• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-11052015-143031
Documento
Autor
Nome completo
Jefferson Cunha Folquitto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Bottino, Cassio Machado de Campos (Presidente)
Alves, Tania Corrêa de Toledo Ferraz
Blay, Sérgio Luís
Brucki, Sônia Maria Dozzi
Título em português
Prevalência de sintomas depressivos em pacientes com demência: correlação com sintomas neuropsiquiátricos e déficits nas atividades de vida diária
Palavras-chave em português
Atividades cotidianas
Demência
Depressão
Doença de Alzheimer
Epidemiologia
Idoso
Prevalência
Transtorno depressivo
Resumo em português
INTRODUÇÃO. Transtornos Depressivos são altamente prevalentes em idosos com demência e estão associados com pior qualidade de vida, maior prevalência e gravidade de sintomas comportamentais, maior necessidade de institucionalização e utilização de serviços de saúde, maior morbidade e mortalidade e maior sobrecarga do cuidador. No entanto, em países em desenvolvimento, existem poucos estudos investigando sintomas depressivos em indivíduos com demência. OBJETIVO E MÉTODOS. Uma amostra populacional de 1563 indivíduos com 60 anos de idade ou mais provenientes de três diferentes classes socioeconômicas (alta, média e baixa) da cidade de São Paulo, Brasil. Os sujeitos foram avaliados no domicílio (fase de rastreamento) e no hospital (fase diagnóstica). Na fase de rastreamento, foram aplicados: Mini-Mental State Examination (MMSE), Fuld Object Memory Evaluation (FOME), Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly (IQCODE) e Bayer - Activity of Daily Living (B-ADL). Na fase diagnóstica, foram utilizados: Cambridge Mental Disorders of the Elderly Examination (CAMDEX), B-ADL, Clinical Dementia Rating (CDR), Cornell Scale for Depression in Dementia (CSDD) e Neuropsychiatric Inventory (NPI). O diagnóstico de demência foi feito de acordo com os critérios do DSM-IV-TR e dois pontos de corte na CSDD (>= 7 e >= 12) foram utilizados para quantificar os sintomas depressivos. RESULTADOS. Nos 102 pacientes com demência, usando um corte de >= 7 na CSDD, as taxas de prevalência de sintomas depressivos para os grupos Demência, Doença de Alzheimer (DA) e Demência Vascular (DV) foram, respectivamente, 46.1%, 40.6% e 44.4%. Considerando CSDD >= 12, as prevalências foram: 27.5%, 17.2% e 44.4%. O grupo DV apresentou mais sintomas depressivos que o grupo DA. Pacientes deprimidos mostraram maior prejuízo nas Atividades de Vida Diária e mais Sintomas Neuropsiquiátricos em todos os grupos. CONCLUSÃO. Sintomas depressivos foram altamente prevalentes em pacientes com demência no Brasil e sujeitos com DV apresentam mais sintomas que pacientes com DA. Sintomas Neuropsiquiátricos foram associados a sintomas depressivos. Estes resultados sugerem que sintomas depressivos, mesmo quando não preenchem critérios para depressão maior, parecem causar prejuízo funcional em pacientes com demência
Título em inglês
Prevalence of depressive symptoms in demented elderly, and the relationship with neuropsychiatric symptoms and activities of daily living impairment
Palavras-chave em inglês
Activities of daily living
Aged
Alzheimer disease
Dementia
Depressive disorder
Depressive symptoms
Epidemiology
Prevalence
Resumo em inglês
INTRODUCTION. Depressive disorders are more prevalent in demented elderly and are associated with impaired quality of life, greater prevalence and severity of behavioral symptoms, increased need for institutionalization and health care utilization, higher morbidity and mortality, and greater caregiver burden. However, studies investigating depressive symptoms in demented elderly from developing countries are scarce. OBJECTIVE AND METHODS. A community-based sample of 1563 elderly subjects aged 60 or older from three different socioeconomic classes (high, medium and low) of the city of São Paulo, Brazil. The subjects were assessed at home (screening phase) and hospital (diagnostic phase). The following instruments were applied in screening phase: Mini-Mental State Examination (MMSE), Fuld Object Memory Evaluation (FOME), Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly (IQCODE) and Bayer - Activity of Daily Living (B-ADL). In diagnostic phase were applied: Cambridge Mental Disorders of the Elderly Examination (CAMDEX), B-ADL, Clinical Dementia Rating (CDR), Cornell Scale for Depression in Dementia (CSDD), and Neuropsychiatric Inventory (NPI). The diagnosis of dementia was made according to DSM-IV-TR, and two CSDD cut-off scores (>=7 and >=12) were applied to quantify depressive symptoms. RESULTS. In 102 demented patients, using the CSDD >=7, the prevalence rate of depressive symptoms for sample with Dementia, Alzheimer's Disease (AD) and Vascular Dementia (VaD) groups was, respectively, 46.1%, 40.6% and 44.4%. Considering CSDD >= 12, the prevalence was 27.5%, 17.2% and 44.4%. Vad group had more DS when compared with AD group. Depressed patients presented higher Activities of Daily Living Impairment and more Neuropsychiatric Symptoms in all groups. CONCLUSION. Depressive symptoms were highly prevalent in Brazilian demented patients, and VaD patients presented more symptoms that AD patients. Neuropsychiatric symptoms were associated with depressive symptoms. These results suggested that depressive symptoms, even not meeting criteria for major depression, seem to cause functional impairment in demented patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.