• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-12092008-142022
Documento
Autor
Nome completo
Marcus Antônio de Mello Borba
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Cernea, Claudio Roberto (Presidente)
Brandao, Lenine Garcia
Dias, Fernando Luiz
Hojaij, Flavio Carneiro
Silva Filho, Gilberto de Britto e
Título em português
Análise da expressão imunoistoquímica da proteína p63 e de seu valor prognóstico em carcinomas epidermóides da laringe
Palavras-chave em português
Carcinomas de células escamosas
Imunoistoquímica
Neoplasias de cabeça e pescoço
Neoplasias laríngeas
Prognóstico
Proteínas supressoras de tumor
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Alterações genéticas múltiplas são comuns durante a carcinogênese e, nesse panorama, o gene supressor tumoral TP53 é um dos mais associados à transformação maligna. Recentemente, dois genes similares ao TP53, foram identificados, o TP73 e o TP63. O TP63 situa-se no cromossomo 3q e tem papel comprovado no desenvolvimento epidérmico, sendo detectado em vários tecidos humanos. Inúmeros trabalhos relacionaram a expressão da proteína p63 com carcinomas do trato aerodigestivo superior. OBJETIVOS: O presente estudo objetivou avaliar a expressão Imunoistoquímica da proteína p63 e seu valor prognóstico nos carcinomas epidermóides da laringe. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados retrospectivamente 127 pacientes submetidos a laringectomia total no Instituto Nacional de Câncer, Rio de Janeiro, entre 1998 e 2000. Houve 111 doentes masculinos e 16 femininos, 69 brancos e 58 não-brancos, com idade entre 36 a 93 anos, média de 59 e mediana de 58 anos. Dezenove tumores eram glóticos, 16 supraglóticos e 92 acometiam mais de um local, correspondendo a 15%, 13% e 72% respectivamente. Quanto ao estadiamento clínico, dois casos eram do estádio I (1,6%), 21 do II (16,5%), 82 do III (64,6%) e 22 do IV (17,3%). Noventa e seis pacientes (75,6%) receberam radioterapia complementar. A técnica imunoistoquímica, com anticorpos monoclonais do clone 4A4, foi utilizada para estudar a expressão da p63. O percentual de células imunocoradas positivamente foi estimado conforme os seguintes escores: 0: ausência de imunocoloração; 1: imunocoloração em < 30% das células neoplásicas; 2: imunocoloração em > 30% e < 70% das células neoplásicas; e 3: imunocoloração em > 70% das células neoplásicas. Foram observados 62 casos do escore 3 (+++), 60 do escore 2 (++), 4 do 1 (+) e 1 caso sem expressão (0), correspondendo respectivamente a 48,8%, 47,2%, 3,1% e 0,8% da amostra. Através de análises uni e multivariadas, a imunoexpressão da proteína p63 e os outros fatores de provável impacto prognóstico foram avaliados quanto ao grau de associação aos eventos recidiva e óbito. RESULTADOS: A análise multivariada identificou a imunoexpressão da proteína p63 e o envolvimento da hipofaringe como preditivas para ocorrência de recidiva e óbito pelo carcinoma. A sobrevida global foi de 73,9% em 24 meses e de 59,5% em 60 meses. A sobrevida livre de recorrência foi de 77,2% e 75,1%, e a sobrevida relacionada ao óbito pelo carcinoma foi de 79% e 67% em 24 e 60 meses respectivamente. CONCLUSÕES: Apenas a recidiva associou-se estatisticamente à expressão da proteína p63. A p63 se mostrou altamente expressa nos carcinomas epidermóides de laringe e, apesar dos poucos casos com expressão reduzida, a hipoexpressão da p63 foi preditiva de um pior prognóstico nesses doentes.
Título em inglês
Analysis of p63 protein immunohistochemical expression and Its prognostic value in laryngeal squamous cells carcinomas
Palavras-chave em inglês
Head and neck neoplasms
Immunohistochemistry
Laryngeal neoplasms
Prognosis
Squamous cell carcinoma
Tumor cuppressive proteins
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Multiple genetic changes are common during carcinogenesis and, in this scene, the gene TP53 is one of the most associated with malignant transformation. Recently, two related genes to the TP53, were identified, the TP73 and TP63. The TP63 stands on the chromosome 3q and has a proven role in the epidermal development, being detected in several human tissues. Many work linked the expression of p63 protein with carcinomas of the upper aero-digestive tract. OBJECTIVE: The objective of this study was to evaluate the immunohistochemical expression of p63 protein and its prognostic value in squamous cell carcinomas of the larynx. CASUISTRY AND METHODS: The p63 expression has been examined in 127 patients who were submitted to total laryngectomy, with or without adjuvant radiotherapy, in the Brazilian National Cancer Institute, between 1998 and 2000. There were 111 male patients and 16 female, 69 white and 58 non-white, aged between 36 to 93 years, average 59 and median of 58 years. Nineteen tumors were glottic, 16 supraglottic and 92 affected more than one place, corresponding to 15%, 13% and 72% respectively. As to the clinical staging, two cases were stage I (1.6%), 21 of the II (16.5%), 82 of the III (64.6%) and 22 of the IV (17.3%). Ninety-six patients (75.6%) received complementary radiotherapy. The immunohistochemical technique with the use of monoclonal antibodies of clone 4A4, has been used to study the expression of p63. The percentage of positive cells was estimated as the following scores: 0: no immunostaining; 1: immunostaining in <30% of neoplastics cells; 2: immunostaining in >30% and <70% of neoplastics cells; And 3: immunostaining in >70% of neoplastics cells. Sixty two cases were observed in score three, 60 in score two 4 in score one (+) and 1 case without expression (0), corresponding respectively to 48.8%, 47.2%, 3.1% and 0.8% of the sample. Through uni and multivariate analysis, the immunoexpression of p63 protein and the other factors likely to impact prognosis were evaluated on the degree of association to recurrence and death. RESULTS: The multivariate analysis identified the immunoexpression of protein p63 and the involvement of the hypopharynx as statistically significant for the risk of recurrence and death by cancer. The overall survival was 73.9% in 24 months and 59.5% at 60 months. CONCLUSIONS: The disease-free survival was 77.2% and 75.1%, and the disease-specific survival was 79% and 67% at 24 and 60 months respectively. The p63 protein was highly expressed in squamous cell laryngeal carcinomas. In spite of few cases with reduced expression, p63 protein underexpression was statistically associated to the recurrence and may have a negative impact upon prognosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarcusAMBorba.pdf (1,003.56 Kbytes)
Data de Publicação
2008-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.