• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-14122017-110737
Documento
Autor
Nome completo
Mauro Kierpel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Gouveia, Nelson da Cruz (Presidente)
Pititto, Bianca de Almeida
Lotufo, Paulo Andrade
Menezes, Paulo Rossi
Nascimento, Andréia de Fátima
Título em português
Tráfego veicular e a espessura da camada íntima média das carótidas no Estudo Longitudinal da Saúde do Adulto-ELSA Brasil
Palavras-chave em português
Emissões de veículos
Espessura íntima-média carotídea
Morbidade
Mortalidade
Poluição do ar
Resumo em português
Muito se conhece sobre os efeitos deletérios da poluição do ar, e a sua influência sobre a mortalidade e morbidade por problemas respiratórios e também por doenças cardiovasculares. Diversos métodos têm sido estudados no sentido de se avaliar as consequências da exposição aos poluentes atmosféricos sobre a saúde humana, bem como, tentar estabelecer os mecanismos que envolvem esta relação. Dados antropométricos, exames de imagem e marcadores laboratoriais têm sido utilizados no sentido de se investigar o desenvolvimento de doença aterosclerótica e, a partir daí, tentar estabelecer uma relação entre os fatores de risco, dentre eles, os poluentes atmosféricos e a aterogênese. Sabe-se que a medida ultrassonográfica da espessura da camada íntima - média das artérias carótidas (EIMC) - tem sido descrita como uma análise complementar de grande potencial na avaliação não invasiva da atividade inflamatória vascular, da gênese e do desenvolvimento da doença aterosclerótica, sendo considerado um preditor independente de risco para morbidade e mortalidade por causas cardiovasculares. Este projeto de pesquisa utilizou o banco de dados relativos ao estado de São Paulo do Estudo Longitudinal da Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) e teve por objetivo investigar os possíveis efeitos da poluição atmosférica produzida pelo tráfego veicular na EIMC nos sujeitos incluídos neste projeto. A mensuração da exposição aos poluentes foi feita por meio de medidas indiretas utilizando-se a densidade de tráfego veicular dos locais georreferenciados (local de trabalho e domicílio), a distância da residência dos sujeitos do estudo em relação a vias de grande fluxo de veículos e, ainda, a distância percorrida no deslocamento dos sujeitos entre o domicílio e o local trabalho. Foi realizado um estudo de corte transversal com o modelo de regressão linear univariado e multivariado para se avaliar a possível correlação entre a exposição aos poluentes do ar e espessura da íntima média das carótidas (EIMC)
Título em inglês
Vehicular traffic and the carotid intima-media thickness in Brazilian Longitudinal Study of Adult Health(ELSA-Brasil)
Palavras-chave em inglês
Air pollution
Carotid intima-media thickness
Morbidity
Mortality
Vehicle emissions
Resumo em inglês
Air pollution has been well known to have deleterious effects, which leads to mortality and morbidity due to respiratory problems and cardiovascular diseases. Several methods have been used to evaluate the consequences of exposure to air pollutants on human health, to identify the mechanisms involving this relationship. Anthropometric data, imaging studies, and laboratory markers have been used to investigate the development of atherosclerotic disease and, based on this, we tried to identify the relationship between the risk factors, such as atmospheric pollutants and atherogenesis. Ultrasound measurement of the carotid intima-media thickness (CIMT) has been potentially described as a great complementary analysis in noninvasive assessment of vascular inflammatory activity, onset, and development of atherosclerotic disease, and is considered an independent predictor of risk for morbidity and mortality due to cardiovascular diseases. The database from the Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil) in São Paulo was used in this study, to investigate the possible effects of air pollution produced by vehicular traffic in the CIMT of the subjects. The measurement of exposure to air pollutants was made through indirect measures of the density of vehicular traffic of georeferenced locations (work and home), the distance from the subjects' residence to high traffic flow areas, as well as the distance covered during subjects' commuting from their homes to workplace. A cross-sectional study using the univariate and multivariate linear regression models was conducted to evaluate the possible correlation between exposure to air pollutants and CIMT
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.