• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-28082009-094407
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Litvoc, Julio (Presidente)
Gianini, Reinaldo Jose
Goldbaum, Moises
Título em português
Programa de exercícios e os efeitos sobre fatores determinantes da hipertensão arterial
Palavras-chave em português
Educação em saúde
Exercício
Hipertensão
Saúde do idoso
Saúde pública
Resumo em português
I NTRODUÇÃO: A prevalência da hipertensão arterial está cada vez maior na população, sobretudo em idosos que não têm acesso a programas de exercícios e que não possuem conhecimento sobre a doença, características que são encontradas na Atenção Básica. OBJETIVOS: 1) Comparar a eficácia de um Programa de Exercício versus um Programa Educativo em idosos hipertensos em relação a determinantes da hipertensão arterial; 2) Identificar a existência, ou não, de fatores associados à redução da hipertensão no Grupo Exercício; 3) Observar em quais grupos sócio-demográficos o Programa de Exercícios é mais eficaz na melhora da hipertensão arterial. MÉTODOS: a amostra foi composta por 170 sujeitos acima de 50 anos hipertensos usuários de UBS e cadastrados no HIPERDIA (Programa de acompanhamento de Diabéticos e Hipertensos) da cidade de Ribeirão Pires, área metropolitana de São Paulo. Foram aleatorizados em dois Grupos (Exercício e Educativo). O Grupo Exercício realizou um programa de exercícios aeróbicos e força muscular três vezes por semana com duração de 60 minutos por sessão. O Grupo Educativo teve como foco a educação em saúde e realizou reuniões mensais sobre temas pertinentes à saúde do idoso hipertensos na Atenção Básica. O tempo total da intervenção foi de seis meses. Foram medidas as seguintes variáveis: Pressão Arterial Sistólica (PAS) e Pressão Arterial Diastólica (PAD), peso, IMC, circunferências, força muscular de membros superiores e inferiores, aptidão cardiorrespiratória, glicemia, colesterol total, HDL e LDL e triglicérides. Na análise intra-grupo foi utilizada a diferença média entre os dois momentos com intervalo de confiança de 95% e para comparar a eficácia dos grupos foi proposto o teste t não pareado comparando as diferenças médias em cada variável entre os dois grupos. Para responder o segundo objetivo. Apenas para as medidas de PA foi utilizada a ANOVA de mediadas repetidas. Para explicar quais foram as variáveis que melhor predizeram as alterações na Hipertensão Arterial após seis meses no Grupo Exercício foi aplicado o modelo linear generalizado, tendo a PAS como dependente. RESULTADOS: a eficácia do Grupo Exercício foi maior na diminuição da hipertensão, tanto na PAS quanto na PAD e melhora da aptidão física na força de membros superiores, aptidão cardiorrespiratória. O colesterol total, HDL, LDL e triglicérides também responderam melhor ao programa de exercícios, ao passo que a resposta da glicemia foi semelhante nos dois grupos. Os sujeitos mais idosos e de menor nível sócio-econômico obtiveram maior redução na PAS e esta foi explicada pela redução dos triglicérides no grupo exercício. CONCLUSÕES: Em geral, o Grupo Exercício foi mais eficaz do que o Grupo Educativo na maioria das variáveis. E o fato de o Programa de exercícios ter sido mais eficaz nos mais idosos e de menor nível sócio-econômico reforça a idéia de que a metodologia empregada é uma ferramenta eficaz de saúde pública e suporte social.
Título em inglês
Exercise Program and the effects on determinants of hypertension
Palavras-chave em inglês
Exercise
Health education
Health of the elderly
Hypertension
Public health
Resumo em inglês
I NTRODUCTION: The hypertension prevalence increased in general population, especially in the elderly who have no access to exercise programs and have no knowledge about the disease, characteristics that are found in Primary Care. OBJECTIVES: 1) To compare the efficacy of an Exercise Program versus an Educative Program in elderly hypertensive on determinants of hypertension, 2) Identify the existence or not of factors related to the reduction of hypertension in exercise group, 3) Observe in what socio-demographic groups the exercise sessions is more effective decreasing the hypertension. METHODS: sample was composed by 170 subjects over 50 years hypertensive users of UBS and registered in HIPERDIA (Monitoring Program of diabetics and hypertensives) from Ribeirao Pires, city of metropolitan area of São Paulo. Subjects were allocated in two groups (Exercise and Educative). Exercise sessions were composed by walking and muscle strength three times a week with duration of 60 minutes per session. The Educative Group focused on education in health and realized monthly meetings on relevant health topics to elderly hypertensive patients in Primary Care. The total intervention time was six months. The following variables were measured: systolic blood pressure (SBP) and diastolic blood pressure (DBP), weight, BMI, circunferences, upper and lower limb strength, cardiorespiratory fitness, blood glucose, total cholesterol, HDL and LDL and triglycerides. The mean difference between the two moments with confidence interval of 95% was used in intra-group analysis. To compare the efficacy between groups t test was proposed by comparing the average differences in each variable between the two groups. Only for the BP measures ANOVA of mediated repeated was used. The generalized linear model was applied In order to explain what variables better predicts the changes in Hypertension after six months in Exercise Group. RESULTS: The efficacy was highest in Exercise Group by decreasing the hypertension (SBP and DBP) and improving the upper limb strength and cardio respiratory fitness. Total cholesterol, HDL, LDL and triglycerides also responded better to the exercise program, whereas the blood glucose response was similar in both groups. The subjects older and lower socioeconomic status had greater reduction in SBP and its was explained by the reduction of triglycerides in exercise group. CONCLUSIONS: In general, Exercise Group was more effective than Educative Group in most variables. And the fact that the exercise program have been more effective in older and lower socioeconomic status strengthens the idea that the methodology used is an effective tool of public health and social support.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
anapsilva.pdf (766.19 Kbytes)
Data de Publicação
2009-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.