• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Helena Hotz Arroyo Ramos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Imamura, Rui (Presidente)
Duprat, Andre de Campos
Frizzarini, Ronaldo
Haddad, Leonardo
Tsuji, Domingos Hiroshi
Título em português
Estudo histológico dos efeitos agudos de lesão com laser de diodo 980 nm em pregas vocais de coelhos
Palavras-chave em português
Cicatrização
Coelhos
Colágeno
Laringe
Lasers
Prega vocal
Tecido elástico
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A cicatriz em prega vocal que ocorre após injúria constitui causa importante de disfonia. A fonocirurgia ideal é aquela em que a lesão efetivamente removida com o menor dano possível ao tecido adjacente, a fim de reestabelecer a função da prega vocal ao mesmo tempo em que a sua ultraestrutura sua ultraestrutura é preservada. Tanto o bisturi frio quanto lasers em geral são aceitos como instrumentos para fonocirurgia. O laser de diodo tem sido usado no tratamento de doenças laríngeas. Entretanto, não há consenso quanto os parâmetros ideais desse aparelho para tal finalidade. Inexistem trabalhos que mostrem a forma ou a extensão da lesão provocada com laser de diodo em laringe e tampouco as reações histológicas e cicatriciais provocadas por ele. OBJETIVO: O objetivo desta pesquisa é estudar as alterações morfométricas e histopatológicas observadas nas pregas vocais de coelhos, sete dias após a lesão provocada com o laser de diodo, comparando diferentes configurações do dispositivo. MÉTODO: Vinte e um coelhos machos albinos da raça New Zealand foram distribuídos aleatoriamente em três grupos com sete animais por grupo. Foi realizada uma lesão única durante 20 segundos em cada prega vocal com a ponta da fibra em contato superficial com o tecido. Duas frequências de pulso foram comparadas no Grupo I (10Hz versus 1000Hz), diferentes potências no Grupo II (3W versus 5W) e modos de radiação distintos no Grupo III (pulsado versus contínuo). Após sete dias, as laringes foram excisadas e submetidas à coloração com hematoxilina-eosina, além de coloração histoquímica para colágeno e elastina. Foi realizada análise histológica quantitativa e subjetiva. RESULTADOS: o laser de diodo provocou: exocitose de células inflamatórias; edema de mucosa e submucosa; infiltrado celular extenso em torno da úlcera, composto por polimorfonucleares (especialmente eosinófilos), linfócitos e histiócitos; tecido de granulação com a presença de fibroblastos e vasos neoformados e áreas de necrose do tipo coagulativa. A extensão do processo inflamatório e a extensão linear da úlcera apresentaram diferença significativa entre as duas potências, e foi maior com uso do laser ajustado para 5W. A extensão do processo inflamatório, extensão linear da úlcera, profundidade da úlcera e profundidade do processo inflamatório apresentaram diferença significativa entre os dois modos de emissão do laser, isto é, maior no modo contínuo. A densidade das fibras colágenas apresentaram-se elevadas apenas ao uso do laser no modo contínuo, quando comparado ao modo pulsado. Não houve diferença estatística quanto à densidade de fibras elásticas. CONCLUSÃO: O uso do laser de diodo ajustado em potência de 5W ao invés 3W e o uso do modo contínuo ao invés do pulsado são capazes de aumentar significativamente a injúria térmica nas pregas vocais de coelhos
Título em inglês
Study of acute vocal fold healing after injury with different settings of 980nm diode laser in a rabbit model
Palavras-chave em inglês
Collagen
Elastic tissue, Rabbits
Larynx
Lasers
Vocal cord
Wound healing
Resumo em inglês
INTRODUCTION. Scarring of the vocal folds is a relevant cause of dysphonia after injury. The ideal phonomicrosurgery would be the one that removes the vocal fold disease in order to restore the biomechanical function, while providing minimal disruption to the surrounding vocal fold layered structure. Steel scalpel and laser systems are widely accepted tools for vocal fold surgical procedures. The diode laser technique has been used in the treatment of laryngeal diseases. However, there is great variability among surgeons with regard to the use of the diode laser for laryngeal surgery and the ideal parameters for this procedure remain unclear. No description of the lesion extent or the vocal fold healing after injury with this device have been reported to date. OBJECTIVE: The aim of this research was to study the morphometric and histopathological changes seen in the vocal fold seven days after injury with the diode laser in a rabbit model, comparing different settings of the device. METHODS: Twenty-one male New Zealand white rabbits were randomized into three groups with seven animals per group. A single spot injury during 20 seconds was performed in each vocal fold with the fiber tip in superficially contact with the tissue. Two pulse frequency were compared in group I (10Hz versus 1000Hz), different powers in group II (3W versus 5W) and distinct wave mode of radiation in group III (pulsed versus continuous). After seven days, the larynges were harvested and subjected to H&E staining, histochemical staining for collagen and elastin, with quantitative and subjective histological analysis. RESULTS: the diode laser provoked exocytosis of inflammatory cells; edema of mucosa and submucosa; extensive cell infiltrate around the ulcer with polymorphonuclear cells (especially eosinophils), lymphocytes and histiocytes; granulation tissue with the presence of fibroblasts and neoformed vessels and areas of coagulative necrosis. The extent of the inflammatory infiltrate and the extent of the ablation crater showed to be greater with the 5W power use. The analyzes of extension of the extent of the inflammatory infiltrate, the extent of the ablation crater, the depth of the ablation crater and depth of the inflammatory process presented greater measurements with the continuous mode. The density of collagen fibers was higher when the laser was used in continuous wave mode. There was no statistically significant difference in elastic fiber density. CONCLUSION: Increasing power from 3W to 5W and using continuous wave rather than pulsed wave mode of the diode laser significantly increased the extent of thermal injury in the rabbit vocal folds
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
HHARamosOriginal.pdf (1.79 Mbytes)
Data de Publicação
2018-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.