• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2015.tde-23112015-162035
Documento
Autor
Nome completo
André Ferrari de França Camargo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Camargo, Olavo Pires de (Presidente)
Demange, Marco Kawamura
Bispo Júnior, Rosalvo Zosimo
Título em português
Avaliação histomorfométrica comparativa dos defeitos ósseos cavitários preenchidos com vidro bioativo e com enxerto ósseo autólogo: estudo experimental em coelhos
Palavras-chave em português
Coelhos
Osteogênese
Transplante ósseo
Vidro
Resumo em português
O tratamento das lesões ósseas cavitárias com autoenxerto ainda é considerado o padrão-ouro. Seu uso, entretanto, é limitado, devido principalmente à baixa disponibilidade e à morbidade do sítio doador. Os enxertos ósseos sintéticos são estudados com o objetivo de superar as limitações decorrentes da retirada de autoenxerto ou da disponibilidade de bancos de tecidos. O vidro bioativo é um material sintético osteoindutor, osteocondutor e antibacteriano, à base de sílica e cria um arcabouço para o crescimento ósseo. Objetivo: comparar o vidro bioativo com o autoenxerto, com relação às características histomorfométricas. Métodos: foi realizado um estudo experimental prospectivo caso-controle em animais, para comparar o vidro bioativo com o autoenxerto com relação às características histomorfométricas. Oito coelhos foram submetidos a uma cirurgia em que um defeito cavitário foi criado em ambos os fêmures proximais; de um lado, o defeito ósseo criado foi preenchido com os grânulos de vidro bioativo; do outro, o defeito ósseo foi preenchido com o autoenxerto retirado do lado contralateral. Os lados foram randomizados. Catorze dias após a cirurgia os animais foram sacrificados. Resultados: a análise histológica revelou que a neoformação óssea entre os dois grupos foi equivalente, e que a contagem de osteoblastos foi superior nos fêmures tratados com vidro bioativo. A contagem de osteócitos, por outro lado, foi menor. A semelhança na intensidade de neoformação óssea coincide com o encontrado na literatura. As diferenças de contagem celular são concordantes com o mecanismo de ação do vidro bioativo: aumento do turnover ósseo, estímulo dos osteoblastos e retardo na sua diferenciação para osteócitos. Conclusão: o vidro bioativo promove neoformação óssea semelhante ao autoenxerto neste modelo animal de defeito ósseo cavitário. Nível de evidência III, estudo caso-controle
Título em inglês
Comparative histomorphometric analisys of the cavitary bone defects filled with bioactive glass, or autologus bone graft: experimental study in rabbits
Palavras-chave em inglês
Bone transplantation
Glass
Osteogenesis
Rabbits
Resumo em inglês
Autograft is still considered the gold standard in the treatment of cavitary bone lesions. The low availability and donor site morbidity, however, limits its use. Synthetic bone grafts have been studied in order to overcome the limitations of autograft or allograft. Bioactive glass is an osteoinductive, osteoconductive and antibacterial silica-based synthetic material. It promotes the creation of a scaffold for bone growth. Objectives: to compare bioactive glass and autograft regarding their histomorphometric characteristics. Methods: the author conducted a prospective case-control experimental study on animals, to compare the histomorphometric characteristics of bioactive glass versus autograft. Eight rabbits underwent surgery in which a cavitary defect was created in both proximal femurs. On one side, the bone defect was filled with bioactive glass granules and on the other, the defect was filled with autograft grafted from the contralateral side. The sides were randomized. Fourteen days after surgery, the animals were euthanized. Results: histologic analysis revealed that bone neoformation was equivalent among the two groups and the osteoblasts cell-count was higher in the femurs treated with bioactive glass. The osteocytes cell-count, however, was lower. The similarity in bone formation between both groups was also found in the literature. The differences in cell-count of osteocytes and osteoblasts are in accordance with the mechanism of action of the bioactive glass: increase in bone turnover, stimulation of osteoblasts and inhibition of their differentiation into osteocytes. Conclusion: bioactive glass is similar to autograft regarding bone neoformation, in this animal model of cavitary bone defects. Level of evidence III, case-control study
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.