• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Flávio Marques Nogueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Marcus Castro (Presidente)
Alonso, Nivaldo
Coltro, Pedro Soler
Costa, Marcio Paulino
Tuma Junior, Paulo
Título em português
Pressão exercida por sistema de pressão subatmosférica usado para fixação de enxerto de pele no tratamento de ferida cutânea. Estudo comparativo entre a tela de poliamida revestida de silicone e a tela de rayon como material de interposição
Palavras-chave em português
Cicatrização
Ferimentos e lesões
Pressão atmosférica
Técnicas de fechamento de ferimentos
Transplante de pele
Tratamento de ferimentos com pressão negativa
Resumo em português
Introdução: O tratamento de feridas cutâneas é difícil e está em contínua mudança. Entre as múltiplas terapias empregadas uma bastante usada é a enxertia de pele autógena. Sabe-se que o sucesso desta técnica depende, em parte, de haver condições adequadas no leito receptor e da qualidade do enxerto de pele retirado. Ainda, tão importante quanto a técnica cirúrgica, é o método para fixação do enxerto de pele ao leito e respectivo cuidado pós-operatório. Tem sido frequente o uso da terapia de feridas por pressão subatmosférica para fixação e integração de enxertos de pele no tratamento de feridas e habitualmente se coloca uma tela entre a esponja e o enxerto. Não há padronização na literatura médica sobre o que utilizar na tela. Objetivo: Comparar duas telas utilizadas e aferir o quanto cada uma interferia na pressão subatmosférica gerada pela unidade de aspiração contínua da terapia de feridas por pressão subatmosférica, por sua vez configurada para gerar um gradiente de pressão de 125 mmHg em relação à pressão atmosférica ambiente. Métodos: Foram realizados inicialmente dois estudos em voluntários normais para aferir a pressão subatmosférica sob a tela de rayon e sob a tela de poliamida, sobre a pele íntegra. Em um grupo de 30 indivíduos, as medidas foram feitas em tempos diferentes, montando-se e desmontando-se todo conjunto da esponja e de determinada tela sucessivas vezes. Em outro grupo de 15 indivíduos, as medidas foram feitas sequencialmente e com as sondas colocadas em conjunto, sendo metade da esponja sobre a tela de rayon e a outra metade sobre a tela de poliamida. A seguir, foi realizado estudo prospectivo com 30 pacientes portadores de feridas complexas, nos quais a terapia de feridas por pressão subatmosférica foi aplicada. Foram utilizadas tela de rayon e tela de poliamida em cada metade da área enxertada sobre a ferida. A pressão subatmosférica foi aferida sob cada tela e sob a esponja. Resultados: Os resultados mostraram diferença estatisticamente significativa entre as pressões sob as duas telas estudadas e em relação à pressão sob a esponja. Houve apenas uma perda completa de enxerto de pele. Conclusão: Concluiu-se que as diferentes telas estudadas reduziram a pressão subatmosférica gerada pelo dispositivo de aspiração contínua da Terapia de Feridas por Pressão Subatmosférica (TFPS) em comparação com a pressão medida como controle.
Título em inglês
Pressure exerted by subatmospheric pressure system used for fixation of skin graft in the treatment of cutaneous wound. Comparative study between the silicon coated polyamide mesh and the rayon mesh as interposition material
Palavras-chave em inglês
Atmospheric pressure
Negative-pressure wound therapy
Skin transplantation
Wound closure techniques
Wound healing
Wounds and injuries
Resumo em inglês
Introduction: Wound care is a difficult and ever changing field. Among many therapies employed, autogenous skin grafting is often used. The quality of the skin graft and appropriate conditions of the recipient bed are paramount for the success of this surgical procedure. Moreover, the method of skin graft fixation and postoperative care are as important as the surgical technique itself. Hence, subatmospheric pressure wound therapy has been used in the process of fixation and integration of skin grafts in the treatment of wounds when there is frequently a layer between the sponge and the graft. Thus far there has been no standardization in the medical literature as to which layer to use. Objective: Compare two layers and measure how much each one alone interfered in the subatmospheric pressure generated by the pump used in subatmospheric pressure wound therapy, when set to generate a pressure gradient of 125 mmHg in relation to the atmospheric pressure of the surroundings. Methods: Two pilot studies were, therefore, undertaken of normal volunteers to ascertain the subatmospheric pressure under the rayon layer, under the polyamide layer and under the sponge. In one pilot study, of a total of 30 individuals, their measurements were taken in different moments and the setting was mounted and unmounted three times. In another, of 15 individuals, the measurements were collected within just one setting, as half of the sponge had rayon underlying it and the other half had polyamide beneath it. Therefore another prospective study was undertaken of 30 patients bearers of complex wounds in which both the rayon and the polyamide layer was used for each half of the skin grafted area The subatmospheric pressure measured under each layer and directly under the sponge (control measure) was assessed. Results: The results showed statistically significant differences between the pressure measured on the two layers studied and the pressure measured under the sponge. There was only one total skin graft loss. Conclusion: In conclusion, it was found that the different layers studied did reduce the subatmospheric pressure generated by the pump used in subatmospheric pressure wound therapy as compared with the respective control measure.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.