• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-26032018-133526
Documento
Autor
Nome completo
Lívia Maria Cunha Bueno Villares da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Casseb, Jorge Simão do Rosário (Presidente)
Gascón, Maria Rita Polo
Ferreira, Mauricio Domingues
Tonelotto, Josiane Maria de Freitas
Título em português
Características de personalidade e adesão ao tratamento em pacientes jovens portadores de HIV: estudo comparativo
Palavras-chave em português
Adesão ao tratamento
Adulto jovem
HIV
Personalidade
Terapêutica
Terapia antirretroviral
Resumo em português
Introdução: Os índices de contaminação pelo HIV entre jovens estão aumentando em todo o mundo, particularmente em países em desenvolvimento como o Brasil. As pessoas com 25 a 39 anos, de ambos os sexos, são a maioria dos casos de AIDS no país. A adesão ao tratamento antirretroviral tornou-se um novo desafio para as políticas de saúde pública na elaboração de estratégias específicas para a popualação jovem. Objetivo: Avaliar a relação entre adesão ao tratamento antirretroviral e características de personalidade em pacientes jovens portadores de HIV (18 a 32 anos) em dois hospitais universitários de referência. Procedimentos: A amostra foi composta por 61 pacientes que compareceram aos hospitais no período de um ano. Foi utilizado o questionário ASSIST para rastreio de abuso de substâncias, o Questionário para Avaliação ao Tratamento Antirretroviral para avaliar o grau de adesão ao tratamento e a Bateria Fatorial de Personalidade. Resultados: Não houve diferenças estatísticas significantes entre os pacientes dos hospitais em relação a adesão ao tratamento e características de personalidade, por isso foram agrupados numa única amostra. Os fatores de personalidade Realização, Empenho e Vulnerabilidade mostraram-se preditores independentes para adesão. Conclusão: Os resultados reforçam a necessidade de inclusão destes preditores na avaliação do paciente pela equipe de saúde antes do início do tratamento antirretroviral, no intuito de aumentar as chances de adesão adequada. Também enfatizam a importância do psicólogo como parte da equipe, visto que é possível modificar e ajustar as características de personalidade através de acompanhamento psicológico
Título em inglês
Personality characteristics and adherence to treatment in young patients with HIV: comparative study
Palavras-chave em inglês
Adherence to treatment
Antirretroviral therapy
HIV
Personality
Therapeutic
Young adult
Resumo em inglês
Introduction: Incidence rates of HIV infection among young people are increasing worldwide, particularly in developing countries like Brazil. Persons aged 25-39 years old, from both genders, make up the highest proportion of AIDS cases in the country. Adherence to treatment became a new challenge for the public policy of STD/AIDS developing specific strategies for young population. Objective: This study aimed to evaluate the association between personality characteristics and adherence to treatment in young HIV-positive patients (18 to 32 years old) in two university hospitals. Methods: The sample consisted of 61 patients that came to the services during a year. The ASSIST questionnaire was used to evaluate substance abuse, adherence to treatment was evaluated by the "Questionnaire to Evaluate Adherence to HIV Treatment" and we assessed personality characteristics by the Factorial Battery of Personality (FBP). Results: There was no statistically significant differences between the hospitals about adherence to antirretroviral therapy and FBP factors and the patients were grouped in one sample. Conscientiousness, Effort and Vulnerability factors were independently associated with good adherence to treatment. Conclusion: These results reinforce the need to include those predictors in the general evaluation of patients by the health care team before starting antirretroviral therapy to increase the chances of a good adherence. They also emphasize the importance of a psychologist as part of the team because it is possible to adjust and modify personality characteristics through counseling
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.