• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2009.tde-09062009-171420
Documento
Autor
Nome completo
Ana Julia Pantoja de Moraes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Silva, Clovis Artur Almeida da (Presidente)
Damiani, Durval
Escobar, Ana Maria de Ulhoa
Hilário, Maria Odete Esteves
Ronchezel, Marcos Vinícius
Título em português
Avaliação da função gonadal em pacientes do sexo masculino com dermatomiosite e polimiosite
Palavras-chave em português
Dermatomiosite
Espermatozóides
Gônadas
Hormônios
Masculino
Polimiosite
Ultra-sonografia
Resumo em português
Objetivo: Avaliar a função gonadal de homens com miopatias inflamatórias idiopáticas (MII). Métodos: Vinte e cinco pacientes com MII foram avaliados e comparados com 25 homens saudáveis. Os pacientes foram subdivididos em dois sub-grupos de acordo com as alterações dos espermatozóides: grupo A (n=10, duas ou mais das seguintes alterações: terato/oligo/astenozoospermia ou azoospermia) e grupo B (n=15, teratozoospermia). Foram realizados: exame urológico, ultra-sonografia testicular, análise dos espermatozóides (critérios da OMS e Kruger), pesquisa dos anticorpos anti-espermatozóides e dosagens hormonais Nos subgrupos foram também avaliados: Disease Activity Score (DAS), Visual Analogue Scale (VAS), Manual Muscle Testing (MMT), myositis disease activity assessment visual analogue scales (MYOACT), myositis intention to treat activity index (MITAX), Myositis damage index [MDI], enzimas musculares e tratamento. Resultados: Pacientes apresentaram alterações nos espermatozóides comparados com controles com freqüência maior de nível elevado de FSH (20% versus 0%, p=0,05). O sub-grupo A apresentou freqüência e mediana maior do nível de CK (p=0,001 e p=0,001) assim como DAS (p=0,01), VAS (p=0,051), MMT (p=0,003). As medianas dos volumes testiculares foram menores no grupo A (direito, p=0,015 e esquerdo, p=0,025). As medianas dos parâmetros espermáticos foram reduzidas no grupo A [contagem total (p=0,0001); motilidade (p=0,0001); morfologia pela OMS (p=0,0001) e por Kruger (p=0,0001). A mediana de FSH foi elevada (p=0,035) e de androstenediona foi reduzida (p=0,02) no sub-grupo A. Afrequência de ciclofosfamida foi similar nos grupos (30% versus 6%, p=0,26). Conclusões: Atividade da doença foi o principal fator contribuinte para disfunção gonadal. Hipogonadismo hipergonadotrófico pode explicar as alterações anatômicas e funcionais observadas
Título em inglês
Gonadal function evaluation in male patients with dermatomyositis and polymyositis
Palavras-chave em inglês
Dermatomyositis
Gonads
Hormones
Male
Polymyositis
Spermatozoa
Ultrasonography
Resumo em inglês
Objective: To perform a global gonad evaluation in male idiopathic inflammatory myopathies (IIM) patients. Methods: Twentyfive consecutive IIM were compared to 25 age-matched healthy subjects. Patients were subdivided in two groups according to the severity of sperm abnormalities: group A (at least two of the following terato/oligo/asthenozoospermia or azoospermia) and group B (teratozoospermia). Patients and controls underwent a systematic assessment consisting of: urologic examination, testicular ultrasound, semen analysis and hormones. Patients´ serum CK levels, visual analogue scale (VAS), disease activity score (DAS), manual muscle testing (MMT), myositis disease activity assessment visual analogue scales (MYOACT), myositis intention to treat activity index (MITAX), and Myositis damage index (MDI) were evaluated. Results: Several sperm variables were significantly altered compared to controls (p<0.05). The subgroup analysis according to the severity of sperm alterations revealed that the frequency of elevated CK and its median level was significantly higher in group A (p=0.001 and p=0.001), as also was DAS, VAS and MMT (p=0.01; p=0.051 and p=0.03). The median of testicular volumes were lower in group A (right p=0.015 and left p=0.025). All median sperm parameters were lower in group A (total sperm count, p=0.0001; total motile sperm count, p=0.0001; and sperm morphology by Kruger p=0.0001 and WHO p=0.0001). Higher median FSH (p=0.035) and lower median androstenedione levels (p=0.02) were observed in group A. The frequency of cyclophosphamide was similar in both groups (30% vs. 6%, p=0.26). Conclusions: Active disease was the major contributing factor for severe gonad dysfunction. The hypergonadotrophic hypogonadism may explain the anatomical and dysfunctional alterations observed
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Anajuliapmoraes.pdf (2.11 Mbytes)
Data de Publicação
2009-06-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.