• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Livia Beraldo de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Arthur Guerra de (Presidente)
Hochgraf, Patricia Brunfentrinker
Alves, Tania Corrêa de Toledo Ferraz
Mazo, Daniel Ferraz de Campos
Título em português
Caracterização dos pacientes portadores de hepatite C antes do tratamento com antivirais de ação direta: ênfase no impacto do álcool nos sintomas de depressão e ansiedade
Palavras-chave em português
Abuso de álcool
Antivirais
Depressão
Hepacivirus
Hepatite C
Transtornos de ansiedade
Uso de álcool
Resumo em português
Introdução: Indivíduos com infecção pelo vírus de Hepatite C (HCV) frequentemente apresentam uso de álcool, contudo, pacientes com consumo moderado ainda são pouco estudados, especialmente, sobre qual o impacto desse uso de álcool nos sintomas depressivos e ansiosos. Objetivos: Caracterização dos pacientes portadores de HCV e investigação do impacto do uso moderado de álcool na presença e intensidade dos sintomas de depressão e ansiedade nessa população. Métodos: Foram selecionados 109 indivíduos, portadores de HCV, provenientes dos ambulatórios de Hepatologia e Moléstias Infecciosas do Hospital das Clínicas da FMUSP, que aguardavam o início do tratamento para HCV. Os pacientes foram submetidos à entrevista psiquiátrica, análise dos dados clínicolaboratoriais e elastografia hepática transitória não invasiva com FibroScan®; os sintomas depressivos e ansiosos foram avaliados por meio das escalas de BDI e BAI. Os participantes foram divididos em dois grupos, de acordo com o consumo de álcool, baseado em pontuação positiva na segunda questão do ASSIST (teste de triagem para o uso de álcool, tabaco e outras substâncias). O grupo com ASSIST positivo para uso de álcool foi comparado ao grupo com ASSIST negativo para uso de álcool, referente aos dados sociodemográficos, clínicos, sintomas depressivos e ansiosos. Resultados: Nessa amostra, 44% dos participantes encontravam-se na faixa etária a partir dos 60 anos, 59% eram do gênero masculino, 59% casados e 53% completaram o ensino fundamental I. Em relação às características relacionadas ao HCV: 82% apresentavam o genótipo tipo 1 e 61% apresentavam avaliação da fibrose hepática pelo FibroScan®, entre F3 e F4. Ao comparar os grupos com ASSIST positivo e negativo para uso de álcool, não foram observadas diferenças significativas nos dados sociodemográficos, clínicolaboratoriais, sintomas depressivos e ansiosos. Ao associar o uso moderado de álcool, bem como sintomas depressivos (BDI) e ansiosos (BAI), não foi encontrada diferença estatisticamente significante entre os grupos. Conclusão: Nessa amostra, o uso moderado de álcool, em indivíduos portadores de HCV não submetidos ao tratamento com antivirais de ação direta, não foi associado à maior intensidade de sintomas depressivos e ansiosos
Título em inglês
Characterization of patients with hepatitis C infection before treatment with direct-acting antivira emphasis on the impact of alcohol use on depression and anxiety symptoms
Palavras-chave em inglês
Alcohol abuse
Alcoholism
Antivirals
Anxiety disorders
Depression
Hepacivirus
Hepatitis C
Resumo em inglês
Background: Individuals with hepatitis C virus infection (HCV) frequently present alcohol use; however, patients with moderate alcohol consumption are still poorly studied, especially regarding the impact of this alcohol use on depressive and anxiety symptoms in patients with HCV. Aims: Characterization of patients with HCV and investigation of the impact of moderate alcohol use on the presence and intensity of symptoms of depression and anxiety in this population. Methods: We selected 109 individuals with HCV from the Hepatology and Infectious Diseases clinics of the Hospital das Clinicas of FMUSP, who were waiting to start HCV treatment. Those patients were submitted to a psychiatric interview, analysis of clinical and laboratory data and non-invasive transient hepatic elastography with FibroScan®; depressive and anxiety symptoms were evaluated using the BDI and BAI scales. Participants were divided into two groups according to alcohol consumption based on a positive score on the second point of the ASSIST (screening test for alcohol, tobacco and other substances). The positive ASSIST group for alcohol use was compared to the negative ASSIST group for alcohol use, referring to socio-demographic, clinical data, and depression and anxiety symptoms. Results: In this sample, 44% of the participants were above 60 years old, 59% were males, 59% were married, and 53% completed elementary education I. In relation to HCV-related characteristics, 82% were type 1 genotype and 61% presented FibroScan® assessment of hepatic fibrosis between F3 and F4. When comparing the groups with positive and negative ASSIST for alcohol use, no significant differences were observed in sociodemographic, clinical and laboratory data or depression and anxiety symptoms. By associating moderate use of alcohol and depression (BDI) and anxiety (BAI) symptoms, no statistically significant difference was found between the groups. Conclusion: In this sample, the moderate use of alcohol in HCV patients not submitted to treatment with direct-acting antivirals was not associated with a greater intensity of depression and anxiety symptoms
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.