• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-10122012-143402
Documento
Autor
Nome completo
Jonas Takada
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Artifon, Everson Luiz de Almeida (Presidente)
Colleoni Neto, Ramiro
Fontes, Belchor
Fraga, Gustavo Pereira
Otoch, Jose Pinhata
Título em português
Contribuição da drenagem ecoguiada à paliação endoscópica da obstrução biliar maligna
Palavras-chave em português
Cuidados paliativos
Drenagem
Ecoendoscopia
Neoplasias do sistema biliar
Obstrução das vias biliares
Resumo em português
Introdução: a maioria dos pacientes com neoplasia maligna da via biliar são diagnosticados em fase avançada. A drenagem biliar ecoguiada é uma alternativa às técnicas de drenagem percutânea trans-hepática e cirúrgicas na ocasião de falha do acesso convencional por colangiografia retrógrada endoscópica (CPRE). Objetivo: avaliar a eficácia e segurança da drenagem biliar ecoguiada em pacientes com obstrução biliar maligna e falha da CPRE. Analisar as complicações e qualidade de vida. Métodos: no período de abril de 2010 a setembro de 2011, 32 pacientes portadores de neoplasia maligna avançada da via biliar foram tratados no Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Todos os pacientes apresentavam quadro clínico de icterícia obstrutiva e falha na drenagem da via biliar pela CPRE. O tratamento preconizado foi a drenagem da via biliar pela técnica ecoguiada, sob controle radiológico. Dos 32 pacientes, três foram excluídos devido à falha do procedimento ecoguiado. Vinte e nove (90,62%) pacientes foram submetidos a drenagem biliar ecoguiada, avaliações clínica, laboratorial e de qualidade de vida. Na avaliação clínica foram observados a evolução dos sinais e sintomas, e complicações relacionadas ao procedimento. Na avaliação laboratorial, foram analisados os níveis de bilirrubina total, gama-glutamil-transferase, fosfatase alcalina e número de leucócitos. A qualidade de vida foi avaliada pelo questionário SF-36. Resultados: dos 32 pacientes,3 (9,4%) foram excluídos devido a falha técnica. O sucesso técnico foi de 90.6% (29/32) e o clínico de 100% (29/29). Em relação aos dados gerais endossonográficos, verificou-se metástase à distância em 6 (18,75%) e invasão do eixo mesentero-portal em 26 (81,25%) pacientes. O diâmetro da via biliar extra-hepática apresentou mediana de 23,45 mm (20 - 30 mm) e da intra-hepática foi de 17,54 mm (10 - 24 mm). A invasão duodenal ocorreu em 10 (31,25%) pacientes e prótese metálica foi posicionada em 7 (21,85%) casos. A coledocoduodenostomia ecoguiada foi o procedimento mais frequente (58,62%). Complicações ocorreram em 6 (18,75%) casos. Verificou-se uma queda significativa dos níveis de bilirubina (p <0,001) e os pacientes obtiveram melhora significativa da qualidade de vida após o procedimento (p<0,05). A sobrevida média foi de 90 dias. Conclusão: a drenagem biliar ecoguiada foi um procedimento eficaz e seguro, com taxa de complicações aceitável, proporcionando melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes
Título em inglês
Contribution of echoguided drainage in the endoscopic palliation of malignant biliary obstruction
Palavras-chave em inglês
Biliary cancer
Drainage
Endoscopic ultrasound
Obstruction
Palliation
Resumo em inglês
Introduction: most of patients with malignant neoplasia of the biliary tract are diagnosed at an advanced stage. Echoguided biliary drainage is an alternative to percutaneous transhepatic and surgical drainage techniques at the time of failure of conventional access by endoscopic retrograde cholangiography (ERCP). Objective: to evaluate the efficacy and safety of echoguided biliary drainage in patients with malignant biliary obstruction and failure of ERCP. To evaluate the complications and quality of life. Methods: from April 2010 to September 2011, 32 patients with advanced malignant biliary tract disease were treated at the Gastrointestinal Endoscopy Service, Clinics Hospital, Faculty of Medicine, University of Sao Paulo. All patients had a clinical picture of obstructive jaundice and failure in the drainage of the biliary tract by ERCP. Treatment was based on echoguided biliary drainage technique under radiological control. Of the 32 patients, three were excluded due to failure of the echoguided procedure. Twenty-nine (90.62%) patients underwent echoguided biliary drainage, clinical, laboratory and quality of life evaluation. In the clinical evaluation were assessed the evolution of signs and symptoms, and procedure-related complications. In laboratory tests, we assessed the levels of total bilirubin, gamma glutamyl transferase, alkaline phosphatase and number of leukocytes. The quality of life was assessed by SF-36 questionary. Results: of 32 patients, three (9.4%) were excluded due to technical failure. Technical success was 90.6% (29/32) and clinical 100% (29/29). In relation to the general endosonographic data, there was distant metastasis in 6 (18.75%) and invasion of the mesenteric-portal axis in 26 (81.25%) patients. The diameter of extrahepatic biliary tree was 23.45 mm (20 - 30mm) and intrahepatic was 17.54mm(10 - 24mm). The duodenal invasion occurred in 10 (31.25%) and metallic prosthesis was positioned in 7 (21.85) cases. Echoguided choledochoduodenostomy was the most common procedure (58.62%). Complications occurred in 6 (18.75%) cases. There was a significant decrease in bilirubin levels (p <0.001) and patients had significant improvement in quality of life after the procedure (p < 0.05). The median survival was 90 days. Conclusion: echoguided biliary drainage was effective and safe procedure with acceptable complication rates, providing significant improvement in quality of life of patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JonasTakada.pdf (3.44 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.