• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-25062009-085635
Documento
Autor
Nome completo
José Pereira Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Chiavegatto, Silvana (Presidente)
Haddad, Luciana Amaral
Vallada Filho, Homero Pinto
Título em português
Estudo dos telômeros em tecido hipocampal de camundongos submetidos a um estresse psicossocial prolongado
Palavras-chave em português
Estresse de subjugação
Hipocampo
Telomerase
Telômero
Resumo em português
O estresse é muito presente na vida das pessoas, e grande parte deste é de origem social. O estresse contínuo induz a uma série de efeitos nocivos no organismo. Estes efeitos também podem ser observados no cérebro, principalmente no hipocampo, onde promove alterações na sua morfologia e função. Recentemente, demonstrou-se uma redução do tamanho dos telômeros em leucócitos de mulheres com alto grau de estresse. Os telômeros são seqüências repetitivas dos nucleotídeos TTAGGG, responsáveis por proteger as extremidades dos cromossomos, e sua manutenção e alongamento é mediado, principalmente, pela enzima telomerase. Telômeros e telomerase têm sido alvos de muitos estudos envolvendo o envelhecimento e morte celular. Assim, o presente trabalho estudou os efeitos do estresse psicossocial prolongado em um modelo animal de subjugação/submissão sobre a biologia telomérica do hipocampo. O modelo de subjugação consistiu em um pareamento dos animais experimentais com um camundongo agressivo por 30 minutos. Camundongos machos jovens adultos da linhagem C57BL/6J passaram por este modelo de estresse diariamente por 21 dias. Observou-se um aumento na temperatura corpórea basal em repouso no 21º dia, bem como diminuição na hipertermia reativa a um estresse agudo de manipulação, demonstrando a efetividade do modelo em indução de estresse. Os tamanhos dos telômeros, a expressão gênica da enzima telomerase e sua atividade protéica foram investigados no hipocampo dos camundongos que sofreram o estresse crônico e comparados com animais do grupo controle. Observou-se, após o período de indução do estresse, uma diminuição em aproximadamente 58% no tamanho relativo médio dos telômeros das células hipocampais nos camundongos submetidos ao estresse psicossocial, quando comparados ao grupo controle. A quantidade de RNAm relativo ao gene da telomerase, bem como sua atividade enzimática, mostraram-se similares entre os grupos controle e experimental. Estes resultados sugerem que o estresse psicossocial prolongado reduz o tamanho dos telômeros do hipocampo de camundongos e que esta redução não parece ser devido a alterações gênicas ou enzimáticas da telomerase. Com este estudo procuramos entender melhor os mecanismos celulares e genômicos cerebrais modulados pelo estresse psicológico prolongado, de natureza social. Uma vez que muitos distúrbios psiquiátricos e neurodegenerativos são provenientes do estresse crônico, nossos resultados fornecem mais subsídios para se evidenciar a importância do ambiente social na saúde mental dos indivíduos.
Título em inglês
Study on telomere biology of hippocampal tissue of mice submitted to a long term psychosocial stress
Palavras-chave em inglês
Defeat stress
Hippocampus
Telomerase
Telomere
Resumo em inglês
Stressor stimuli are part of the daily life and the major part is derived from the social context. Long term stress can be very harmful, and induce several noxious events in the organism. These effects can also be perceived in the central nervous system, particularly in the hippocampus, in which morphological and functional damages may be observed. Recently a correlation of perceived stress and telomere length was demonstrated in leukocytes of stressed women. Telomeres, which are in tanden repeats of the nucleotides TTAGGG, are responsible to protect the extremities of the chromosomes, and it´s maintenance and elongation is mainly mediated by the enzyme telomerase. Telomeres and telomerase have been the targets of many studies in the last years, concerning aging and cell death. In this regard, the present study has investigated the effects of prolonged psychosocial defeat stress model in the telomeric biology of the hippocampus. Male C57Bl/6J young adult mice were submitted to a 21 days of psychosocial stress. We observed a raise in body temperature, as well as a decrease in reactive hyperthermia to the handling stress, demonstrating the effectiveness of this stress model. The telomere length, the transcript levels of telomerase mRNA, and the activity of the enzyme telomerase were also investigated in the hippocampus of psychosocially stressed mouse. A decrease of 58% in average telomere length was observed in the hippocampal cells of stressed mice when compared to control group. Levels of telomerase mRNA and telomerase activity were similar between control and defeat groups. In this study, we intend to better understand the cellular and genomic mechanisms promoted by long term psychological stress, with social nature, in brain. Since many psychiatric and neurodegenerative disorders have chronic stress underlying them, our results reinforce the importance of the social environment on individual mental health.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
josepereirajunior.pdf (934.51 Kbytes)
Data de Publicação
2009-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.