Para detecção de antígenos nos tecidos foram realizadas reações imunohistoquímicas, utilizando-se anticorpo monoclonal e policlonal anti- Toxocara canis. Utilizando-se o soro dos animais infectados e animais controle, foi realizada pesquisa de antígeno e anticorpo por ELISA. Para pesquisa de imunoglobulinas IgG e IgM e complemento, foram utilizados cortes congelados de rins para realização de reação de Imunofluorescência. Fragmentos de rins foram incluídos para utilização em microscopia eletrônica, para detecção de antígenos de toxocara e de imune complexos. Para caracterização de resposta imunológica foram estudadas citocinas envolvidas na resposta Th1 e Th2 por técnica de RT-PCR. RESULTADOS: Os achados histopatológicos demonstraram desde o início da infecção, presença de larvas em maior número no fígado, seguido de pulmão e raramente rins. Em fígado remanescentes larvares foram visualizados cercados por reação inflamatória granulomatosa. Logo no início da infecção foi encontrado pneumonite intersticial e intraalveolar focal, e lesão renal com glomérulo apresentando hiperplasia focal de células mesangiais (glomerulite mesangio-proliferativa). Houve marcação de antígenos em todos os grupos de animais infectados, tanto pelo anticorpo monoclonal, como pelo policlonal. Depósitos de imunoglobulinas e complemento foram marcados em glomérulo por imunofluorescência A análise dos soros por ELISA, demonstrou na pesquisa de anticorpos aumento gradativo no decorrer da infecção, acompanhado de diminuição de antígenos. Depósitos de antígenos em glomérulos foram detectados por microscopia imonoeletrônica. No RT-PCR foi detectado aumento significativo do nível de IL-4, com tendência de elevação de IL-10 e IFN-?. CONCLUSÃO: O hamster demonstrou ser um modelo experimental eficiente para toxocaríase. Entretanto este modelo é mais adequado para infecções de curto prazo. A resposta imunológica avaliada por RT-PCR, com elevado nível da expressão de IL-4, sugere uma resposta Th2, mas a tendência de aumento de IL-10 e IFN-? poderia sinalizar uma resposta mista Th1 e Th2. Achados de depósitos de imunoglobulinas no glomérulo sugerem a possibilidade de que as manifestações renais com síndrome nefrótica em humanos possa vir a ter como base a toxocaríase
Título em inglês
Experimental toxocariasis in hamsters
Palavras-chave em inglês
Experimental animal model
Glomerulonephritis
Mesocricetus
Nephropathy
Toxocara canis
Toxocariasis
Visceral larva migrans
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Toxocariasis is a parasitic infection of global distribution, caused by the larval stage of Toxocara spp. The natural hosts are dogs and cats, in which the parasite completes the cycle reaching adulthood. Other hosts can be infected with the larval stage of the parasite, after ingestion of embryonated eggs from the soil, contaminated hands, fomites, or ingestion of meat or viscera of infected animals. In paratenics hosts the parasite not complete the cycle, encroaching on larval stage in viscera or other tissues where they can survive and induce pathology. The present study aimed to characterize the hamster, Mesocricetus auratus, as experimental model of toxocariasis, initially through the study of histopathological lesions in the liver, lung and kidney. The characterization of immune response model, was made through the study of cytokines Th1 and Th2 responses involved, and a correlation was suggested between glomerular changes and antibody-antigen complexes deposits preformed in the circulation. METHODS: Hamsters were inoculated with embryonated eggs of Toxocara canis, and kept in the bioterium of the Institute of Tropical Medicine of the São Paulo. The histopathologic study was developed using paraffin slides stained by hematoxylin and eosin. For detection of antigens in tissues immunohistochemistry reactions were performed using monoclonal and polyclonal anti-Toxocara canis sera. Using the serum of infected and control animals, search has been carried out of antigen and antibody by ELISA. For the search of immunoglobulins IgG, IgM and complement, were used slides prepared from frozen fragments of kidneys and a immunofluorescence reaction. Fragments of kidneys were included for electron microscopy to detect antigens of Toxocara and immune complexes. For characterization of Th1 and Th2 response cytokines involved were detected by RT-PCR technique. RESULTS: Histopathological findings demonstrated since the beginning of the infection the presence of larvae in greater numbers in the liver, followed by lung and rarely kidneys. In the liver larval remnants were surrounded by a granulomatous inflammatory reaction. Early in the infection was found interstitial pneumonitis with intraalveolar focal inflammatory infiltrate and renal injury with glomerulus showing mesangial cell focal hyperplasia (mesangioproliferative glomerulonephritis). There were the presence of antigens in all groups of animals infected detected by both the monoclonal and polyclonal antibodies. Deposits of immunoglobulin and complement were present in glomerulus by immunofluorescence analysis. ELISA, showed that the presence of antibodies increased gradually in the course of infection, accompanied by progressive diminution of antigens. Clusters of antigen/s were detected by immunoelectron microscopy. RT-PCR showed a significant increase of IL-4, with a tendency of increase of IL- 10 and IFN-?. CONCLUSION: The hamster has proved to be an efficient experimental model for toxocariasis. However this model is best suited for short-term infections. The immune response evaluated by RT-PCR, with high level of expression of IL-4, suggests a Th2 response, but the trend of increase of IL-10 and IFN-? might suggest a Th1 and Th2 mixed response. Findings of immunoglobulin deposits in glomeruli suggests the possibility that the renal manifestations with nephrotic syndrome in humans might have, in certain circunstances, as a basis the toxocariasis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.