• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-21022018-103319
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Gioielli Waisberg
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Clovis Artur Almeida da (Presidente)
Borba Neto, Eduardo Ferreira
Calich, Ana Luisa Garcia
Saad, Carla Gonçalves Schahin
Título em português
Avaliação de infecções genitais em pacientes com artrite reumatoide submetidas à  terapia anti-TNF
Palavras-chave em português
Artrite reumatoide
Bloqueadores do fator de necrose tumoral
Chlamydia trachomatis
Infecções do sistema genital
Papillomaviridae
Resumo em português
Objetivo: este estudo teve como objetivo avaliar as infecções por papilomavírus humano (HPV) e Chlamydia trachomatis (CT) em pacientes com artrite reumatoide (AR) pré e pós-terapia anti-TNF. Método: foram avaliadas 50 pacientes do sexo feminino com AR (preenchiam os critérios do Colégio Americano de Reumatologia) que eram elegíveis para terapia anti-TNF. Cinquenta pacientes foram incluídas no estudo de forma prospectiva. Destas, 45 pacientes foram reavaliadas após 6 meses de terapia anti-TNF. Inicialmente as 50 pacientes com AR foram comparadas com 50 controles saudáveis pareadas por idade. Foram avaliados dados demográficos, avaliação ginecológica (citologia cervical e avaliações histológicas), função sexual, parâmetros de doença e tratamento atual da AR. Os testes para detecções dos DNAs do HPV e CT nas espécimes cervicais foram realizados utilizando a captura híbrida II. Resultados: na avaliação inicial, a mediana da idade das pacientes com AR e controles foi de 49 (18-74) vs. 49 (18-74) anos, p = 1,0. Observou-se uma tendência de menor frequência de infecção por HPV nas pacientes com AR pré anti-TNF em relação aos controles (14% vs. 30%, p = 0,054). Adicionalmente, realizou-se avaliação das pacientes com AR com infecção positiva e negativa por HPV antes da terapia anti-TNF que demonstrou que o primeiro grupo apresentou maior frequência de relações sexuais (100% vs. 48%, p = 0,014), maior número de parceiros sexuais [1 (1-1) vs. 0 (0-1), p = 0,032] e maior frequência de citologia cervical anormal (43% vs. 7%, p = 0,029). A idade atual, a duração da doença, os parâmetros da doença e os tratamentos foram semelhantes em ambos os grupos (p > 0,05). Após 6 meses de terapia anti-TNF, a infecção por HPV permaneceu inalterada em cinco pacientes, enquanto que dois tornaram-se negativos e uma paciente adicional tornou-se positiva (p = 1,0). A infecção por CT foi uniformemente negativa nas pacientes com AR pré e pós-TNF, assim como nas controles. Conclusões: a infecção por HPV observada nas pacientes sexualmente ativas com AR antes da terapia anti-TNF foi leve, sem evidência de infecção por CT. A terapia anti-TNF não aumentou o risco de exacerbação e/ou progressão das infecções por HPV e CT em pacientes com AR
Título em inglês
Evaluation of genital infections in rheumatoid arthritis patients under anti-TNF therapy
Palavras-chave em inglês
Chlamydia trachomatis
Papillomaviridae
Reproductive tract infections
Rheumatoid arthritis, TNF blockers
Resumo em inglês
Objective: to evaluate human papillomavirus (HPV) and Chlamydia trachomatis (CT) infections in rheumatoid arthritis (RA) patients pre- and post-TNF blocker. Methods: fifty female RA patients (American College of Rheumatology criteria), who were eligible to anti-TNF therapy, [n = 50 at baseline (BL) and n = 45 after 6 months of treatment (6M)] and 50 agematched healthy controls were prospectively enrolled. They were assessed for demographic data, gynecologic, sexual, cervical cytology and histological evaluations, disease parameters and current treatment. HPV DNA and CT DNA testing in cervical specimens were done using Hybrid Capture II assays. Results: at BL, the median current age of RA patients and controls was 49(18-74) vs. 49(18-74) years, p = 1.0. A trend of lower frequency of HPV infection was observed in AR patients pre anti-TNF compared to controls (14% vs. 30%, p = 0.054). Further evaluation of AR patients with and without HPV infection before anti-TNF therapy showed that the former group had higher frequency of sexual intercourses (100% vs. 48%, p = 0.014), higher median number of sexual partners [1(1-1) vs. 0(0-1), p=0.032] and higher frequency of abnormal cervical cytology (43% vs. 7%, p = 0.029). Current age, disease duration, disease parameters and treatments were alike in both groups (p > 0.05). At 6M after TNF blockage, HPV infection remained unchanged in five patients, whereas two became negative and one additional patient turn out to be positive (p = 1.0). CT infection was uniformly negative in RA patients pre- and post-TNF blockage and in controls. Conclusions: anti-TNF does not seem to increase short-term risk of exacerbation and/or progression of HPV and CT infections in RA patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.