• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2018.tde-05062018-093458
Documento
Autor
Nome completo
Marina Tommasini Carrara de Sambuy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Mattar Junior, Rames (Presidente)
Chakkour, Ivan
Goldenberg, Dov Charles
Nakamoto, Hugo Alberto
Título em português
Estudo comparativo entre a fasciectomia parcial com ou sem injeção de tecido adiposo lipoaspirado no tratamento da moléstia de Dupuytren
Palavras-chave em português
Células-tronco
Contratura de Dupuytren
Contratura de Dupuytren/complicações
Ensaio clínico
Ensaio clínico controlado aleatório
Fasciotomia
Mãos/cirurgia
Procedimentos cirúrgicos operatórios
Tecido adiposo
Tecido adiposo/transplante
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A Moléstia de Dupuytren (MD) é uma doença crônica progressiva fibroproliferativa caracterizada por contraturas em flexão dos dedos. A origem deste processo está na proliferação de miofibroblastos e na síntese de matriz extracelular. Diversas técnicas já foram descritas no tratamento da MD. A falta de uma técnica capaz de associar altas taxas de sucesso com baixos índices de complicações e recidivas estimulou a procura por novas técnicas. Acredita-se que a propriedade totipotente das células-tronco presentes no tecido adiposo seria capaz de atuar na proliferação e na diferenciação dos fibroblastos em miofibroblastos, interrompendo a formação da fibrose e consequentemente a progressão da deformidade dos dedos. OBJETIVO: O objetivo primário deste estudo foi avaliar o efeito do enxerto de gordura, rico em células-tronco, nos pacientes com MD, submetidos a fasciectomia parcial aberta, por meio de avaliação funcional e goniométrica, e comparar com a técnica convencional (sem adição de enxerto de gordura). MÉTODO: Dois grupos totalizando 45 pacientes (24 pacientes no Grupo Controle e 21 no Grupo com gordura) foram operados pela técnica da fasciectomia parcial aberta. No Grupo controle era realizada apenas a fasciectomia parcial aberta. No Grupo com gordura, era realizada a fasciectomia parcial aberta e injetado, no local da corda ressecada, o enxerto de gordura, após o processamento do lipoaspirado de adipócitos proposto por Coleman (2006). O estudo foi prospectivo, randomizado e terapêutico. Os desfechos foram avaliados pela medida goniométrica do Déficit de Extensão Passiva Total (DEPT) e pelo escore funcional Brief Michigan Hand Questionnaire (BMHQ). As avaliações eram feitas no pré-operatório, com 6 semanas, 6 meses, 1 ano e 2 anos de seguimento. RESULTADOS: Na comparação com 6 semanas de pós-operatório, houve um aumento significativo da dor no Grupo com Gordura [mediana 2 ± 2,82 versus 0 ± 1,86 no grupo Controle (p=0,045)]. Os resultados do DEPT, não mostraram diferença significativa entre os grupos. Observamos piores resultados do escore funcional BMHQ com 6 meses e 1 ano de pós-operatório no Grupo com gordura (p=0,040 e p=0,047, respectivamente). Observamos ainda 9 casos (43%) de complicações no Grupo com gordura e 2 (8%) no Grupo Controle (p=0,019). CONCLUSÃO: O uso do enxerto de gordura associado à fasciectomia parcial aberta promoveu piores resultados funcionais comparado com a fasciectomia parcial aberta convencional, no curto prazo (um ano de seguimento pós-operatório). No entanto, resta a dúvida de qual seriam os resultados a longo prazo e, se as células-tronco, presentes no enxerto de gordura, poderiam interferir na recidiva da doença futuramente
Título em inglês
Comparative study between limited fasciectomy with and without lipoaspirate adipose graft injection in the treatment of Dupuytren's disease
Palavras-chave em inglês
Adipose tissue/transplantation
Adipose tissue
Clinical trial, Hand/surgery
Dupuytren contracture
Dupuytren contracture/complications
Fasciectomy
Randomized controlled trial
Stem cells
Surgical procedures operative
Resumo em inglês
BACKGROUND: Dupuytren's disease (DD) is a progressive chronic fibroproliferative disease characterized by flexion contractures of the fingers. The origin of this process is the proliferation of myofibroblasts and extra-cellular matrix synthesis. Several techniques have been described to treat the DD. The lack of a technique capable to associate high success rates with low rates of complications and recurrence stimulated the search for new techniques. It is believed that the totipotent property of the adipose-derived stem cells present in the processed lipoaspirate tissue would be able to inhibit the proliferation and differentiation of fibroblasts in myofibroblasts, interrupting the formation of fibrosis and consequently the progression of finger deformity. The primary objective of this study was to evaluate the effect of adipose-derived stem cells in patients with DD who underwent to open limited fasciectomy and compare with the conventional technique of limited fasciectomy. METHODS: A total of 45 patients were assigned in two groups in a single blind, prospective, randomized, controlled trial. All the patients were treated by the limited fasciectomy technique. In the control group (24 patients), only limited fasciectomy was performed. In the study group (21 patients), after the limited fasciectomy procedure, autologous lipoaspirate was injected at the site of the resected cord. Outcomes were assessed by the Total Passive Extension Deficit (TPED) and by the Brief Michigan Hand Questionnaire (BMHQ) functional score. The evaluations were performed by occupational therapists in the preoperative and at 6 weeks, 6 months, 1 year and 2 years. RESULTS: The study group presented higher rates of pain at 6 weeks postoperative (median 2 ± 2,82 versus 0 ± 1,86 on control group, p=0,045). TPED showed no significant differences between groups. BMHQ score, at 6 months and 1 year after surgery, were significantly inferior in the study group (p=0,040 e p=0,047, respectively). Patients in the study group had higher incidence of complications (9 patients, 43% versus 2, 8% in the control group, p=0,019). CONCLUSIONS: The autologous lipoaspirate associated to limited fasciectomy demonstrates inferior results regarding to functional score and pain compared to conventional limited fasciectomy, in short-term. Further long-term analysis is required to observe the effect of adipose-derived stem cells in the recurrences rates
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.