• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Flávia de Souza Verdugo Marques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Almir Ferreira de (Presidente)
Brock, Roger Schmidt
Nobre, Moacyr Roberto Cuce
Veiga, José Carlos Esteves
Título em português
Suporte social e funcionalidade familiar dos pacientes vítimas de traumatismo cranioencefálico com lesão axonial difusa em seguimento ambulatorial
Palavras-chave em português
Apoio social
Funcionalidade familiar
Lesão axonal difusa
Lesões encefálicas traumáticas
Rede social
Relações familiares
Resumo em português
Introdução: O traumatismo cranioencefálico (TCE) é um dos principais problemas de saúde pública em todo mundo. A lesão axonial difusa (LAD) é a causa mais importante e frequente de sequelas neurológicas em indivíduos com TCE. A LAD ocorre em múltiplas localizações no encéfalo e provoca sintomas que podem ser temporários ou permanentes nos pacientes que são acompanhados em longo prazo. O objetivo do presente estudo constituiu em analisar a rede de suporte social e a funcionalidade familiar nos pacientes com TCE e LAD. Método: Realizamos um estudo transversal e comparativo sobre a funcionalidade familiar e o suporte social em pacientes seis meses após o TCE em um serviço ambulatorial de trauma. A amostra consistiu em 120 indivíduos divididos em dois grupos, 50 pacientes vítimas de TCE com lesão axonial difusa moderada e grave e 70 voluntários saudáveis constituindo o grupo controle. Utilizamos um questionário sociodemográfico, o mapa mínimo de relações - MMR e o teste APGAR familiar para comparar os dois grupos. Resultados: Em relação à funcionalidade familiar, verificamos que houve uma maior prevalência de funcionalidade moderada no grupo de estudo (77,8%), em comparação com o grupo de controle. Quanto à análise do provedor da família, houve uma maior prevalência dos genitores como chefes de família (57,5%) no grupo de estudo e maior prevalência de cônjuges, sendo os provedores no grupo de controle. Observamos uma diferença significativa nas atividades de lazer, e os indivíduos do grupo de estudo apresentaram maior comprometimento nessas atividades. Os indicadores de apoio social foram avaliados pelo mapa mínimo de relações sociais que indicam maior participação no apoio da comunidade em relação à família no grupo controle. Conclusão: Os pacientes que sofreram lesão axonial difusa apresentam funcionalidade moderada, com maior apoio da comunidade em comparação à família. Em pacientes com lesão axonial difusa, os genitores dos pacientes são os provedores da família
Título em inglês
Social support network and family functionality of patients with traumatic brain injury with diffuse axonal injury in outpatient follow-up
Palavras-chave em inglês
Brain injuries traumatic
Diffuse axonal injury
Family functionality
Family relations
Social networking
Social support
Resumo em inglês
Introduction: Cranioencephalic trauma (TBI) is one of the major public health problems in the world. Diffuse axonal injury (LAD) is the most important and frequent cause of neurological sequelae in individuals with TBI. LAD occurs in multiple locations in the brain and causes symptoms that may be temporary or permanent in patients who are followed up in the long term. The objective of the present study was to analyze the social support network and the family functionality in patients with LAD and ADL. METHOD: We performed a cross-sectional and comparative study on family functionality and social support in patients six months after TBI in an outpatient trauma service. The sample consisted of 120 individuals divided into two groups, 50 patients suffering from TBI with moderate and severe diffuse axonal injury and 70 healthy volunteers constituting the control group. We used a sociodemographic questionnaire, the minimum relation map - MMR and the APGAR family test to compare the two groups. Results: In relation to the family function, we verified that there was a higher prevalence of moderate functionality in the study group (77.8%), compared to the control group. Regarding the analysis of the family provider, there was a higher prevalence of the parents as heads of families (57.5%) in the study group and higher prevalence of spouses, with the providers in the control group. We observed a significant difference in leisure activities, and the individuals in the study group presented greater impairment in these activities. The indicators of social support were evaluated by the minimum map of social relations that indicate a greater participation in the support of the community in relation to the family in the control group. Conclusion: Patients who suffered diffuse axonal injury present moderate functionality, with greater community support compared to the family. In patients with diffuse axonal injury, the patient's parents are the providers of the family
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.