• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2003.tde-19102005-161646
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Guerra Sartor
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Eluf Neto, Jose (Presidente)
Cordeiro, Ricardo Carlos
Goldbaum, Moises
Segre, Marco
Zaher, Vera Lucia
Título em português
"Riscos ocupacionais para o câncer de laringe: um estudo caso-controle"
Palavras-chave em português
EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL
LARINGE
NEOPLASIAS LARÍNGEAS/epidemiologia
RISCOS OCUPACIONAIS
Resumo em português
No município de São Paulo, em 1970 foram relatados 169 casos novos de câncer de laringe, com uma taxa de incidência ajustada por idade pela população mundial de 25,5/100.000 (30-74 anos) e 299 casos em 1985, elevando a taxa para 37,6 (ambos nosexo masculino). O Tabagismo e o consumo de álcool são os fatores de risco mais bem estabelecidos para o câncer de laringe. Com relação aos fatores ocupacionais, o único carcinógeno estabelecido é a exposição à névoa de ácidos inorgânicosfortes. É proposto um estudo caso-controle de base hospitalar, para investigar e quantificar o papel da exposição ocupacional no desenvolvimento do câncer de laringe e é discutida uma nova proposta de avaliação de exposição que visa melhorar avalidade interna desse tipo de estudo
Título em inglês
Occupational risk for laryngeal cancer
Palavras-chave em inglês
LARYNGEAL NEOPLASMS/epidemiology
LARYNX
OCCUPATIONAL EXPOSURE
OCCUPATIONAL RISK
Resumo em inglês
Laryngeal cancer comprises 3,1% of the new cases of cancer in men in the world, representing the tenth most common malign neoplasm for males. In São Paulo City, 169 new cases of laryngeal cancer were reported in 1970, representing 25,5/100.000 and 299 cases in 1985, increasing the rate to 37,6/100.000 (both for males, age standardized truncated rate, 30-74 years). The best established risk factors for laryngeal cancer are tobacco and alcohol. In respect to occupational factors, the only established carcinogen is exposure to strong inorganic acid mists. However, asbestos, pesticides, paints, gasoline and diesel engine emissions, dusts, among other factors are reported in the literature as occupational agents that increase the risk of laryngeal cancer. A hospital-based case-control study was conducted, in seven hospitals in São Paulo, to investigate occupational risk factors for laryngeal cancer. The study included 122 laryngeal cancers and 187 controls, selected by frequency matching on sex and age. Detailed information on smoking, alcohol consumption, and occupational history was collected. Occupational hygienists assessed the exposure to 49 agents. Odds Ratios (OR) and 95% confidence intervals (95% CI) were estimated by unconditional logistic regression, and were adjusted for sex, age, smoking and alcohol. Laryngeal cancer was associated with exposure to respirable free crystalline silica (OR 1,83, 95% CI 1,00 - 3,36), soot (from coal, coke, fuel oil, wood) (OR 1,78, 95% CI 1,03 - 3,03), fumes (OR 2,55, CI 95% 1,14 - 5,67) and to live animals (OR 1,80, 95% CI 1,02 - 3,19). This study showed that occupational exposures to: respirable free crystalline silica, soot (from coal, coke, fuel oil, wood), fumes and live animals are risk factors for laryngeal cancer.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-10-20
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Sartor, S. G., et al. Riscos ocupacionais para o câncer de laringe: um estudo caso-controle [doi:10.1590/S0102-311X2007000600022]. Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ) [online], 2007, vol. 23, p. 1473-1481.
  • Sartor, S. G., Wünsch-Filho, V., e ELUF NETO, J. Riscos ocupacionais para o câncer de laringe: um estudo caso-controle. In VI Congresso Brasileiro de Epidemiologia Epi 2004, Recife, 2004. Revista Brasileira de Epidemiologia. : Abrasco, 2004. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.