• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2013.tde-13012014-104155
Documento
Autor
Nome completo
Mára Della Santa Dovichi Mendes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Mancini, Márcio Corrêa (Presidente)
Lottenberg, Ana Maria Pita
Lottenberg, Simão Augusto
Título em português
Comparação entre dieta hipocalórica tradicional e sistema de pontos em adolescentes obesos
Palavras-chave em português
Adolescente
Consumo de alimentos
Índice de massa corporal
Obesidade/dietoterapia
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A obesidade é uma doença crônica e de etiologia multifatorial, relacionada a fatores genéticos, ambientais e comportamentais. Apresenta associação com diversas alterações metabólicas já na infância, levando ao aumento do risco de doenças cardiovasculares na vida adulta. O tratamento envolve mudança de estilo de vida, com orientação de dieta balanceada e estímulo à atividade física. O tratamento nesta faixa etária tem apresentado dados limitados, além de altas taxas de abandono. Um tipo original de orientação alimentar é através da contagem de equivalentes calóricos, onde as calorias são convertidas em pontos. O objetivo deste estudo foi avaliar a variação do escore Z do índice de massa corpórea (ZIMC) de adolescentes obesos submetidos à orientação de dois grupos de dieta hipocalórica: tradicional e baseada no sistema de pontos, assim como avaliar variáveis antropométricas, composição corporal, alterações metabólicas, ingestão alimentar e o automonitoramento. MÉTODOS: Estudo clínico randomizado com duração de 24 semanas, com 66 adolescentes com idade média de 13,7 ± 0,7 anos de ambos os gêneros, com escore do IMC >= 2 a <= 4 da curva ajustada para gênero e idade da Organização Mundial da Saúde. Foram verificados peso, estatura, pressão arterial e circunferência abdominal, intensidade de atividade física e automonitoramento, assim como efetuada a orientação nutricional a cada visita. Parâmetros laboratoriais, aplicação da escala de compulsão alimentar periódica, composição corporal e estadiamento puberal, foram avaliados no início e final do seguimento. Os pacientes foram divididos em dois grupos: um que recebeu orientação de dieta hipocalórica tradicional e preenchia o registro de consumo alimentar (RCA) de três dias (Grupo A) e outro que recebeu orientação de dieta hipocalórica baseada no sistema dos pontos e preenchia o RCA diário (Grupo B). RESULTADOS: Quarenta e quatro pacientes concluíram o tratamento. Houve redução do ZIMC nos dois grupos (p < 0,0001), porém a redução observada no Grupo A não foi diferente da observada no Grupo B (p=0,87). Ocorreu aumento da massa livre de gordura (%), redução da circunferência abdominal, pressão arterial sistólica e diastólica, além da massa gorda (%). Houve diferença no escore de compulsão alimentar entre as visitas 1 e 8, o qual se manteve durante o estudo. Verificamos melhora de todos os parâmetros laboratoriais, com diminuição significativa de insulina, HOMA-IR, gama-GT e ALT, não havendo diferença entre os dois grupos. Houve redução do valor energético total nos dois grupos, acompanhada do aumento percentual de proteínas, redução de carboidratos e manutenção dos lipídios. O automonitoramento médio não foi relacionado à variação do ZIMC. CONCLUSÃO: Dieta hipocalórica com orientação tradicional ou baseada no sistema de pontos levou a redução do ZIMC, de marcadores metabólicos e do valor energético total em adolescentes obesos de forma semelhante nesta coorte de pacientes
Título em inglês
Comparison between Traditional and low-calorie diet point system in obese adolescents
Palavras-chave em inglês
Adolescent
Body mass index
Food intake
Obesity/diet therapy
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Obesity is a chronic illness and multifactorial etiology, related to genetic factors, environmental and behavioral. Features association with several metabolic abnormalities in childhood, leading to increased risk of cardiovascular disease in adult life. The treatment involves lifestyle change, with balanced diet guidance and encouraging physical activity. The treatment in this age group have brought limited data, in addition to high drop-out rates. A unique type of food guidance is the equivalent calorie count, where calories are converted into points. The objective of this study was to evaluate the variance of Z score of body mass index (ZIMC) of obese adolescents undergoing orientation of two groups of low-calorie diet: traditional and based on the points system, as well as evaluate anthropometric variables, body composition, food intake, metabolic changes and self-monitoring. METHODS: randomized clinical study with duration of 24 weeks, with 66 adolescents with an average age of 13.7 ± 0.7 years of both genders, with scores of BMI >= 2 to <= 4 curve adjusted for gender and age of the World Health Organization. Were verified weight, height, blood pressure and waist circumference, intensity of physical activity and self- monitoring, as well as performed the nutritional guidance to each visit. Laboratory parameters, applying the scale of binge eating, pubertal, stage and body composition were evaluated at the beginning and end of the action. The patients were divided into two groups: one that received guidance of traditional low-calorie diet and meet the food consumption record (RCA), three days (Group A) and another that received low-calorie diet guidance based on the system of points and meet the daily RCA (Group B). RESULTS: forty-four patients have completed treatment. There was a reduction of Z BMI in both groups (p 0.0001 < ), however the reduction observed in the Group was not different from that observed in Group B (p = 0.87). There was increased fat free mass (%), abdominal circumference, systolic and diastolic blood pressure and body fat (%). There was difference in binge eating score between 1 and 8 visits, which remained during the study. We improved all laboratory parameters, with significant decrease of insulin and HOMA-IR, gamma GT and ALT, and there is no difference between the two groups. There was a reduction of the total energy in both groups, accompanied by the increasing percentage of protein, carbohydrate and maintenance reduction of lipids. The average self-monitoring was not related to the variation of Z BMI. CONCLUSION: low-calorie diet with traditional or orientation based on points system led to reduction of metabolic markers, Z BMI and total energy value in obese adolescents similarly in this cohort of patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.