• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2014.tde-27082014-141353
Documento
Autor
Nome completo
Carmen Silvia Miguel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Louzã Neto, Mario Rodrigues (Presidente)
Andrade, Arthur Guerra de
Marques, Ana Cecília Petta Roselli
Título em português
Estudo comparativo do desempenho cognitivo de portadores adultos do Transtorno de Déficit de Atenção Hiperatividade (TDAH) associado a Transtorno por Uso de Substâncias Psicoativas (TUSP) e portadores adultos de TDAH sem a presença de TUSP
Palavras-chave em português
Adulto
Atenção
Cocaína
Cognição
Comportamento impulsivo
Função executiva
Tomada de decisões
Transtorno do deficit de atenção com hiperatividade
Resumo em português
Objetivo: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e o Transtorno por uso de substancias psicoativas (TUSP) são frequentemente comórbidos. Apesar disso, observa-se que poucos dados foram publicados a respeito do desempenho cognitivo e de impulsividade de adultos TDAH com e sem dependência de cocaína e/ou crack. Este estudo procurou verificar a presença de diferenças cognitivas em funções executivas, memória verbal e em impulsividade em grupos de adultos com TDAH com e sem dependência de cocaína e/ou crack, e se a presença de outras comorbidades psiquiátricas influencia estas diferenças. Desenho: Uma amostra de adultos com TDAH com dependência de cocaína e/ou crack (grupo experimental) e uma amostra de adultos TDAH sem dependência de qualquer substância psicoativa (grupo controle). Métodos: A amostra foi formada por pacientes de ambos os sexos, com idade entre 18 e 60 anos, diagnosticados de acordo com os critérios do DSM-IV. Formaram o grupo experimental adultos com TDAH e dependência de cocaína e/ou crack (TDAH+COC) internados na Associação Promocional Oração e Trabalho (APOT), e nas enfermarias do Hospital Geral de Taipas, e do Programa do Grupo Interdisciplinar de Estudo de Álcool e Drogas (GREA) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq- HCFMUSP). O grupo controle foi formado por adultos com TDAH sem dependência de qualquer substância psicoativa atendidos no ambulatório do Programa de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (PRODATH) do IPq-HCFMUSP. Instrumentos: O desempenho cognitivo foi verificado por: Vocabulário (WASI); Raciocínio Matricial (WASI); Rey Auditory Verbal Learning Test (RAVLT); Torre de Hanói; Memória Lógica (WMS III); FAS; Digit Span (WAIS III); Sequência de Números e Letras (WAIS III); Reading Mind in the Eyes Task; Stroop, Trail Making (partes A e B); Wisconsin Card Sorting Test (WCST), Conner's Continuous Performance Test (CPT) e Iowa Gambling Test (IGT). A Escala de Barratt (BIS 11) verificou as dimensões de impulsividade, o Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI 5.0.0.), e a presença de comorbidades psiquiátricas, Alcohol, Smoking, and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) foi usado no rastreio do uso de substâncias psicoativas e o Addiction Severity Index (ASI 6 - módulo DROGAS) investigou o histórico do uso de substâncias psicoativas. Resultados: O grupo TDAH+COC apresentou QI mais baixo, déficits nas habilidades verbais, na aprendizagem implícita em tomada de decisão, lentificação no tempo de resposta e maior impulsividade motora comparado ao grupo TDAH. O grupo TDAH mostrou déficits em atenção seletiva, velocidade de processamento e busca visual comparado ao grupo TDAH+COC. Não houve diferenças significativas em memória verbal. O grupo TDAH+COC apresentou maior presença de outras comorbidades psiquiátricas (Transtorno de Personalidade Antissocial, Risco de Suícidio, Episódio Maníaco) Conclusão: Dois perfis diferentes foram encontrados. O grupo TDAH+COC mostrou déficits relacionados às áreas pré-frontal dorsolateral e ventromedial, enquanto o grupo TDAH mostrou déficits relacionados à área pré-frontal dorsolateral. Estes resultados podem ser explicados pelo modelo de "An integrative theory of attentiondeficit/ hyperactivity disorder based on cognitive and affective neuroscience" que sugere que a falta de regulação nos mecanismos "top down" estão influenciando as alterações cognitivas e impulsividade
Título em inglês
Comparative study of the cognitive performance in adults with Attention-Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) with Substance Use Disorder (SUD) and a group of adults with ADHD without SUD
Palavras-chave em inglês
Adult
Attention
Attention deficit disorder with hyperactivity
Cocaine
Cognition
Decision making
Executive function
Impulsive behavior
Resumo em inglês
Background: Comorbidity is frequent between attention-deficit/hyperactivity disorder (ADHD) and cocaine dependence. Despite this fact, scarce data have been published with regard to the neuropsychological profile and impulsiveness traits of adult ADHD individuals with and without comorbid cocaine and/or crack dependence. The aim of the present study was to fill this gap in the literature by assessing cognitive differences in executive functions, verbal memory, and impulsiveness in groups of adult ADHD patients with and without cocaine and/or crack dependence, and determining whether the presence of other psychiatric comorbidities influences these differences. Study design: One group of adults with ADHD and comorbid cocaine and/or crack dependence (experimental) and one group of adults with ADHD and no psychoactive substance abuse or dependence (control). Methods: Male and female patients aged 18 and 60 years with a diagnosis of ADHD with or without comorbid cocaine and/or crack dependence by the DSM-IV criteria were recruited for the study. The experimental group (ADHD+COC) consisted of adults with ADHD and comorbid cocaine and/or crack dependence admitted to Associação Promocional Oração e Trabalho (APOT), in the Hospital Geral de Taipas wards, or a ward of the Programa do Grupo Interdisciplinar de Estudo de Álcool e Drogas (GREA) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IPq-HCFMUSP). The control group (ADHD) comprised adults with ADHD without any psychoactive substance dependence; these patients received care at the outpatient clinic of the IPq- HCFMUSP Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder Program. Instruments: The patients's neuropsychological performance was assessed using the following measures: Vocabulary and Matrix Reasoning (WASI); Rey Auditory Verbal Learning Test (RAVLT); Tower of Hanoi; Logical Memory (WMS III); FAS; Digit Span (WAIS III); Letter-Number Sequencing (WAIS III); Reading the Mind in the Eyes Test; Stroop; Trails (A and B parts); Iowa Gambling Test (WCST); Conner's Continuous Performance Test (CPT), and Iowa Gambling Test (IGT). The Barratt Scale (BIS-11) assessed the factors of impulsiveness, the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI 5.0.0.) identified psychiatric comorbidities, the validated Brazilian version of the Alcohol, Smoking, and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) was used to screen for use of psychoactive substances and the Addiction Severity Index (ASI-6 - module DRUGS) assessed the history of psychoactive substance use. Results: The ADHD+COC group showed deficits in verbal skills, lower IQ, poor decision making, and lentification in reaction times and motor impulsiveness compared with the ADHD group. The ADHD group showed deficits in selective attention, processing speed and visual search compared with the ADHD+COC group. No significant differences were found in verbal memory. The ADHD+COC group had a greater prevalence of psychiatric comorbidities (Anti-Social Personality Disorder, Risk of Suicide, Maniac Episode) Conclusion: Two differents profiles were noted. ADHD+COC group showed deficits related to the dorsolateral and ventromedial prefrontal areas while the ADHD group had deficiencies related to the dorsolateral prefrontal areas. The "an integrative theory of attention-deficit/hyperactivity disorder based on cognitive and affective neuroscience" supports these results, suggesting the dysregulation of "top-down" mechanisms promote the cognitive alterations and impulsivity
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.