• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2004.tde-01042008-151226
Documento
Autor
Nome completo
Luis Fernando Farah de Tófoli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Laura Helena Silveira Guerra de (Presidente)
Benseñor, Isabela Judith Martins
Botega, Neury Jose
Elkis, Helio
Menezes, Paulo Rossi
Título em português
Investigação categorial e dimensional sobre sintomas físicos e síndromes somatoformes na população geral
Palavras-chave em português
Epidemiologia psiquiátrica
Estudos transversais
Serviços de saúde/estatística & dados numéricos
Sintomas físicos sem explicação médica
Somatização
Transtornos somatoformes
Resumo em português
ANTECEDENTES: Sintomas somatoformes são freqüentes e estão associados com sofrimento mental na população geral e em diversos níveis de atenção. Grande parte da interações que subjazem a estas associações são pouco conhecidas ou mesmo desconhecidas. OBJETIVOS E MÉTODOS: A partir de revisão bibliográfica, investigar: a) a história dos quadros clínicos de somatização; b) suas diversas categorias segundo conceitos contemporâneos psiquiátricos e não-psiquiátricos (transtornos somatoformes, transtornos dissociativos-conversivos, síndrome da fadiga crônica, fibromialgia, síndrome do cólon irritável etc.); c) fatores associados e hipóteses etiológicas para estes fenômenos. Através de dados provenientes do Estudo de Área de Captação do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Andrade et al., 1994) - um estudo transversal de morbidade física e psiquiátrica que entrevistou uma amostra representativa dos bairros paulistanos de Vila Madalena e Jardim América - explorar a prevalência e classificação de sintomas físicos relatados, em especial aqueles sem explicação médica (SEM). Avaliar através de regressão logística as associações entre: a) síndromes somatoformes e variáveis demográficas; b) síndromes somatoformes e uso de medicamentos e serviços de saúde; c) sintomas físicos de qualquer tipo (QT) e SEM com variáveis demográficas; e d) sintomas físicos QT e SEM com transtornos mentais. Pesquisar, através de análise de classes latentes de respostas dicotômicas para a presença ou não de 36 sintomas físicos SEM: a) agrupamento de indivíduos em classes (análise de aglomeração, ou cluster); e b) agrupamento de sintomas em dimensões (análise fatorial). Foram realizadas 1.464 entrevistas com o Composite International Diagnostic Interview (CIDI), entrevista estruturada diagnóstica para transtornos mentais, incluindo transtornos somatofomes e dissociativos; e um caderno de variáveis demográficas, doenças físicas crônicas, uso de serviços médicos ou psicológico e consumo de medicamentos. RESULTADOS: Ausência de associação entre síndomes somatoformes e variáveis demográficas. Associação entre síndromes somatoformes e maior uso de serviços de saúde e de medicamentos. Associação de características demográficas com certos sintomas físicos QT e SEM. Sintomas físicos QT e SEM estão associados com transtornos mentais de uma forma geral. Alguns sintomas físicos (desmaios, dispnéia, dores no peito, dores nos membros, formigamento, metrorragia, fraqueza muscular, nó na garganta, poliúria, taquicardia e tonturas) encontram-se associados com vários dos transtornos mentais testados. Os indivíduos se aglomeraram em duas classes, uma pauci- e outra polissintomática; a classe polissintomática se mostrou associada com doenças físicas, transtornos mentais e uso de serviços de saúde. Os sintomas se agruparam em um único fator, indicando a existência de uma dimensão de somatização na população geral.
Título em inglês
Categorical and dimensional investigation on physical symptoms and somatoform syndromes in the general population
Palavras-chave em inglês
Cross-sectional studies
Health services/statistics & numerical data
Medically unexplained physical symptoms
Psychiatric epidemiology
Somatization
Somatoform disorders
Resumo em inglês
BACKGROUND: Somatoform symptoms are frequent and are associated with mental distress in several settings and in the general population. Many of these interactions are not well understood or not understood at all. OBJECTIVE AND METHODS: Based on bibliographical research, to investigate: a) the history of somatization-related illnesses; b) its many categories according to contemporary psychiatric and non-psychiatric concepts (somatoform disorders, dissociative-conversive disorders, chronic fatigue syndrome, fibromyalgia, irritable bowel syndrome etc.); c) associated factors and etiological hypothesis for these phenomena. Using data available from the University of São Paulo Institute of Psychiatry Epidemiologic Catchment Area Study (Andrade et al., 1994) - a cross-sectional survey of physical and psychiatric morbidity which interviewed a representative sample of São Paulo city boroughs of Vila Madalena and Jardim América - to explore the prevalence and classification of reported physical symptoms in general, and specifically those which are medically unexplained (MU). To appraise, using logistic regression, the following associations: a) somatoform syndromes and demographic variables; b) somatoform syndromes and use of medication and health services; c) MU symptom and any type (AT) of symptom with demographic variables; and d) MU and AT physical symptoms with mental disorders. To probe, through latent class analysis of yes or no answers for 36 MU physical symptoms: grouping of subjects in classes (cluster analysis); and b) grouping of symptoms in dimensions (factor analysis). One-thousand, four-hundred and sixty-four interviews were performed using the Composite International Diagnostic Interview (CIDI), structured diagnostic interview for mental disorders, including somatoform and dissociative disorders; and a form of demographic variables, chronic physical diseases, use of medical and psychological services and medication intake. RESULTS: No association between somatoform syndromes and demographic variables. Association between somatoform syndromes and increased use of services and medication intake. Association between demographic variables and certain MU/AT symptoms. Physical symptoms AT/MU are associated with mental disorders, in general. Some physical symptoms (fainting, dyspnea, chest pain, arm or leg pain, tingling, heavy menses, muscle weakness, lump in throat, polyuria, palpitations and dizziness) are associated with many of the studied mental disorders. Subjects were clustered into two classes, with low and high symptom scoring; the high scoring class was associated with physical diseases, mental disorders, use of health services and medication intake. Symptoms were grouped into one single factor, pointing to the existence of a somatization dimension in the general population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.