• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Milena Monteiro de Souza Antunes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Lourenço, Silvia Vanessa (Presidente)
Aniz, Patricia Antonia Estima Abreu de
Camillo, Cláudia Malheiros Coutinho
Paula, Fabiana Martins de
Sanches Junior, Jose Antonio
Título em português
O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica
Palavras-chave em português
Biomarcadores
Doença enxerto-hospedeiro
Espectrometria de massas
Proteômica
Saliva
Transplante de medula óssea
Resumo em português
A doença do enxerto contra o hospedeiro (DECH) é uma complicação que ocorre após o transplante alogênico de medula óssea. A doença é mediada por células T do enxerto que atacam as células e os tecidos do receptor; um processo inflamatório, que ataca vários órgãos e tecidos, sendo este processo responsável por 15% das causas de óbito após o acometimento da doença. As citocinas estão envolvidas na ativação das células T citotóxicas e células natural killer (NK), que causam as lesões nas glândulas salivares e exibem características de morte celular com infiltração de linfócitos conduzindo à apoptose. É conhecido que as unidades secretoras das glândulas salivares, após serem acometidas pela DECH, não recuperam o seu status funcional e a presença do infiltrado inflamatório pode ser um fator importante na fibrose das glândulas salivares e outros tecidos. Há evidências de uma redução significativa do fluxo salivar nos pacientes com DECH e de alterações importantes na proteômica salivar (IgA, IgG, lactoferrina) e polimorfismos que modifiquem a síntese de proteínas que devem ser consideradas para a evolução do paciente. Consequentemente os pacientes apresentam redução de fluxo salivar, com perda variável das unidades secretoras glandulares, comprometendo a qualidade de vida e os resultados do transplante. E para melhor compreensão da DECH, contribuindo para o diagnóstico precoce e na conduta destes pacientes, o presente estudo determinou o perfil proteômico dos pacientes com a doença do enxerto contra o hospedeiro crônica e comparou com o perfil de proteínas dos pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoiéticas em cinco diferentes períodos, por meio da coleta de saliva, uma técnica não invasiva, e análise proteômica; além de comparar o perfil com os grupos controles (Líquen plano oral e indivíduos saudáveis). Foram incluídos neste estudo o total de 23 pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas, na Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. As amostras foram submetidas a análises prévias em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS) e gel bidimensional (2-DE) para o conhecimento do perfil proteômico destes pacientes. As análises foram feitas por espectrometria de massa e os dados obtidos foram confrontados com banco de dados humanos. As proteínas do grupo dos pacientes com DECHc foram comparadas com o grupo controle de indivíduos saudáveis, por meio do heatmap, e ressaltamos as proteínas de maior abundância. Portanto 16 proteínas mostraram uma maior expressão, Ig gamma-1 chain C region; Isoform H14 of Myeloperoxidase; Isoform 2 of 14-3-3 protein Sigma; Fibrinogen beta chain; Alpha- 1-acidic glycoprotein 1; Isoform gamma-A of Fibrinogen gamma chain; Hemopexin; Keratin type I CK 14; Alpha-2-Macroglobulin; Thioredoxin; Complement C3; Vitamin D; Keratin type I CK16; Lactoperoxidase; Cystatin B e Neutrophil elastase. No entanto, ao comparamos estas proteínas com os diversos períodos analisados e os grupos controles, ressaltamos a importância de três proteínas para a doença do enxerto contra o hospedeiro crônica: Isoform 2 of 14-3-3 protein sigma, Hemopexin e CK14
Título em inglês
Salivary glands involvement in graft versus host disease: biochemical and proteomic analysis
Palavras-chave em inglês
Biomarkers
Bone marrow transplantation
Graft vs host disease
Mass spectrometry
Proteomics
Saliva
Resumo em inglês
Graft versus host disease (GVHD) is a complication that occurred after allogeneic bone marrow transplantation. The disease is mediated by graft T cells that attack as cells and tissues of the recipient; An inflammatory process, which attacks various organs and tissues, being responsible for 15% of the causes of death after the disease. Cytokines are involved in the activation of cytotoxic T cells and natural killer (NK) cells, which cause lesions in salivary glands and exhibit cell death characteristics with lymphocyte infiltration leading to apoptosis. It is known as the secretory units of the salivary glands, after being affected by GVHD, do not recover their functional state and the presence of the inflammatory infiltrate can be an important factor in the fibrosis of the salivary glands and other tissues. There is evidence of a significant reduction in salivary flow in patients with GVHD and significant changes in salivary protein (IgA, IgG, lactoferrin) and polymorphisms that modify a protein symptom that are considered for patient evolution. Consequently, patients with salary reduction, with variable loss of glandular secretory units, compromise quality of life and transplant results. In order to better understand GVHD, contributing to the early diagnosis and in the management of these patients, the present study determined the proteomic profile of patients with graft versus chronic host disease and compared them with the protein profile of patients submitted to cell transplantation Hematopoietic stem cells in five different periods, through the collection of saliva, a noninvasive technique and proteomic analysis; In addition to a profile with the control groups (Lichen planus oral and healthy individuals). Included in this study were the 23 patients submitted to hematopoietic stem cell transplantation in the Bone Marrow Transplantation Unit of the Hospital das Clínicas of the University of São Paulo. As samples were submitted to previous analyzes on polyacrylamide gel containing sodium dodecyl sulfate (SDS) and 2-dimensional gel (2-DE) to know the proteomic profile of these patients. The analyzes were done by mass spectrometry and the data obtained were compared with human data. The proteins of the group of patients with GVHDc were compared to the control group of healthy individuals by means of the Heatmap, and we emphasized as proteins of greater abundance. Therefore, 16 proteins show a greater expression, Ig gamma-1 chain C region; Isoform H14 of Myeloperoxidase; Isoform 2 of 14-3-3 protein Sigma; Fibrinogen beta chain; Alpha-1-acidic glycoprotein 1; Isoform gamma-A of Fibrinogen gamma chain; Hemopexin; Keratin type I CK 14; Alpha-2-Macroglobulin; Thioredoxin; Complement C3; Vitamin D; Keratin type I CK16; Lactoperoxidase; Cystatin B e Neutrophil elastase. Isoform 2 of 14-3-3 protein sigma, Hemopexin and CK14. Isoform 2 of 14-3-3 protein sigma, Hemopexin and CK14. However, when comparing these proteins with the various types of analyzes and the control groups, we emphasize the relevance of three proteins for the graft versus host disease: Isoform 2 of 14-3-3 protein sigma, Hemopexin and CK14
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.