• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-19052015-143414
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Gobetti Vieira Coelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Waldman, Eliseu Alves (Presidente)
Sartori, Ana Marli Christovam
Costa, Silvia Figueiredo
Hadad, David Jamil
Rujula, Maria Josefa Penon
Título em português
Tuberculose multirresistente e extensivamente resistente em área metropolitana de elevada incidência - município de Santos (SP), Brasil
Palavras-chave em português
Epidemiologia
Polimorfismo de fragmentos de restrição
Tuberculose extensivamente resistente a drogas
Tuberculose pulmonar
Tuberculose resistente a múltiplos medicamentos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A incidência de tuberculose (TB) em Santos (SP) situa-se em 73/100.000 habitantes-ano. A prevalência média de coinfecção TB/HIV é de 16%, taxas de cura e abandono de tratamento, entre casos novos são, respectivamente, 71% e 12%. Tais indicadores sugerem elevado risco para TB multidroga resistente (TBMR) no município, com incidência estimada em 1,9/100.000 habitantes-ano. OBJETIVO: Descrever e analisar o perfil de sensibilidade às drogas (TS) de primeira e segunda linha de tratamento entre pacientes com TB pulmonar (TBP), estimar a incidência de TBMR e a proporção de TB extensivamente resistente (TBXR); analisar aspectos moleculares, epidemiológicos e institucionais dos casos de TBP resistentes em Santos (SP). MÉTODOS: Estudo descritivo de uma coorte de pacientes de TBP, com início de tratamento ou retratamento entre 01 de janeiro de 2011 a 31 de dezembro de 2012. Definiu-se como caso de TBP, indivíduos com 15 anos ou mais, de ambos os sexos, residentes no município de Santos, com manifestações clínicas compatíveis com TBP e confirmação por cultura com isolamento de Mycobacterium tuberculosis. As variáveis de interesse para o estudo foram as características sociodemográficas, história atual e pregressa de TB, aspectos relativos ao tratamento, co-morbidades, ao diagnóstico e resistência a drogas. Para as análises comparativas entre proporções foram usados os testes qui-quadrado de Pearson e o Exato de Fisher e para variáveis contínuas o teste T de Student ou o de Kruskal - Wallis. Os perfis genéticos dos isoladas resistentes a ao menos uma droga foram obtidos pela técnica RLFP e analisados pelo programa Bionumerics versão 5.0 (Applied Maths - Bélgica). A descrição da distribuição espacial da TB resistentes e clusters foram feitas mediante a inserção dos casos no mapa de Santos, por endereço de residência, segundo o índice de vulnerabilidade social. RESULTADOS: Dos 263 casos de TBP selecionados, 68,4% (180/263) eram do sexo masculino, a mediana da idade foi de 38 anos, 8,7% (23/263) eram diabéticos; 20,4% (42/206) dos casos novos apresentavam ao menos um fator de risco para TBMR; destacando-se entre estes casos 10,7% (22/206) de confecção HIV/TB; 47,3% (123/260) tiveram tratamento supervisionado, 14,7% (91/617) dos contatos foram examinados, 18,6% (49/263) foram hospitalizados durante o tratamento, perfazendo uma média de 145,4 dias por paciente. Entre os casos resistentes a ao menos uma droga, a resistência à isoniazida foi 8,4% (22/263) e à rifampicina 3,8% (10/263) dos casos. A TBMR primária foi encontrada em 1,9% (4/206) dos casos e destes 25,0% (1/4) eram TBXR. A incidência média anual de TBMR foi de 0,57/100,000 habitantes. Dos 25 isolados resistentes ao menos uma droga, submetidos à RFLP, 12 (48,0%) foram agrupados em seis grupos genéticos, com dois pacientes em cada grupo. CONCLUSÕES: A elevada proporção TBMR primária, com um caso de TBXR enfatizam a necessidade de universalizar a cultura e TS, ampliar a cobertura do tratamento supervisionado, a investigação rotineira dos contatos e o monitoramento da resistência a drogas. O fortalecimento da vigilância da resistência às drogas é indispensável para o contínuo aperfeiçoamento do Programa de Controle da TB, especialmente em regiões de elevada carga da doença
Título em inglês
Multidrug and extensively drug-resistant tuberculosis in the metropolitan area of high incidence - the city of Santos (SP), Brazil
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Extensively drug - resistant tuberculosis
Polymorphism restriction fragment length
Tuberculosis multidrug -resistance
Tuberculosis pulmonary
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The incidence of tuberculosis (TB) in Santos (SP) is located around 73 / 100,000-year, approximately double that found on average in the country. The average prevalence of TB / HIV is 16% cure rates and treatment dropout among new cases are, respectively, 71% and 12%. Such indicators suggest high risk for multidrug-resistant TB (MR-TB) in the city, with the incidence estimated at 1.9 / 100,000-year. OBJECTIVE: To describe and analyze the sensitivity to drugs of first and second line treatment of patients with pulmonary TB (PTB) to estimate the incidence of MR-TB and extensively drugresistant TB (TBXR), describe molecular and institutional aspects, spatial distribution, epidemiological PTB resistant cases in the city of Santos (SP). METHODS: A descriptive study of a cohort of patients with PTB residing in the city who started treatment or retreatment in the period January 2011 to December 31, 2012. The case definition PTB individuals 15 years or more, both sexes, living in the city of Santos (SP), who present clinical manifestations compatible with PTB and whose confirmation was made by culture with isolation of M. tuberculosis. The variables of interest for the study were: bacteriological / laboratory socio-demographic characteristics, current and previous history of TB, aspects related to treatment, and comorbidities. For comparative analyzes of proportions the chi-squared tests and Fisher's exact were used for continuous variables and the Student t test or the Kruskal - Wallis. The genetic profiles of isolates resistant to at least one drug were obtained by RFLP (length polymorphism restriction fragment) and analyzed using version BioNumerics 5.0 (Applied Maths - Belgium) software. The description of the spatial distribution of resistant TB and the clusters was made by inserting the cases in Santos map, by address of residence, which was according to the index of social vulnerability. RESULTS: Of the 263 cases of PTB selected, 68.4% (180/263) were male, th median age was 38 years, 8.7% (23/263) were diabetes; 20.4% (42/206) of new cases had at least one risk factor for MR-TB, especially 10.7% (22/206) of making HIV / TB; 47.3% (123/260) underwent supervised treatment, 14.7% (91/617) of the contacts were examined, 18.6% (49/263) were hospitalized during treatment, totaling 7127 days of hospitalization with a mean 145.4 days per patient. Among the cases resistant to at least one drug resistance to isoniazid 8.4% (22/263) and rifampin 3.8% (10/263) of the cases was found. The primary MR-TB was found in 1.9% (4/206) of MR-TB cases and of these 25.0% (1/4) were TBXR. The average annual incidence of MDR-TB was 0.57/100,000 inhabitants. Of the 25 isolates resistant least one drug, subjected to molecular characterization of IS6110, 12 (48.0%) were grouped in six clusters, with each group including two isolates. CONCLUSIONS: A high proportion of primary MR-TB, including a case of TBXR emphasizes the need to universalize culture and TS, expand the coverage of supervised treatment, routine investigation of contacts and monitoring of drug resistance. The strengthening of the surveillance of drug resistance is essential for continuous improvement of the TB Control Program, especially in regions of high disease burden
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-20
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • COELHO, A. G. V., et al. A study of multidrug-resistant tuberculosis in risk groups in the city of Santos, São Paulo, Brazil [doi:10.1590/S0074-02762012000600009]. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz [online], 2012, vol. 107, p. 760-766.
  • COELHO, A. G. V., et al. Características da Tuberculose Pulmonar em Área Hiperendêmica. Município de Santos São Paulo. Brasil [doi:10.1590/S1806-37132009001000009]. Jornal Brasileiro de Pneumologia [online], 2009, vol. 35, p. 998-1007.
  • COELHO, A. G. V., et al. Características Epidemiológicas da Tuberculose Pulmonar no Município de Santos (SP). 2000-2004. In XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia, São Paulo, 2008. Revista Brasileira de Epidemiologia.São Paulo : ABRASCO, 2008. Resumo.
  • COELHO, A. G. V., et al. Multidrug-resistant tuberculosis in a hyperendemic area, Santos, Brazil. In The IEA-EEF European Congress of the Epidemiology 2012: Epidemiology for fair and Health Society, Cidade do Porto, 2012. European Journal of Epidemiology.Dordrecht - The Netherlands : Spriger, 2012. Resumo.
  • COELHO, A. G. V., et al. Tuberculose Multidroga Resistente no Município de Santos (SP), 2000-2004. In XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia, Porto Alegre - RGS, 2008. Revista Brasileira de Epidemiologia.São Paulo : ABRASCO, 2008. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.