• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2019.tde-03012019-104351
Documento
Autor
Nome completo
Julia Teixeira Nicolosi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Isaac, Cesar (Presidente)
Carvalho, Viviane Fernandes de
Levy, Débora
Paggiaro, André Oliveira
Zerati, Antonio Eduardo
Título em português
Efeito in vitro da celulose oxidada regenerada, colágeno e prata na função dos fibroblastos oriundos de úlcera venosa
Palavras-chave em português
Celulose oxidada
Cicatrização de feridas
Metaloproteinases
Prata
Úlcera venosa
Resumo em português
Os fatores bioquímicos de cronicidade de úlceras venosas ainda não estão totalmente esclarecidos, porém, sabe-se que há desequilíbrio entre produção de metaloproteinases de matriz (MMPs) e fatores de inibição tissular de metaloproteinases (TIMPs), metabolismo anormal de colágeno, senescência de fibroblastos e alterações na ação de fatores de crescimentos, tais como fator transformador de crescimento beta (TGF-?). Diante das falhas no processo de reparo tecidual, várias terapias têm sido desenvolvidas com destaque para celulose oxidada regenerada (oxidized regenerated cellulose - ORC)/colágeno e ORC/colágeno/prata cuja função é alterar o microambiente diminuindo MMPs/TIMPs presente no leito da ferida. Nesse estudo, objetivamos avaliar o comportamento in vitro de fibroblastos oriundos de leito de úlcera venosa (VUF) na presença de ORC/colágeno, associada ou não à prata, quanto aspectos morfofuncionais celulares e síntese de MMPs, TIMPs, TGF beta, colágeno tipo I e colágeno tipo III. Após padronização do tempo de exposição e concentração de ORC/colágeno e ORC/colágeno/prata, foi realizada avaliação dos sinalizadores de interação celular utilizando-se imunoensaio Multiplex bead-based nos sobrenadantes da cultura de VUFs e imunofluorescência indireta nas células cultivadas. Como resultado, os estímulos ORC2 (correspondente à 2.8 mg/mL) e 4.2 mg/mL (ORC3+Ag) foram os que apresentaram maior homogeneidade proliferativa. A ORC/colágeno interferiu positivamente na síntese de MMP1, já a presença de prata interferiu negativamente na síntese de MMP2, MMP10, MMP13, TIMP1, TIMP 2 e TIMP3 e positivamente no colágeno tipo III, as sínteses de TGFbeta e colágeno tipo I não sofreram interferência dos estímulos. Tais achados sugerem que a presença de celulose oxidada regenerada pode modular a formação de fibrose no leito da ferida. Quando há presença de prata, nota-se tendência anti-inflamatória sobre a célula com maior síntese de colágeno tipo III
Título em inglês
In vitro effect of oxidized regenerated cellulose, collagen and silver on the function of venous ulcer fibroblasts
Palavras-chave em inglês
Metalloproteinases
Oxidized cellulose
Silver
Venous ulcer
Wound healing
Resumo em inglês
The biochemical factors of chronicity of venous ulcers are not yet fully understood, however, it is known that there is imbalance between producing matrix metalloproteinases (MMPs) and tissue inhibition factors of metalloproteinases (TIMPs), abnormal collagen metabolism, fibroblastic senescence and changes in growth factors action, such as transforming growth factor beta (TGF-?). In the face of failures in the tissue repair process, many therapies have been developed. The use of oxidized regenerated cellulose (ORC)/collagen and ORC/collagen/silver, to modify the microenvironment by decreasing MMPs/TIMPs present in the wound bed, has been emphasized. In the present study, we aimed to evaluate the in vitro behavior of fibroblasts derived from venous ulcer (venous ulcer fibroblasts - VUF) in the presence of ORC/collagen associated or not to silver with regard to cellular morph functional aspects and synthesis of MMPs, TIMPs, TGFbeta, type I and type III collagen. After standardization of the exposure time and concentration of ORC/collagen and ORC/collagen/silver stimulation, an evaluation of cell interaction signaling was performed by using a bead-based multiplex immunoassay in cells supernatants and indirect immunofluorescence in cultured cells. We demonstrated that the ORC2 (corresponding to 2.8 mg/mL) and 4.2 mg/mL (ORC3+Ag) stimuli had the highest proliferative homogeneity. The ORC/collagen interfered positively in the synthesis of MMP1, since the presence of silver interfered negatively in the synthesis of MMP2, MMP10, MMP13, TIMP1, TIMP2 and TIMP3 and positively in type III collagen, the synthesis of TGFbeta and type I collagen did not suffer interference. Such findings suggest that the presence of regenerated oxidized cellulose may modulate the formation of fibrosis in the wound bed. When silver is associated antiinflammatory tendency is observed on fibroblasts with increased type III collagen synthesis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.