• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-12092008-133818
Documento
Autor
Nome completo
Rogério Ruscitto do Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Castilho, Euclides Ayres de (Presidente)
Brito, Ana Maria de
Buchalla, Cassia Maria
Carvalho, Heraclito Barbosa de
Novaes, Hillegonda Maria Dutilh
Título em português
Análise espaço-temporal dos casos de aids no Estado de São Paulo - 1990 a 2004
Palavras-chave em português
Conglomerados espaço-temporais
São Paulo
Síndrome da imunodeficiência adquirida
Teorema de Bayes
Resumo em português
Introdução: O Estado de São Paulo, por compreender aproximadamente 40% dos casos de aids notificados no Brasil, oferece situação favorável para análise espaço-temporal, visando melhor compreensão da disseminação do HIV/aids. Objetivo: Avaliar a adequação de um modelo espaço-temporal para análise da dinâmica de disseminação da aids segundo áreas geográficas. Material e método: Foram utilizados os casos de aids notificados ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN - Ministério da Saúde) nos anos de 1990 a 2004 para pessoas com idade igual ou superior a 15 anos e foram criados os riscos relativos de ter aids segundo sexo para períodos de 3 anos utilizando modelos bayesianos completos supondo disseminação geográfica local e disseminação geográfica global. Resultados: O crescimento da aids no interior do Estado de São Paulo é apresentado claramente pelos modelos ajustados uma vez que entre os 50 municípios com maiores riscos relativos de aids no último período do estudo a maioria é do interior. As taxas estimadas de crescimento da aids para as mulheres foram, em sua maioria, de 200% a 300%, enquanto que para os homens este crescimento foi de 100% a 200%. Conclusão: O modelo bayesiano com disseminação global se mostrou mais adequado para explicação da epidemia de aids no Estado de São Paulo, pois não foi encontrada expansão espacial da aids no Estado, mas sim o crescimento local da doença. Os modelos corroboram os fenômenos de feminização e interiorização descritos à exaustão na literatura, o que indica suas adequações.
Título em inglês
Space-time analysis of the cases of AIDS in State of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Aquired immunodeficiency syndrome
Bayes theorem
São Paulo
Space-time clustering
Resumo em inglês
Introduction: The State of São Paulo, with approximately 40% of the notified cases of AIDS in Brazil, offers a favorable opportunity for a space-time analysis of this disease, which can provide a better understanding of the dissemination of the HIV/AIDS. Objective: To evaluate the adequacy of on space-time modeling to analyze the dynamics of AIDS dissemination according to geographic areas. Methods: Cases of AIDS reported to the Sistema de Informação de Agravos de Notificação (National Disease Reporting System) (SINAN - Ministry of Health) from 1990 to 2004, for people aged 15 years or older were selected. Relative risks of aids for each sex for periods of 3 years were created using complete bayesians models assuming local and global geographic dissemination. Results: The performed analyzes showed that these models were adequate to explain the AIDS dissemination in the State of São Paulo and clearly showed the processes of growth among females and in small size cities. Among the 50 cities with the largest relative risks of AIDS in the last period of study the majority were in the countryside. In general estimated growth rates of AIDS among females were between 200% and 300% while for males were between 100% and 200%. Conclusion: The bayesian model with global dissemination was more adequate to explain the AIDS epidemic in the State of São Paulo since no spatial spreading was observed but instead a local expansion of the disease. The models were consistent with the processes of growth among females and in small size cities, described in the literature indicating their adequacy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RogerioRPrado.pdf (2.74 Mbytes)
Data de Publicação
2008-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.