• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2004.tde-08082005-121343
Documento
Autor
Nome completo
Albert Bousso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Ejzenberg, Bernardo (Presidente)
Carvalho, Werther Brunow de
Ceccon, Maria Esther Jurfest Rivero
Gilio, Alfredo Elias
Vaz, Flavio Adolfo Costa
Título em português
"Avaliação da relação entre espaço morto e volume corrente como índice preditivo de sucesso na retirada da ventilação mecânica de crianças gravemente enfermas"
Palavras-chave em português
ADOLESCÊNCIA
ANÁLISE MULTIVARIADA
CRIANÇA
ESPAÇO MORTO RESPIRATÓRIO
ESTUDOS DE AVALIAÇÃO
ESTUDOS DE COORTES
INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA/terapia
MEDIDAS DE VOLUME PULMONAR/métodos
PNEUMOPATIAS/terapia
RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL/métodos
VALOR PREDITIVO DOS TESTES
Resumo em português
O momento ideal para a extubação de crianças graves é ainda difícil de ser avaliado. A razão entre espaço morto e volume corrente (Vd/Vt), como valor preditiva de extubação bem sucedida, já foi testada em adultos e crianças. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia do Vd/Vt, como preditivo do sucesso da extubação, em crianças de uma UTI pediátrica geral. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, testou-se o Vd/Vt em 86 pacientes extubados num período de 16 meses. Nos estudos estatísticos o índice Vd/Vt médio não discriminou os grupos de falha e sucesso na extubação nas análises uni e multivariada. O valor do índice, com corte em 0,65, foi limitado na sensibilidade e especificidade e mediano na razão de verossimilhança. O estudo sugere que o índice Vd/Vt, pode ser considerado como complementar aos dados de avaliação clínica no momento da extubação.
Título em inglês
Evaluation of the dead-space : tidal volume ratio as a predictor of success in the removal of mechanical ventilation of critically ill children
Palavras-chave em inglês
ADOLESCENT
ARTIFICIAL/methods
CHILD
COHORT STUDIES
EVALUATION STUDIES
LUNG DISEASES/therapy
LUNG VOLUME MEASUREMENTS/methods
MULTIVARIATE ANALYSIS
PREDICTIVE VALUE OF TESTS
RESPIRATION
RESPIRATORY DEAD SPACE
RESPIRATORY INSUFFICIENCY/therapy
Resumo em inglês
The ideal moment for extubation of critically ill children is still difficult to determine. The dead-space : tidal volume ratio (Vd/Vt) has been tested as predictor of extubation failure in adults and children. The purpose of this study was to evaluate the efficacy of the Vd/Vt as a predictor of the success of extubation in children admitted to a pediatric intensive care unit. After the inclusion and exclusion criteria, 86 patients were studied during 16 months. The statistical study revealed that the mean Vd/Vt was not able to discriminate between failure and success of extubation in the multivariate analysis. The utility of the Vd/Vt was limited, in terms of sensibility and specificity, using a cutoff of 0,65, but was medially satisfactory in the likelihood ratio. This study suggests that the Vd/Vt can only be considered as complementary to the routine clinical evaluation prior to extubation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Bousso.pdf (10.31 Mbytes)
Data de Publicação
2005-08-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.