• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-13012009-111706
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Mastandrea
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Greve, Julia Maria D Andrea (Presidente)
Chamlian, Therezinha Rosane
Lianza, Sérgio
Título em português
Avaliação da marcha em idosas ativas e sedentárias
Palavras-chave em português
Caminhada
Envelhecimento
Exercício
Idoso
Marcha
Mulheres
Resumo em português
O aumento da expectativa de vida é um dos objetivos da saúde pública, porém, não menos importante, é a preservação da capacidade e independência funcional. A dificuldade de locomoção é um dos fatores mais limitantes das atividades de vida diária dos idosos. O envelhecimento e a inatividade contribuem para a diminuição da força muscular e da flexibilidade, aumento da incidência de quedas e perda da capacidade para as atividades da vida diária. O objetivo deste estudo foi avaliar a marcha de indivíduos idosos: sedentários e praticantes de exercícios, gerais ou resistidos. Foram feitas as medidas espaciais e temporais da marcha com utilização de pegadas com tinta marcadas em uma passadeira de papel e de um cronômetro. Os parâmetros avaliados foram medidos em marcha de dez metros. Resultados: O grupo de sedentários apresentou menor velocidade e maior tempo da marcha; menor comprimento dos passos e das passadas, e menor cadência. Entre os dois grupos praticantes de exercícios, não houve diferenças. A largura do passo não foi diferente entre os três grupos, pois depende mais dos fatores antropométricos para o posicionamento dos pés. Os exercícios físicos podem ter influenciado nos parâmetros da marcha do que a altura dos indivíduos. Este estudo mostra que o exercício físico regular melhora os parâmetros da marcha
Título em inglês
Assessment of gait in physically active and sedentary elderly women
Palavras-chave em inglês
Aged
Aging
Exercise
Gait
Walking
Women
Resumo em inglês
The rise of life expectancy is one of the objectives in public health but not less important is the preservation of the capacity and functional independence. The locomotion difficulty is one of the most limiting factors of the elderly daily activities (ADL). Ageing and inactivity contribute to the decrease of the muscular strength, flexibility, functional capacity an falls. The purpose of this study was to evaluate the gait of elderly subjects: sedentary, practitioners of general exercises and practitioners of resistance exercises. Spatial and temporal measures have been taken from the gait with the use of footprints with marked paints on a paper walkway and a stopwatch. The parameters evaluated were measured in gait of 10 meters. Results: the sedentary group presented lower gait speed, shorter length of steps and strides and decrease of the cadence. There were no differences between the exercises group. There was no difference in the step width among the three groups. Physical exercises have more influence on the gait parameters than the subjects height. This study demonstrates that regular physical exercise improve the gait parameters
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Lucianamastandrea.pdf (555.78 Kbytes)
Data de Publicação
2009-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.