• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-07032017-115512
Documento
Autor
Nome completo
Laura Gonzalez dos Anjos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Kátia Cândido (Presidente)
Bozzini, Nilo
Camillo, Cláudia Malheiros Coutinho
Linhares, Iara Moreno
Título em português
Estudo da expressão de microRNAs em amostras de carcinossarcomas e sarcomas uterinos
Palavras-chave em português
Adenossarcoma
Carcinossarcoma
Leiomiossarcoma
microRNA
Reação em cadeia da polimerase em tempo real
Sarcoma do estroma endometrial
Resumo em português
Introdução: Os sarcomas uterinos constituem uma forma rara de neoplasia maligna que compreende cerca de 3% de todos os canceres uterinos. Os fatores de risco são pouco conhecidos e as formas de tratamento escassas, sendo o papel da quimioterapia e radioterapia limitado. Nesse contexto, torna-se importante a compreensão dos mecanismos moleculares envolvidos no processo de carcinogênese, tanto para diagnóstico e prognóstico mais precisos, quanto para ampliar os avanços terapêuticos. Um dos mecanismos moleculares envolvidos no desenvolvimento de canceres é a regulação da expressão gênica por microRNAs (miRNAs), que são pequenas moléculas de RNAs não-codificantes que desempenham papéis importantes em várias vias biológicas. Alterações na expressão de miRNAs podem acarretar em diversas doenças incluindo o câncer. Poucos trabalhos foram realizados, até o momento, no sentido de esclarecer a regulação ou expressão de miRNAs nos sarcomas uterinos. Objetivo: Avaliar a expressão de miRNAs relacionados ao desenvolvimento de tumores em amostras de carcinossarcomas e sarcomas do útero. Métodos: Foram selecionadas 100 amostras incluindo: 56 leiomiossarcomas (LMS), 24 carcinossarcomas (CS), 18 sarcomas do estroma endometrial (SEE) e 2 adenossarcomas (AS). O RNA total de amostras incluídas em parafina foi obtido e utilizado para realização da síntese de cDNA. As reações de PCR em Tempo Real foram realizadas utilizando o Kit miScript SYBR Green PCR (Qiagen) para análise a partir de 84 sequências de miRNAs já descritos na literatura para outros tipos de cânceres. Foram analisados dados clínicos como idade, sintomas principais, uso de contraceptivo oral, estado menopausal, terapia de reposição hormonal, tabagismo, tratamento cirúrgico, tratamento adjuvante, metástase, grau histológico, recorrência, óbito e estadiamento. Os resultados foram tabulados nos softwares SPSS e GraphPad Prism 5.01. Resultados: Observamos miRNAs que apresentaram diferentes perfis de expressão nos tumores, em comparação com o tecido referência (miométrio). Dentre 42 miRNAs que apresentaram diferenças de expressão nos sarcomas e carcinossarcomas uterinos, 6 destacaram-se por apresentar diferenças significativas entre os tipos histológicos: miR-96-5p (p < 0,001; LMSxCS), miR-205-5p (p=0,016; CSxSEE), miR-181a-5p (p=0,010; CSxLMS), miR-135b-5p (p=0,018; CSxLMS), miR-183-5p (p=0,012; CSxLMS) e miR-193b-3p (p=0,008; CSxLMS). Diversas associações entre a hiper ou hipoexpressão dos miRNAs com as variáveis clínicas coletadas foram constatadas. A expressão de 12 miRNAs foram associadas com sobrevida global e 3 com sobrevida câncer específica. Maior expressão de miR-335-5p, miR-301a-3p e miR-210-3p foi encontrada em amostras de pacientes que realizaram tratamento adjuvante e desenvolveram metástase ou recidiva, para as quais observamos a expressão de miR-138-5p, miR-146b-5p e miR-218-5p associada com maior sobrevida livre de doença. Conclusão: Em conjunto, os resultados sugerem que a caracterização dos miRNAs possui papel promissor para fins diagnóstico, prognóstico e até terapêuticos nos sarcomas e carcinossarcomas uterinos
Título em inglês
Study of the expression of miRNAs in carcinosarcomas and uterine sarcomas samples
Palavras-chave em inglês
Adenosarcoma
Carcinosarcoma
Endometrial stromal sarcoma
Leiomyosarcoma
microRNA
Real-time polymerase chain reaction
Resumo em inglês
Introduction: The uterine sarcomas are a rare form of malignancy comprising about 3% of all uterine cancers. Risk factors are not well known and the treatment forms are scarce, being the role of chemotherapy and radiotherapy limited. In this context, it becomes important the comprehension of the molecular mechanisms involved in the carcinogenesis process, as for more accurate diagnosis and prognosis, as to broaden the therapeutic advances. One of the molecular mechanisms involved in cancer development is the regulation of gene expression by microRNAs (miRNAs), which are small molecules of non-coding RNAs that play important roles in some biological pathways. Alterations in miRNA expression could result in some diseases, including cancer. Few studies were performed until present time, to clarify the miRNAs regulation or expression in uterine sarcomas. Objective: To evaluate the expression of miRNAs related to development of tumors in carcinosarcoma and uterine sarcomas samples. Methods: 100 samples were evaluated including: 56 leiomyosarcomas (LMS), 24 carcinosarcomas (CS), 18 endometrial stromal sarcomas (ESS) and 2 adenosarcomas (AS). The total RNA from paraffin-embedded samples were obtained and used to cDNA synthesis. The real time PCR reactions, was performed using the miScript SYBR Green PCR Kit (Qiagen) for analysis of 84 sequences already described in literature in other types of cancer. Were analyzed clinical data such as age, main symptoms, oral contraceptive use, menopausal status, hormone replacement therapy, smoking, underlying pathology, surgical treatment, adjuvant treatment, metastasis, histological grade, recurrence, death and staging. The results were tabulated in the SPPS and Graphpad Prism 5.01. Results: We observed miRNAs that showed different expression profiles in tumors compared to the reference tissue (myometrium). Among 42 miRNAs that showed different expression in uterine sarcomas and carcinosarcomas, 6 stood out for showing significant differences among the histological types: miR-96-5p (p < 0,001; LMSxCS), miR-205-5p (p=0,016; CSxSEE), miR-181a-5p (p=0,010; CSxLMS), miR-135b-5p (p=0,018; CSxLMS), miR-183-5p (p=0,012; CSxLMS) e miR-193b-3p (p=0,008; CSxLMS). Many associations between overexpression or hypoexpression of miRNAs with the clinical variables collected were found. The expression of 12 miRNAs were associated with cancer-specific survival and 3 with disease-free survival. It were also found, increased expression of miR-335-5p, miR-301a-3p and miR-210-3p in samples of patients who underwent adjuvant treatment and developed metastasis or recurrence, and correlation analysis showed that the expression of miR-138-5p, miR-146b-5p and miR-218- 5p are associated with higher disease-free survival of treated patients. Conclusion: The results suggest that the characterization of miRNAs have a promising role for purposes of diagnosis, prognosis and therapeutic for the uterine sarcomas and carcinosarcomas
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.