• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-27092018-092046
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Martins Rozman
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Soárez, Patrícia Coelho de (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Caetano, Rosangela
Carvalho, Ricardo Tavares de
Polanczyk, Carisi Anne
Título em português
Estimativa de custos de pacientes com câncer em unidade de cuidados paliativos
Palavras-chave em português
Cuidado paliativo
Custos e análise de custo
Estado terminal/terapia
Neoplasias
Resumo em português
Introdução: Diversos estudos têm demonstrado que os cuidados paliativos (CP) melhoram o controle dos sintomas, a satisfação e o suporte psicológico dos pacientes com câncer e de seus familiares. Há evidências de que quanto mais precoce for o ingresso do paciente em CP menor será a utilização de tratamentos agressivos no último mês de vida. Além disso, a potencial redução nos custos do tratamento na fase final da vida associado a CP também tem sido relatada na literatura. No Brasil, não há estudo que estime o uso de recursos e os custos dos cuidados paliativos para pacientes com câncer. Objetivos: Estimar os custos diretos médicos de cuidados paliativos para pacientes com câncer na perspectiva do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP). Métodos: Estudo de descrição de custo retrospectivo para estimar a utilização de recursos e os custos diretos médicos associados ao serviço de cuidados paliativos, sob a perspectiva do serviço de saúde (ICESP). A amostra incluiu pacientes maiores de 18 anos com câncer, que foram a óbito de 2010 a 2013 e que receberam pelo menos dois atendimentos em cuidados paliativos e/ou fizeram uso do hospice. Os prontuários eletrônicos e as bases de dados administrativas do Instituto foram as fontes de dados. Utilizou-se das metodologias de microcusteio e macrocusteio para estimar os custos unitários. Realizou-se ainda análises de sensibilidade univariada e multivariada. Os fatores que impactam os custos foram identificados por meio de modelos lineares generalizados. A associação entre cuidados paliativos precoces e indicadores de tratamento agressivo foi avaliada pelo teste qui-quadrado de Pearson e pelo teste exato de Fisher. Resultados: Entre os 2.985 pacientes que fizeram parte do estudo, o intervalo de tempo entre o início em cuidados paliativos e o óbito apresentou mediana de 34 dias. Os pacientes que ingressaram até três meses antes do óbito realizaram menos visitas à emergência (p < 0,001). O custo total foi de R$ 67.372.455,91, com custo médio por paciente de R$ 22.570,34. Os pacientes com câncer de cérebro foram os que apresentaram maior custo (R$ 35.488,47). Não houve diferença no custo do último mês de vida entre os pacientes que ingressaram mais precocemente e os que ingressaram mais tardiamente em cuidados paliativos. Os fatores preditores do custo foram idade do paciente, localização do câncer, local do óbito, número de internações, número de visitas à emergência, dias em hospice e dias em cuidados paliativos. Conclusão: Este estudo permitiu conhecer as práticas de um serviço de cuidados paliativos, apresentou a utilização de recursos e os custos nas diversas localizações do câncer sob a perspectiva do provedor e poderá contribuir para a discussão sobre o cuidado paliativo no Brasil
Título em inglês
Estimating cost of patients with cancer at palliative care unit
Palavras-chave em inglês
Costs and cost analysis
Critical illness/therapy
Neoplasms
Palliative care
Resumo em inglês
Introduction: Several studies have shown that palliative care (PC) improves symptoms control, treatment satisfaction and psychological support of patients with cancer and their families. There are evidences that demonstrate that the sooner a patient enters into PC, the lower the need for aggressive treatment in the last month of life. In addition, a potential reduction in treatment costs at the end of life is associated with PC. In Brazil, there is no study to date that reports on the use of resources and the cost of palliative care for cancer patients. Objectives: To estimate the direct medical costs of PC for cancer patients from perspective of Cancer Institute of the State of São Paulo (ICESP). Methods: Retrospective cost description study to estimate the use of resources and direct medical costs associated with PC service from the perspective of ICESP. Eligible patients were older than 18 years of age, received at least 2 consultations in PC and/or made use of a hospice and died between 2010 and 2013. Data were collected from electronic medical records and administrative databases of ICESP. Unit costs were estimated using micro-costing and macro-costing methodologies. Univariate and multivariate sensitivity analyses were performed. The predictors of costs were identified through generalized linear models. The association between early palliative care and aggressive treatment indicators was assessed using Pearson's chi-square test and Fisher's exact test. Results: Among the 2985 patients in the study, the median time from entry into PC until death was 34 days. Patients who entered earlier into PC ( >- 3 months before death) had fewer emergency visits (p < 0.001). Total cost was R$67.372.455,91 with an average cost per patient of R$22.570,34. Patients with brain cancer presented the highest cost (R$35.488,47). There was no difference in cost in the last month of life between patients who entered earlier and those who entered later into PC. The predictor factors of cost were patient's age, cancer site, place of death, number of hospitalizations, number of emergency visits, number of days in hospice and number of days in PC. Conclusion: This study allowed to know the practices of a palliative care service, presented the use of resources and costs in the different locations of cancer from the perspective of the provider and can contribute to discussion about palliative care in Brazil
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.