• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2018.tde-15032018-101622
Documento
Autor
Nome completo
Eloá Francisco Drobina
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bento, Ricardo Ferreira (Presidente)
Almeida, Katia de
Francesco, Renata Cantisani di
Jardim, Isabela de Souza
Título em português
Programa de seguimento semipresencial a novos usuários de prótese auditiva
Palavras-chave em português
Aconselhamento
Auxiliares de audição
Consulta remota
Internet
Perda auditiva
Satisfação do paciente
Telemedicina
Resumo em português
Introdução: As consultas de seguimento com o profissional fonoaudiólogo após a aquisição da prótese auditiva são de extrema importância para a garantia da manutenção do uso com qualidade. As dificuldades enfrentadas pelos usuários no comparecimento ao serviço de saúde impedem que esse processo ocorra de maneira adequada e impactam negativamente no processo de reabilitação auditiva do indivíduo ocasionando, inclusive, o abandono do uso. A incorporação da teleconsulta nesses seguimentos seria uma solução para impedir a ocorrência de tal fato, por permitir que as intervenções de orientações e aconselhamentos sejam realizadas remotamente. Objetivos: desenvolver um programa de seguimento semipresencial para novos usuários de prótese auditiva e verificar sua aplicabilidade. Método: estudo prospectivo (exploratório), no qual dez indivíduos adultos novos usuários de prótese auditiva bilateral, pertencentes a um serviço público de saúde, foram avaliados e submetidos a uma consulta inicial, seguido pela teleconsulta e novamente avaliados numa última etapa presencial. As intervenções realizadas foram classificadas em primárias e secundárias. O questionário para avaliação da satisfação foi aplicado nas etapas presenciais e os dados obtidos pelos registros foram enviados para análise estatística descritiva. Resultados: todos os indivíduos necessitaram de pelo menos uma intervenção na consulta presencial inicial. A maioria esteve relacionada a orientações e aconselhamentos referentes ao uso e manuseio da prótese auditiva (consideradas intervenções secundárias). Na etapa da teleconsulta, todos os indivíduos precisaram de intervenções secundárias, diminuindo sua ocorrência na consulta presencial final. O questionário utilizado para verificar a satisfação apresentou média de escore global com valores de 5,7 na consulta presencial inicial e 6,1 na consulta presencial final, o que correspondeu à satisfação dos participantes. Todos os participantes atribuíram nota máxima ao programa desenvolvido, o que representou a "muito satisfeitos". Conclusão: O estudo traz contribuições para a área da Telessaúde em Fonoaudiologia, pois a utilização das teleconsultas permitiu a resolução de problemas secundários no processo de adaptação à prótese auditiva. Apesar dessa amostra ser reduzida, o estudo inicial foi satisfatório para a continuidade do programa demonstrado ser aplicável. Ainda estudos com maior amostra em diferentes populações são necessários com intuito de validar novos protocolos
Título em inglês
Follow-up program for new hearing aid users: a combination of in-person and virtual assistance
Palavras-chave em inglês
Counseling
Hearing aids
Hearing loss
Internet
Patient satisfaction
Remote consultation
Telemedicine
Resumo em inglês
Introduction: Follow-up visits with the audiologist after the hearing aid fitting process are critical to ensure the maintenance of quality use. The difficulties faced by users in adhering to sequential return visits directly affect this process in an inadequate way and negatively impact on individual auditory rehabilitation process, even causing the use abandonment. The inclusion of virtual assistance in these follow-ups would be a solution to avoid this situation, allowing interventions of orientations and counseling by remote consultation. Objectives: to develop a follow-up program combining face-to-face appointments and telehealth for new hearing aid users as well as verifying its applicability. Methods: prospective (exploratory) study evaluated ten new bilateral hearing aid users, seen in a public health service. The first and the last appointments were face-to-face and five followed-ups by virtual assistance. The required interventions were classified as primary and secondary. The questionnaire for satisfaction evaluation were applied during the face-to-face assessments and all registered data was sent for descriptive statistical analysis. Results: all study subjects required at least one intervention during the initial face-to-face visit. Most were related to provide informative counseling and to clarify new users' doubts regarding the use of the hearing aid (considered secondary interventions). At telehealth assistance stage, all subjects required secondary interventions, reducing their occurrence in the final face-to-face assistance. The questionnaire used to verify the satisfaction showed an average overall score of 5.7 in initial stage and 6.1 in the final stage, which proved subjects' satisfaction. All subjects attributed the maximum score to the developed program, which represented "very satisfied". Conclusion: The study contributes to Telemedicine, since the use of virtual assistance allowed the resolution of secondary problems in the hearing aid fitting process. Although this sample was reduced, the initial study was satisfactory for the continuity of this program which has been shown to be applicable. Further studies with larger samples in different populations are needed to validate new protocols
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.