• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-08082016-083044
Documento
Autor
Nome completo
Claudio Carneiro Borba
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Cristofani, Lilian Maria (Presidente)
Mendrone Junior, Alfredo
Troster, Eduardo Juan
Título em português
Fatores que influenciaram nos resultados das coletas de células progenitoras hematopoéticas em crianças portadoras de neuroblastoma avançado
Palavras-chave em português
3-iodobenzilguanidina
Células-tronco
Células-tronco hematopoéticas
Criança
Fator estimulador de colônias de granulócitos
Mobilização de células-tronco hematopoéticas
Neuroblastoma
Resumo em português
Objetivos: Avaliar os resultados das coletas de células hematopoéticas CD34+, por aférese, em crianças portadoras de neuroblastoma tratadas no Serviço de Oncologia e Hematologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; estudar os fatores (idade, peso, estimulação com quimioterapia, dose do G-CSF, uso terapêutico de 131I-MIBG e tempo entre exposição à quimioterapia prévia) que influenciaram na mobilização e no rendimento da coleta de células CD34+ no sangue periférico e associar a quantidade de células CD34+ obtidas com a evolução clínica do paciente. Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo de pacientes com neuroblastoma submetidos à coleta de células-tronco hematopoéticas entre janeiro de1989 e junho 2012. Resultados: Avaliados 45 prontuários de crianças com idade mediana de 3,1 anos (0-12 anos), 26 (57%) apresentavam metástase em medula óssea ao diagnóstico. O tempo entre diagnóstico e o início da mobilização foi em média 19,7 ± 12 meses (mediana de 15,8 meses). Dos pacientes estudados, 11/45 (24,4%) receberam 131I-MIBG terapêutico antes da mobilização. Somente cinco pacientes (11,1%) receberam quimioterapia associada ao G-CSF para mobilização; as demais 40 crianças (88,9%) receberam exclusivamente G-CSF na dose média 26,5 ± 5,3 ug/kg/dia (mediana 28 ug/kg/dia). Não houve correlação entre o número máximo de células CD34+ no sangue periférico com a idade (p=0,9), com o peso (p=0,63), com a dose do G-CSF (p=0,46) ou com o intervalo entre o diagnóstico e o início da mobilização (p=0,09). A mediana da quantificação de células CD34+/uL no sangue periférico foi de 36,6 células, média de 45,2 ± 42,6 (mínimo 1,7 e máximo 236,3). Pacientes que haviam recebido 131I-MIBG previamente à mobilização apresentaram menor número de células CD34+/uL no sangue periférico (p=0,04). Em 26 pacientes (57,8%) foi possível coletar mais de 2,0x106 células CD34+/Kg na primeira coleta e em 19 pacientes (42,2%) foram necessárias mais de uma coleta, sendo que, oito pacientes (17,8%) apresentaram falha de mobilização. Os pacientes que apresentaram menor quantidade de células CD34+/uL no sangue periférico (<= 12) não conseguiram número maior ou igual a 2,0x106 células CD34+/Kg em 81,8% das coletas. O número mediano de células infundidas foi de 2,66 x106 células CD34+/Kg (média 3,38 ±1,6; mínimo 1,8; máximo 8,74 x106 CD34+/Kg). Os pacientes apresentaram contagem de leucócitos maior que 1000/mm3 e de plaquetas maior 50000/mm3 por dois dias consecutivos em média, no dia 13 ± 10 e no dia 46 ± 33, respectivamente, após infusão. Conclusões: A coleta de células-tronco hematopoéticas por aférese foi factível em todos os pacientes do estudo. Não houve influência significativa da idade, do peso, da dose do G-CSF e do tempo entre diagnóstico e inicio da mobilização, no número máximo de células. O uso prévio à coleta de 131I-MIBG terapêutico parece influenciar negativamente no pico de células CD34+ no sangue periférico (p=0,04). A contagem de células CD34+ no sangue periférico é importante fator preditivo do resultado das coletas de células progenitoras hematopoéticas CD34+ por aférese
Título em inglês
Factors influencing results of peripheral hematologic progenitor cells harvesting in children with advanced Neuroblastoma
Palavras-chave em inglês
3-iodobenzylguanidine
Child
Granulocyte colony-stimulating factor
Hematopoietic stem-cells
Hematopoietic stem-cells mobilization
Neuroblastoma
Stem-cells
Resumo em inglês
Objectives: To evaluate the results of peripheral hematopoietic CD34+ stem cells harvesting in children with neuroblastoma treated at Serviço de Oncologia e Hematologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; regarding age, weight, stimulation with chemotherapy, G-CSF dose, time between diagnosis and the mobilization beginning and therapeutic 131I-MIBG use and the influence in mobilization and peripheral harvesting of autologous hematopoietic stem cells and to associate the amount of CD34+ cells obtained with the patient's clinical evolution. Methods: Between January 1989 and June 2012, children with neuroblastoma underwent to mobilization and peripheral hematopoietic stem cell harvesting and were retrospectively analyzed. Results: The charts of 45 children were reviewed. Median age was 3.1 years (0-12years), and 26 (57%) had metastases in bone marrow at diagnosis. Average time between diagnosis and mobilization was 19.7 ± 12 months (median, 15.8 months). 11/45 (24.4%) received therapeutic 131I-MIBG prior to mobilization. The average G-CSF dose was 26.5 ± 5.3mg/kg/day (mean 28mg/kg/day). There was no correlation between the absolute number of peripheral CD34+ cells and age (p=0.9), weight (p=0.63), G-CSF dose (p=0.46) or the range between diagnosis and early mobilization (p=0.09). The median quantification of CD34+ cells/uL in peripheral blood was 36.6, average 45.2 ±42.6 (minimum 1.7 and maximum 236.3 CD34+ cells/uL). Patients who had received therapeutic 131I-MIBG prior to mobilization, showed fewer absolute amount of CD34+/uL cells in peripheral blood (p=0.04). In 26 patients (57.8%) it was possible to harvest more than 2.0 x106 CD34+ cells/kg at first apheresis and in 19 patients (42.2%) more than one collection were necessary, and eight patients (17.8 %) failure to mobilize. Patients presenting less than 12 CD34+ cells/uL in peripheral blood on the harvesting day failed to reach more then 2.0x106 cells CD34+/kg in 81.8% of the apheresis procedures. It was infused a median number of 2.66 x106 CD34+ cells/kg (mean 1.6 ± 3.38; min 1.8; max 8.74 x106 CD34+ cells/kg). After the stem cells infusion, patients had white blood cells count greater than 1000/mm3 and platelet greater than 50,000/mm3 for two consecutive days on average after 13 ±10 and 46 ± 33 days, respectively. Conclusions: The hematopoietic stem cells harvesting was feasible in all patients included in this report. The G-CSF dose, age, weight and the period between harvesting and diagnosis showed no influence in mobilization and harvesting of autologous hematopoietic stem cells, however the absolute number of peripheral blood CD34+ cells/uL is an important predictive factor for the harvesting outcome. Additionally our findings support for the first time the notion that the use of therapeutic 131I-MIBG could have a negative impact in mobilization of peripheral blood stem cells in children with neuroblastoma
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.