• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2009.tde-06112009-162838
Documento
Autor
Nome completo
Denise Brugnerotti Andreazzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Wen, Chao Lung (Presidente)
Bohm, Gyorgy Miklós
Fagundes, Luiz Jorge
Fiedler, Patricia Tempski
Saldiva, Paulo Hilario Nascimento
Título em português
Teleducação interativa aplicada a um curso de extensão universitária em microbiologia clínica
Palavras-chave em português
Educação a distância
Educação de pós-graduação
Microbiologia
Teleducação
Telemedicina
Resumo em português
A emergência de resistências bacterianas, principalmente quando associadas ao ambiente hospitalar, representa, mundialmente, um problema de saúde pública. A diversidade de mecanismos de resistências configura um desafio terapêutico e a escolha de antibióticos deve ser individualizada e baseada em antibiogramas locais. O laboratório de microbiologia representa um apoio estratégico para o rápido diagnóstico das doenças infecciosas e deve funcionar com sistemas de alerta para informar a comunidade médica sobre novos mecanismos de resistência bacteriana. O objetivo deste estudo foi estruturar e aplicar um curso de extensão universitária em microbiologia clínica por meio de teleducação interativa para capacitação de profissionais. O conteúdo científico foi definido em função das competências associadas à prática laboratorial. O curso foi estruturado em onze módulos divididos em três semestres, sendo 70% a distância, 22% presencial e 8% do tempo dedicado a monografia, como modelo misto, com ambientes de aprendizagem a distância e presencial integrados. Em todos os módulos foram propostos estudo a distância, tarefas para o estímulo à pesquisa bibliográfica (revisão de artigos e questionários) e aulas presenciais, teóricas e práticas. O grupo de alunos foi composto por 28 participantes com perfil diversificado, médicos e microbiologistas, originários de vinte cidades brasileiras diferentes. Dois dos motivos para a participação dos alunos foi a flexibilidade do tempo e local de estudo, reduzindo a ausência do seu local de trabalho. O desempenho demonstrado pelo grupo durante o curso foi satisfatório. Após um ano do término do curso foi realizada uma visita ao ambiente de trabalho dos alunos para correlação do seu desempenho no curso com as mudanças realizadas na prática da rotina microbiológica. Houve uma diferença significativa entre os índices de mudanças nas práticas microbiológicas realizadas nos locais de trabalho dos alunos, antes e depois da sua participação no curso, sendo que 76,9% dos procedimentos verificados foram modificados. Na avaliação subjetiva, os participantes informaram que o curso promoveu mudanças comportamentais e que voltariam a se matricular em um modelo educacional semelhante. A qualificação profissional estimulou a autonomia profissional. O uso de tecnologias interativas permitiu a participação de profissionais de diversas regiões do país, representando uma alternativa para inovação do processo de ensino em microbiologia clínica. O resultado deste estudo indica perspectivas para a consolidação do uso da teleducação interativa para criação de programas de educação continuada
Título em inglês
Interactive tele-education applied to a postgraduate clinical microbiology course
Palavras-chave em inglês
Distance education
Microbiology
Postgraduate education
Tele-education
Telemedicine
Resumo em inglês
The emergence of bacterial resistance, especially when associated with the hospital environment, represents a worldwide public health problem. The diversity of resistance mechanisms forms an important therapeutic challenge, and the selection of antibiotics should be individualized and based on local and institutional antibiograms. Microbiology laboratories represent a strategic support for a fast diagnosis of infectious disease to notify the medical community about new mechanisms of resistance. This study aimed to design and implement an academic extension course in clinical microbiology via interactive tele-education for training of professionals. The scientific content was defined according to competencies associated with laboratory practices. The course was structured in eleven modules divided into three semesters: 70% distance learning, 22% on campus (mixed model with distance learning environments and integrated presence) and 8% monographs. All the modules have been proposed for remote study, to present tasks for the investigation of the literature (review articles and questionnaires), as well as for the on-campus classroom, from both a theoretical and practical perspective. The group of students was composed of 28 physicians and microbiologists with diverse profiles from 20 Brazilian cities. Two reasons students gave for their participation were the need for scheduling flexibility and the need for a place to learn that would not require absence from their place of work. The performance demonstrated by the group during the course was satisfactory. A year after finishing the course, visits were made to the students work environments to correlate performance with the changes made in routine microbiological practice. A significant difference was found between the rates of change in microbiological practices conducted in the workplaces of the students before and after their participation in the course; 76.9% of modified procedures were verified. In subjective evaluation, the participants reported that the course promoted behavioral changes and that they would return to enroll in a similar educational model. The qualification stimulated professional autonomy. The use of interactive technologies allowed the participation of professionals from various regions of the country, representing an alternative to the innovation of teaching in clinical microbiology. The results indicate prospects for the consolidation of the use of interactive tele-education to create programs of continuing education
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DeniseBAndreazzi.pdf (2.09 Mbytes)
Data de Publicação
2009-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.