• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Mário Amore Cecchini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Yassuda, Monica Sanches (Presidente)
Brucki, Sônia Maria Dozzi
Foss, Maria Paula
Pompéia, Sabine
Título em português
Teste de memória integrativa: comparação de desempenho entre demência frontotemporal variante comportamental e doença de Alzheimer
Palavras-chave em português
Demência frontotemporal/psicologia
Diagnóstico diferencial
Doença de Alzheimer
Memória de curto prazo
Memória integrativa
Testes neuropsicológicos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O teste de memória integrativa (TMI) de curto prazo, nas modalidades de recordação espontânea (RE) e reconhecimento visual (RV), tem se mostrado promissor para apoiar o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer (DA), com grande potencial para aplicação clínica. Até o momento, não foram encontrados estudos sobre o TMI junto à população idosa brasileira, nem tampouco pesquisas utilizando a tarefa de RV em pacientes com a variante comportamental da demência frontotemporal (DFTvc). OBJETIVOS: A presente pesquisa comparou o desempenho de pacientes com DA, pacientes com DFTvc e Controles nas duas modalidades de TMI e examinou a acurácia diagnóstica dos testes para a detecção da DA. MÉTODOS: Foram avaliados participantes de três centros de pesquisa, USP São Paulo, USP Ribeirão Preto e Universidade Federal de Minas Gerais, assim como do Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia. A amostra foi composta por 85 indivíduos, subdivididos em 32 Controles, 35 pacientes com DA e 18 pacientes com DFTvc. Foram geradas curvas ROC para calcular a acura?cia diagno?stica dos testes contrastando os grupos diagno?sticos. Realizou-se análises de regressão logística, de correlação e análises de interação entre diagnóstico e condição experimental (características integradas x não-integradas). RESULTADOS: No TMI com RE, Controles apresentaram resultados semelhantes aos pacientes com DFTvc e os pacientes com DA mostraram resultado significativamente menor em relac?a?o aos dois primeiros grupos (Controles = DFTvc > DA). No TMI com RV, Controles mostraram escores significativamente maiores que os pacientes com DFTvc e DA (Controles > DA = DFTvc). A acurácia diagnóstica do teste de RE para DA foi de 0,853, com sensibilidade e especificidade de 84,4% e 80%, respectivamente. A acurácia diagnóstica do teste de RV para DA foi de 0,809, com sensibilidade e especificidade de 65,4% e 72,2%, respectivamente. As modalidades do TMI mostraram correlação significativa com outros testes neuropsicológicos. A tarefa de RV apresentou correlação maior com testes relacionados as funções executivas e de atencão, enquanto que a tarefa de RE mostrou correlação com testes que avaliam memória episódica e funcões executivas. CONCLUSÕES: O presente estudo demonstrou a aplicabilidade do TMI na população brasileira. As tarefas apresentaram características adequadas para a prática clínica: são fáceis e rápidas de aplicar, necessitam de pouco tempo de aplicação, e podem contribuir para o diagnóstico da DA. Especialmente a tarefe de RE, que foi capaz de diferenciar DA de DFTvc
Título em inglês
Memory binding test: comparisons between Alzheimer's disease and behavioural variant frontotemporal dementia
Palavras-chave em inglês
Alzheimer disease
Diagnosis differential
Frontotemporal dementia/psychology
Memory binding
Memory short-term
Neuropsychological tests
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The free recall (FR) and visual recognition (VR) modalities of the memory binding test (MBT) are promising tools to support the early diagnosis of Alzheimer's disease (AD). Until the present moment, no studies have been conducted with these tests among the elderly population in Brazil, and there are no studies with the VR modality of the MBT involving behavioural variant frontetemporal dementia (bvFTD) patients. OBJECTIVES: the present research examined the diagnostic accuracy of the two modalities of the MBT for the detection of AD, and compared the performance of patients with AD, bvFTD and controls. METHODS: Participants of three research centres were assessed, USP São Paulo, USP Ribeirão Preto and Federal University of Minas Gerais, and from the Paulista Institute of Geriatrics and Gerontology. The sample comprised 85 participants: 32 controls, 35 AD and 18 bvFTD patients. ROC analyses were used to examine the diagnostic accuracy of the MBT contrasting the different diagnostic groups. Logistic regression analysis, correlations were calculated. ANOVA analyses tested the interaction between diagnosis and experimental condition (features bound and unbound). RESULTS: In the FR task, controls and bvFTD showed similar results, and AD patients showed worse performance (controls = bvFTD > AD). In the VR task, controls showed better performance than the clinical groups (controls > AD = bvFTD). The diagnostic accuracy of the FR task for AD was 0.853, with 84.4% of sensitivity and 80% of specificity. The diagnosis accuracy of the VR task for AD was 0.809, with 65.4% of sensitivity and 72.2% of specificity. The MBT showed significant correlation with other neuropsychological tests. The VR task correlated with tests associated with executive functions and attention, while the FR task correlated with episodic memory and executive functions. CONCLUSIONS: The present study showed the applicability of the MBT for the Brazilian population. The tasks presented adequate characteristics for clinical use: they are quick to administer and can contribute to the diagnosis of AD. Especially the FR task, that could differentiate AD from bvFTD
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.