• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2013.tde-24062013-111218
Documento
Autor
Nome completo
Benedito Carlos Miranda da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Louzã Neto, Mario Rodrigues (Presidente)
Silva, Julieta Freitas Ramalho da
Zilberman, Monica Levit
Título em português
Psicodinâmica e qualidade de vida do médico: um estudo transversal em Botucatu-SP
Palavras-chave em português
Apego ao objeto
Ego
Estudos transversais
Mecanismos de defesa
Médicos
Psicodinâmica
Qualidade de vida/psicologia
Questionários/utilização
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A Psicodinâmica é o estudo da interação das forças psíquicas que subsidiam o funcionamento mental. A dinâmica mental interfere na qualidade de vida de um indivíduo, na medida em que modifica a percepção que ele tem da própria existência. O papel da psicodinâmica sobre a qualidade de vida ainda é pouco estudado. OBJETIVOS: Estudar, de forma transversal, a relação entre psicodinâmica e qualidade de vida na população de médicos de Botucatu, para testar a hipótese de que quanto melhor a psicodinâmica do médico melhor a sua qualidade de vida. MÉTODOS: Foram enviados questionários, com carta-resposta, para 602 médicos (população referenciada). As variáveis independentes (Psicodinâmica) foram obtidas por meio de duas escalas: a) Defense Style Questionnaire (DSQ-40), que avalia e classifica os mecanismos de defesa do ego em maduros, neuróticos e imaturos; b) Bell Object Relations and Reality Test Inventory (BORRTI - Forma O), que avalia e classifica as relações objetais (alienação, egocentrismo, vinculação insegura e incapacidade social) em normais e patológicas. As variáveis dependentes (qualidade de vida) foram avaliadas pelo World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Abreviado), que fornece escores para os quatro domínios: físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente. As variáveis moderadoras foram obtidas por meio de um questionário sóciodemográfico. A análise estatística foi feita por meio dos seguintes testes: Shapiro-Wilk, Kolmogorov-Smirnov, Mann-Whitney, Coeficiente de Spearman e modelos de regressão linear com resposta Gamma. Foram utilizados os softwares SPSS versão 17, R versão 2.11.0 e Graph Pad versão 5.0. RESULTADOS: Foram respondidos 198 (33%) questionários válidos. Os seguintes resultados foram obtidos: a média (± desvio padrão) de idade foi de 47,6 (± 11,12) anos e o sexo masculino foi de 53,5%. A presença de perfil patológico nas relações objetais do tipo alienação, egocentrismo e vinculação insegura reduziu os escores dos domínios psicológico (p < 0,001) e relações sociais (p < 0,001), da qualidade de vida. A presença do fator imaturo das defesas do ego reduziu os escores dos domínios físico (p < 0,0001) e meio ambiente (p < 0,0001), da qualidade de vida. DISCUSSÃO: Defesas imaturas do ego dificultam a adaptação do indivíduo à vida profissional e conjugal, enquanto que a presença do perfil patológico das relações objetais leva à dificuldade em manter relacionamentos estáveis e à tendência a manipular as pessoas, apresentando-se socialmente inapto. Ou seja, médicos com esse perfil (de defesas e de relações objetais) devem enfrentar dificuldades para conviver com outras pessoas, inclusive com pacientes. Sua qualidade de vida é pior do que a de médicos com defesas maduras do ego e perfil normal de relações objetais. CONCLUSÕES: A psicodinâmica e a qualidade de vida do médico estão significativamente relacionadas. Os escores da qualidade de vida caem à medida que aumentam os escores das defesas imaturas do ego. Médicos com perfil patológico nas relações objetais apresentam menores escores de qualidade de vida, em relação àqueles com perfil normal
Título em inglês
Psychodynamics and physician quality of life: a cross-sectional study in Botucatu-SP
Palavras-chave em inglês
Cross-sectional studies
Defense mechanisms
Ego
Object attachment
Physicians
Psychodynamics
Quality of life/psychology
Questionnaires/utilization
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Psychodynamics is the study of the psychological forces that underlie mental action. Ego defense mechanisms and object relations are psychodynamic aspects that affect quality of life as they alter people's perceptions of their own life. OBJECTIVES: To assess the influence of ego defense mechanisms and object relations on quality of life in a population of physicians, and thus test our hypothesis that mature ego defenses and normal object relations are associated with better physician quality of life. METHODS: In this cross- sectional study, questionnaires and pre-stamped return envelopes were sent to the population of physicians (602 individuals) living in the city of Botucatu, São Paulo. Psychodynamics was evaluated using the following instruments: a) Defense Style Questionnaire (DSQ-40), which assesses and classifies ego defense mechanisms as mature, neurotic, or immature; b) Bell Object Relations and Reality Test Inventory (BORRTI - Forma O), which assesses and classifies object relations (alienation, egocentricity, insecure attachment, and social incompetence) as either normal or pathological. Quality of life was assessed by the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-BREF) that was developed in the context of four domains of quality of life: physical health, psychological health, social relationships, and environment. Demographic data were obtained via a specific questionnaire. Statistical analyses were performed using the tests of Shapiro-Wilk, Kolmogorov-Smirnov, Mann-Whitney, Spearman's coefficient, and Gamma linear regression models with SPSS v. 17, R v. 2.11.0 and Graph Pad v. 5.0 software. RESULTS: A total of 198 questionnaires (33%) with valid responses were obtained. Among respondents, mean age was 47.6 ± 11 years, and the rate of males was 53.5%. High BORRTI scores (pathology) on the alienation, egocentricity and insecure attachment subscales were associated with reduced WHOQOL-BREF scores for the psychological health (p < 0,001) and social relationships (p < 0,001) domains. Immature ego defense mechanisms were associated with lower WHOQOL-BREF scores for the physical health (p < 0,0001) and environment (p < 0,0001) domains. DISCUSSION: Immature ego defenses impair adjustment to professional and marital life, while pathological object relations lead to difficulty in sustaining stable relationships and tendency to manipulate others, hence social ineptitude. Physicians with immature defenses and pathological object relations are, therefore, likely to find it hard to relate with other people, including patients. Their quality of life is worse in comparison with that of physicians with mature ego defenses and normal object relations. In the study population, both immature ego defenses and pathological object relations were associated with lower quality of life. CONCLUSIONS: Among physicians, quality of life is influenced by its psychodynamics, herein assessed through ego defense mechanisms and object relations
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-24
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MIRANDA, B., and LOUZÃ, M. R. The physician's quality of life : Relationship with ego defense mechanisms and object relations [doi:10.1016/j.comppsych.2015.07.012]. Comprehensive Psychiatry [online], 2015, vol. 63, p. 22-29.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.