• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-07022012-103753
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Regina Barboza Araújo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Antonio Walter (Presidente)
Granato, Celso Francisco Hernandes
Lopes, Marta Heloisa
Okay, Thelma Suely
Sato, Neuza Satomi
Título em português
Alta eficiência diagnóstica do teste IgM-ELISA utilizando múltiplos antígenos peptídicos (MAPs) de T. gondii  (ESA SAG-1, GRA-1 e GRA-7) na diferenciação de formas clínicas da toxoplasmose
Palavras-chave em português
Antígenos protozoários
ELISA
Peptídeos/uso diagnóstico
Sorologia
Toxoplasma gondii
Resumo em português
Os principais marcadores sorológicos para o diagnóstico da toxoplasmose aguda ou recente são os anticorpos IgM específicos e anticorpos IgG de baixa avidez. Entretanto em alguns pacientes, anticorpos IgM e baixa avidez de anticorpos IgG podem persistir, ultrapassando o período da fase recente aguda contribuindo para erros de interpretação diagnóstica. No presente estudo, a eficiência diagnóstica do ensaio imunoenzimático foi avaliada, com o uso de frações antigênicas ou peptídeos sintéticos originados do antígeno ESA de T.gondii, denominados de SAG-1, GRA-1 e GRA-7. Foram estudadas frações isoladas e combinadas em múltiplos peptídeos antigênicos (MAP), visando estabelecer um perfil confiável para definição sorológica de toxoplasmose recente aguda em amostra única de soro. A melhor eficiência diagnóstica do ensaio foi encontrada com o uso da combinação de peptídeos SAG- 1,GRA-1 e GRA-7, denominada MAP1. A detecção de anticorpos IgG e IgM anti- MAP1 apresentou a melhor definição entre a fase recente aguda da fase recente não aguda na toxoplasmose. Nossos resultados mostraram que IgM anti-MAP1 poderá se constituir um marcador sorológico importante no aumento da eficiência diagnóstica da toxoplasmose recente aguda
Título em inglês
High diagnostic efficiency of IgM-ELISA with the use of multiple antigen peptides (MAPS) from T. gondii  ESA (SAG-1, GRA-1 AND GRA-7 in acute toxoplasmosis
Palavras-chave em inglês
Antigens protozoan
Enzyme-linked immunosorbent assay
Peptides/diagnostic use
Serology
Toxoplasma gondii
Resumo em inglês
The main serological marker for the diagnosis of recent toxoplasmosis is the specific IgM antibody, along with IgG antibodies of low avidity. However, in some patients these antibodies may persist long after the acute/recent phase, contributing to misdiagnosis in suspected cases of toxoplasmosis. In the present study, the diagnostic efficiency of ELISA was evaluated, with the use of peptides derived from T. gondii ESA antigens, named SAG-1, GRA-1 and GRA-7. In the assay referred to, we studied each of these peptides individually, as well as in four different combinations, as Multiple Antigen Peptides (MAP), aiming to establish a reliable profile for the acute/recent toxoplasmosis with only one patient serum sample. The diagnostic performance of the assay using MAP1, with the combination of SAG-1, GRA-1 and GRA-7 peptides, demonstrated better discrimination of the acute/recent phase from non acute/recent phase of toxoplasmosis. Our results show that IgM antibodies to MAP1 may be useful as a serological marker, enhancing the diagnostic efficiency of the assay for acute/recent phase of toxoplasmosis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.