• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2006.tde-19102006-103302
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Moya Martins
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Lotufo Neto, Francisco (Presidente)
Alvarenga, Marle dos Santos
Andreoli, Sérgio Baxter
Gorenstein, Clarice
Mercadante, Marcos Tomanik
Título em português
"Validação da sessão de transtornos alimentares do DAWBA (levantamento sobre o desenvolvimento e bem-estar de crianças e adolescentes)"
Palavras-chave em português
Adolescente
Anorexia nervosa/epidemiologia
Anorexia nervosa/diagnóstico
Bulimia/diagnóstico
Bulimia/epidemiologia
Conduta na alimentação
Criança
Questionários
Resumo em português
Esta tese teve por objetivo validar e pesquisar a confiabilidade da Sessão de Transtornos Alimentares do DAWBA (“Development and Well-Being Assessment”), um pacote de entrevistas e técnicas de avaliação planejado para ser aplicado por entrevistadores sem experiência clínica prévia, para rastrear e diagnosticar transtornos alimentares em crianças e adolescentes do sexo feminino, de 7 a 17 anos, em estudos epidemiológicos. Participaram deste estudo 174 crianças e adolescentes de 8 a 17 anos, do sexo feminino, procedentes de três grupos: (1) 48 meninas com transtornos alimentares; (2) 55 controles clínicos – 21 em tratamento para depressão unipolar, 14 em tratamento para transtorno obsessivo-compulsivo e 20 em tratamento para doença gastrointestinal – e (3) 71 controles comunitários. Um dos pais de cada menina também foi entrevistado com o instrumento. Foram eleitos sujeitos destes três grupos para pesquisar a validade discriminante do instrumento quanto à sua capacidade de diferenciar jovens com transtornos alimentares e outros transtornos físicos ou psiquiátricos mimetizantes. O diagnóstico da presença ou não de transtorno alimentar – anorexia e bulimia nervosas e síndromes parciais - em cada sujeito, foi gerado utilizando-se três métodos diferentes independentes: (1) diagnóstico padrão-ouro, baseado no DSM-IV e CID-10, estabelecido através de entrevista clínica livre do pai e da menina juntos, realizada por psiquiatra infantil especialista em transtornos alimentares, cego para o grupo de origem da menina; (2)diagnóstico preliminar do computador gerado por algoritmo específico baseado na CID-10 e DSM-IV levando em considerando a informação estruturada coletada pelo instrumento e (3) diagnóstico final DAWBA, estabelecido por especialista treinado, baseado na CID-10 e DSM-IV, através da revisão cuidadosa dos relatórios fornecidos pelo software DAWBA com o resumo das informações colhidas com o instrumento. A validade concorrente dos diagnósticos DAWBA (preliminar do computador e final) foi pesquisada mediante comparação com o diagnóstico padrão ouro. A confiabilidade teste-reteste foi pesquisada reaplicando o instrumento duas ou três semanas após a primeira utilização, em 55 sujeitos (7 com transtornos alimentares, 20 controles clínicos e 28 controles comunitários). Os aplicadores estiveram cegos (tanto no teste quanto no reteste) para o grupo de origem do sujeito. Pesquisou-se a consistência interna (Alfa de Crombach) e os melhores pontos de corte das cinco questões de rastreamento, bem como sua sensibilidade e especificidade. Houve diferença significativa na média de idade entre os grupos com transtornos alimentares (média de 16,0 anos) e controles clínicos (média de 14,5 anos). Para a detecção de qualquer transtorno alimentar segundo o DSM-IV e a CID-10, o diagnóstico final pelo DAWBA apresentou sensibilidade de 100% e especificidade de 94%. Houve boa concordância teste-reteste (Kappa de 0,81) e boa consistência interna das questões de rastreamento, sendo o Alfa de Crombach de 0,76 na entrevista com as meninas e 0,81 na entrevista dos pais. Os melhores pontos de corte nas questões de rastreamento foram de dois e três, observando que, para um ponto de corte de três a sensibilidade foi de 89,8% em ambas as entrevistas (meninas e pais) e a especificidade de 85,6% na entrevista das meninas e 85,5% na entrevista dos pais. Foram limitações do estudo a diferença significativa na média de idade entre os grupos ‘com transtornos alimentares’ e ‘controles clínicos’, a não inclusão de crianças com transtornos alimentares menores de 11 anos e a impossibilidade de estabelecer comparações entre os grupos com relação a variáveis sócio-econômicas. Desta forma, pode-se concluir com o presente estudo que a Sessão de Transtornos Alimentares do DAWBA apresenta boa validade e confiabilidade no rastreamento e diagnóstico de transtornos alimentares em crianças e adolescentes do sexo feminino e tem aplicabilidade tanto em pesquisa clínica quanto em estudos epidemiológicos comunitários.
Título em inglês
Validation of The Eating Disorders Section of the DAWBA (Development and Well-Being Assessment)
Palavras-chave em inglês
Questionnaires
Adolescent
Anorexia nervosa/diagnosis
Anorexia nervosa/epidemiology
Bulimia/diagnosis
Bulimia/epidemiology
Child
Feeding behavior
Resumo em inglês
This thesis concerns the validation and investigation of the reliability of The Eating Disorders Section of The Development and Well-eing Assessment (DAWBA), a package of interviews and assessment techniques designed to be administered by trained interviewers without previous experience in eating disorders, for screening and diagnosis in epidemiological studies of eating disorders in female children and adolescents, from 7 to 17 years old. This study was carried out with the participation of 174 female children and adolescents, from 8 to 17 years old, recruited from three groups: (1)48 girls with eating disorders; (2) 55 clinical controls – 21 in treatment for unipolar depression, 14 for obsessive compulsive disorder and 20 for gastrointestinal disease – and (3) 71 community controls. One of the parents of each girl was also interviewed with the measure. Subjects were recruited from the three groups to assess the discriminant validity of the measure concerning its ability in discriminate girls with eating disorders from other mimicking psychiatric or physic disorders. The diagnosis of the presence or not of eating disorder in each subject – anorexia, bulimia nervosa and partial syndromes – was made using three different independent methods – (1) gold standard diagnosis, based on DSM-IV and ICD-10, assigned through free clinical interview of the parent and the girl together, made by a child and adolescent psychiatrist specialized in eating disorders, blind to the group of origin of the girl; (2) preliminary computer diagnosis, generated by a specific algorithm based on ICD-0 and the DSM-IV, using the structured information collected with the measure and (3) final DAWBA diagnosis, established by a trained specialist, based on DSM-IV and ICD-10, through the careful review of the information on the reports provided by the DAWBA software, containing the abstracts of the information collected by the measure. The concurrent validity of the DAWBA diagnoses (computer preliminary and final) was assessed through the comparison with the gold standard. The test-retest reliability was assessed reassessing 55 subjects (7 with eating disorders, 20 clinical controls and 28 community controls) with the measure two or three weeks after the first assessment. The DAWBA interviewers were blind (both in test and retest) for the origin group of the subject. Internal consistency (Crombach Alpha), best cutoffs in the screening questions, sensibility and specificity were assessed. There was a significant difference in mean age between the eating disorder (mean = 16 years) and clinical control (mean = 14,5 years) groups. For the detection of any eating disorder according the DSM-IV and ICD-10, the final DAWBA diagnosis presented sensibility of 100% and specificity of 94%. There was good test-retest agreement (Kappa = 0,81) and good internal consistency in the screening questions, being the Crombach Alpha of 0,76 in the girls interview and 0,81 in the parent interview. The best cutoffs on the screening questions were two and three, noting that for a cutoff of three the sensibility was 89,8% in both interviews (girls and parents) and the specificity was 85,6% for the girls interview and 85,5% for the parent interview. The significant difference in mean age between the eating disorder and clinical control groups, not including children with eating disorders younger than 11 years old and the absence of comparisons of social economic variables between groups were limitations of this study. In summary, the present study shows that The Eating Disorders Section of the DAWBA has good validity and reliability for the screening and diagnosis of female children and adolescents with eating disorders and has applicability both in clinical and community settings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tatianamoyatese.pdf (3.97 Mbytes)
Data de Publicação
2006-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.