• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-15032018-095757
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Kiyoshi Furuya Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Artifon, Everson Luiz de Almeida (Presidente)
Alberti, Luiz Ronaldo
Montes, Ciro Garcia
Otoch, Jose Pinhata
Título em português
Fistulotomia papilar versus cateterização convencional para acesso biliar endoscópico: avaliação clínico-laboratorial
Palavras-chave em português
Cateterismo
Ducto colédoco
Pancreatite
Pancreatocolangiografia retrógrada endoscópica
Terapêutica
Resumo em português
Introdução: O sucesso da cateterização da via biliar é de importância para o diagnóstico e terapêutica nas afecções biliopancreáticas nos procedimentos de colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) e está associado a complicações graves e mortalidade. O objetivo do estudo foi comparar o sucesso, perfil laboratorial e as complicações da técnica de fistulotomia papilar direta com o acesso cateter e fio-guia. Métodos: No período de julho de 2010 a maio de 2017 foram selecionados e randomizados para CPRE em dois grupos: cateterização com cateter e fioguia (Grupo I) e a fistulotomia papilar (Grupo II). As curvas de amilase, lipase e proteína C reativa (T0, 12 e 24 horas) e as complicações (pancreatite, sangramento e perfuração) foram avaliadas após CPRE. Resultados: Foram incluídos 102 pacientes (66 do sexo feminino e 36 do masculino, com idade média de 59,11±18,7 anos) e divididos em 51 pacientes para Grupo I e 51 no Grupo II. Os sucessos das cateterizações dos Grupos I e II foram de 76,47% e 100%, respectivamente (p=0,0002). Doze pacientes (23,53%) do Grupo I foram considerados pacientes de cateterização difícil e submetidos à fistulotomia papilar com sucesso no acesso biliar. Foram observadas 13,7% (2 perfurações e 5 pancreatites leves) e 2 % (1 paciente com perfuração e pancreatite) complicações nos Grupos I e II, respectivamente (p=0,062). Conclusão: A fistulotomia papilar demonstrou maior eficácia na cateterização da via biliar e com menor índice de amilasemia e lipasemia em comparação a cateterização com papilótomo e fio guia. As complicações foram semelhantes entre as duas técnicas
Título em inglês
Papillary fistulotomy versus conventional cannulation for endoscopic bile access: clinical laboratory evaluation
Palavras-chave em inglês
Cannulation
Common bile duct, Cholangiopancreatography endoscopic retrograde
Pancreatitis
Therapeutic
Resumo em inglês
Background: The success of biliary tract cannulation is important for the diagnosis and treatment of biliopancreatic diseases in endoscopic retrograde cholangiopancreatography (ERCP) procedures. ERCP is associated with severe complications and mortality. The aim of the study was to compare the success, laboratory profile and complications of the direct papillary fistulotomy technique with standard catheter and guidewire access. Methods: In the period from July 2010 to May 2017, two groups were selected and randomized for ERCP: cannulation with catheter and guidewire (Group I) and papillary fistulotomy (Group II). The curves of amylase, lipase and C-reactive protein (T0, 12 and 24 hours) and complications (pancreatitis, bleeding and perforation) were evaluated after ERCP. Results: A total of 102 patients (66 females and 36 males, mean age 59.11 ± 18.7 years) were divided into 51 patients for Group I and 51 for Group II. The success of cannulation was 76.47% and 100%, in Groups I and II, respectively (p = 0.0002). Twelve patients (23.53%) of Group I were considered to have difficult cannulation and were submitted to fistulotomy with successful biliary access. There were 13.73% (2 perforations and 5 mild pancreatitis) and 2% (1 patient with perforation and pancreatitis) complications in Groups I and II, respectively (p=0,062). Conclusion: Papillary fistulotomy demonstrated greater efficacy in the bile duct cannulation and presented lower serum amylase and lipase compared with standard catheter and guidewire cannulation. Complications were similar in the two techniques
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.