• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-24012007-161700
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Rodrigo do Nascimento Fortes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Carazzato, Joao Gilberto (Presidente)
Carvalho Junior, Antonio Egydio de
Proença, Jose Elias de
Título em português
Estudo epidemiológico da entorse de tornozelo em atletas de voleibol de alto rendimento
Palavras-chave em português
Entorses e distensões/epidemiologia
Esportes
Homens
Tornozelo
Traumatismos do tornozelo/epidemiologia
Traumatismos em atletas
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa foi caracterizar o último episódio de entorse de tornozelo em atletas de voleibol de alto rendimento. Participaram inicialmente deste estudo, entre os meses janeiro de 2003 e março de 2004, 114 atletas, do sexo masculino, atuantes na categoria adulta de 9 equipes, todas participantes da Divisão Especial ou Primeira Divisão do Campeonato Paulista de Voleibol. Dos 114 atletas inicialmente analisados, 21 relataram não ter sofrido nenhuma lesão nos tornozelos, portanto, seguindo os critérios de exclusão, foram analisados 93 episódios de última entorse de tornozelo de 93 atletas. Os mesmos foram entrevistados de maneira oral e individual pelo pesquisador executante, seguindo a seqüência do questionário pré-estabelecido. Foi encontrada diferença significante na correlação entre a fase da competição e a causa da entorse bem como na relação entre a posição de atuação do atleta e o fundamento realizado no momento da lesão. Apesar dos demais itens propostos nos objetivos não terem apresentado diferença significante, os resultados indicaram que 74,2% das entorses ocorreram por mecanismo de inversão, sendo, que a maioria das recidivas também ocorreram durante este movimento. A posição oposto foi a mais acometida e o fundamento bloqueio foi o que mais ocasionou entorses. Quanto as possíveis causas do trauma, a maioria aconteceu com a participação de um segundo atleta e a fase em que mais ocorreu lesão foi o treinamento. Referente à prevenção, após o último episódio de lesão, houve um aumento no uso de proteção do tipo tornozeleira, atingindo 68,9% do total de atletas.
Título em inglês
Epidemiological study on ankle sprains with high performance volleyball athletes
Palavras-chave em inglês
Ankle
Ankle injuries/epidemiology
Athletic injuries
Men
Sports
Sprains and strains/epidemiology
Resumo em inglês
The purpose of this research is to characterize the last ankle sprain episode occurred with volleyball high performance athletes. From January 2003 to March 2004, 114 male athletes from 9 adult category teams of the Special and First Division of São Paulo State Volleyball Championship participated of this study. From the 114 athletes analyzed, 21 have reported no ankle sprains, thus, the last 93 episodes of ankle sprain from 93 athletes were analysed following exclusion criteria. They have been individually interviewed by the researcher, following a pre-established questionnaire. A meaningful difference was found in the correlation between the competition phase and the ankle sprain cause, as well as, in the relation between the athlete?s acting position and the movement made at the injury moment. Despite the other items proposed in the objectives have not presented any significant difference, the results indicated that 74,2% of the injuries occurred due the inversion mechanism and most of the repeated ankle sprains have also occurred during this movement. The opposite position was the most affected and the blocking movement was the one that caused the most injuries. As regards the possible causes of the injuries, most of the sprains occurred when a second athlete was involved and most of them during the training period. Concerning prevention, the use of the safety protection, such as orthesis, has increased reaching 68,9% of the total athletes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.