• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-28012009-133257
Documento
Autor
Nome completo
Célia Regina Simões da Rocha Nogueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Fernandes, Fabio (Presidente)
Costa, Fernando Augusto Alves da
Hueb, Alexandre Ciappina
Martins, Milton de Arruda
Spadaro, Joel
Título em português
Avaliação comparativa da qualidade de vida em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea no período de 12 meses
Palavras-chave em português
Circulação extracorpórea
Doenças das coronárias
Qualidade de vida
Revascularização miocárdica
Resumo em português
Introdução: O avanço terapêutico e tecnológico em cardiologia tem possibilitado a sobrevivência de pessoas acometidas pela doença arterial coronária. Técnicas de cirurgia de revascularização miocárdica (RM) sem o uso de circulação extracorpórea (CEC) possibilitaram resultados operatórios com menor dano sistêmico, menor ocorrência de complicações clínicas, menor permanência na sala de terapia intensiva e também no tempo de internação, gerando expectativas de melhor qualidade de vida (QV) dos pacientes. Objetivo: Avaliar e comparar a qualidade de vida em pacientes portadores de doença arterial coronária em múltiplos vasos, com angina estável e função ventricular preservada encaminhados para revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea no período de 12 meses. Métodos: Utilizou-se o questionário genérico de avaliação de qualidade de vida Medical Outcomes Study 36-ItemShort-Form Health Survey (SF-36) e o questionário perfil demográfico em 202 pacientes randomizados para uma das duas técnicas cirúrgicas nos períodos préoperatório, 6 e 12 meses após o procedimento. Resultados: Entre janeiro de 2002 e dezembro de 2006, 105 pacientes foram encaminhados para cirurgia sem circulação extracorpórea e 97 deles foram submetidos à cirurgia com circulação extracorpórea. As características demográficas, clínicas, laboratoriais e angiográficas foram semelhantes nos dois grupos. A avaliação da qualidade de vida mostrou similaridade nos dois grupos em relação ao componente físico e mental, demonstrando melhora de todos os domínios analisados no decorrer do seguimento. Não foi também observada interferência da técnica cirúrgica em relação ao gênero. Entretanto, analisando a freqüência da melhora em cada dimensão ao final de 12 meses, conforme o tipo de cirurgia, foi observado que a cirurgia sem CEC foi um marcador independente de melhora no domínio estado geral de saúde, e os pacientes submetidos à cirurgia sem CEC apresentaram uma chance duas vezes maior de melhora neste domínio, quando comparados aos submetidos à cirurgia com CEC. Além disso, notou-se uma diferença significativa em relação ao número de pacientes que retornou ao trabalho no grupo sem CEC quando comparado ao grupo com CEC. Conclusão: Independente da técnica cirúrgica empregada, houve melhora da percepção da qualidade de vida em todos os domínios avaliados após 6 meses de seguimento que se prolongou até o final do estudo.
Título em inglês
Comparative evaluation of quality of life in patients who underwent surgery for coronary artery bypass grafting with and without cardiopulmonary bypass 12 months follow-up
Palavras-chave em inglês
Coronary disease
Extracorporeal circulation
Myocardial revascularization
Quality of life
Resumo em inglês
Introduction: The therapeutic and technological advances in cardiology have enabled the survival of people affected by coronary artery disease. Techniques for coronary artery bypass grafting (CABG) without the use of cardiopulmonary bypass (CPB) has enabled surgical results, with less systemic damage, lower incidence of clinical complications, a shorter stay in the intensive care room and also in length of stay, generating expectations of better quality of life (QoL) of patients. Objective: To evaluate and compare the self-perceived quality of life in patients with multivessel coronary artery disease with stable angina and preserved ventricular function randomized for CABG with or without cardiopulmonary bypass during the twelve months period. Methods: The generic questionnaire of QoL Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36) and demographic profile questionnaire were applied on 202 patients randomized for one of the two surgical techniques options at baseline, 6 and 12 months follow-up. Results: Between January 2002 and December 2006, 105 and 97 patients were submitted to surgery without cardiopulmonary bypass or with cardiopulmonary bypass, respectively. The demographic, clinical, laboratory and angiographic characteristics were similar in both groups. The assessment of quality of life showed similarity in both groups regarding to physical and mental components, showing improvement in all 8 subscales domain of the SF-36 across the follow-up. Additionally, analyzing the frequency of improvement in each dimension at 12 months, stratified by the type of technical surgery, we found the off-pump surgery was an independent marker of improvement in overall health status. Patients underwent surgery without CPB had two-fold increase risk of improvement in health status. In addition, no interaction was found between surgical technique and gender. Regarding to return to work after surgery, higher number of patients on offpump group was observed compared to on-pump group. Conclusion: Regardless of surgical technique used, comparable improved perception of quality of life in all dimensions was observed after six months follow-up lasting until the end of the study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.