• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2016.tde-20052016-103421
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Reis de Azevedo Rabello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Caramelli, Bruno (Presidente)
Fornari, Luciana Savoy
Gowdak, Luís Henrique Wolff
Leonetti, Frida
Salles, João Eduardo Nunes
Título em português
Efeito da cirurgia bariátrica sobre parâmetros clínicos, laboratoriais e fatores de risco cardiovascular
Palavras-chave em português
Aterosclerose
Cirurgia bariátrica
Diabetes Mellitus tipo 2
Doenças cardiovasculares
Incretinas
Síndrome X metabólica
Resumo em português
Introdução - Na prevenção primária das doenças cardiovasculares, a adoção de estilo de vida saudável representa uma das estratégias mais importantes. Entretanto, baixos índices de adesão e o abandono da dieta constituem obstáculo importante ao tratamento. Neste sentido, as intervenções cirúrgicas surgiram como um mecanismo promotor da restrição alimentar e têm ganhado importância não só pelo tratamento da obesidade como também no controle dos fatores de risco cardiovascular e na possível redução da mortalidade. Através de estudos clínicos foi possível observar que estas estratégias cirúrgicas promovem profundas modificações estruturais no trato gastrointestinal gerando aumento da saciedade e da sensibilidade à insulina. Em especial para os pacientes diabéticos, por si só associados a maior risco cardiovascular, as cirurgias bariátricas seriam capazes de promover um efeito muito intenso e agudo sobre os marcadores relacionados ao desenvolvimento da aterosclerose. Um evento muito definido no tempo como uma intervenção cirúrgica pode ser muito útil para o estudo e identificação de mecanismos que ainda não estão completamente estabelecidos no processo aterosclerótico. Objetivos - Analisar o comportamento das variáveis laboratoriais, clínicas e estruturais relacionadas ao desenvolvimento e progressão da aterosclerose em indivíduos diabéticos submetidos à cirurgia bariátrica. Métodos - Foram incluídos vinte voluntários diabéticos refratários ao tratamento clínico e que apresentavam obesidade abdominal. Deste grupo, metade foi aleatoriamente selecionada para realização da cirurgia bariátrica e metade foi mantida em tratamento clínico otimizado. Todos os participantes foram submetidos a exames clínicos e bioquímicos nas mesmas ocasiões, até trinta dias antes da cirurgia, três e vinte e quatro meses após a cirurgia. Nestas ocasiões além do perfil lipídico e da glicemia, determinamos os hormônios incretínicos, adipocinas. A avaliação da quantidade de gordura epicárdica e a presença de esteatose hepática será realizada somente após dois anos de seguimento em conjunto com as demais variáveis,. Foram incluídos também 10 indivíduos saudáveis e com IMC dentro da normalidade, como parte do grupo controle. Estes indivíduos foram submetidos à coleta de sangue em dois momentos para avaliação dos mesmos metabólitos. Resultados - No momento pré-intervenção os indivíduos do grupo cirúrgico e clinico eram diferentes em relação ao IMC, Glicemia e Triglicérides, sendo assim, os resultados obtidos foram ajustados minimizando o impacto destas diferenças. Após o seguimento de 3 meses, o grupo cirúrgico apresentou redução significativa nos valores de peso, IMC (33,4 ± 2,6 vs. 27,4±2,8 kg/m2, p < 0,001), HbA1c (9,26 ± 2,12 vs. 6,18±0,63%, p < 0,001), CT (182,9 ± 45,4 vs. 139,8 ± 13 mg/dl, p < 0,001), HDL (33,1 ± 7,7 vs. 38,4 ± 10,6 mg/dL, p < 0,001), TG (369,5 ± 324,6 vs. 130,8 ± 43,1 mg/dL, p < 0,001), Pro-insulina (12.72±9,11 vs. 1,76±1,14 pM, p < 0,001), RBP-4 (9,85±2,53 vs. 7,3±1,35 ng/ml, p < 0,001) e CCK (84,8±33,2 vs. 79,9 ± 31,1, ng/ml, p < 0,001), houve também aumento significativo nos níveis de HDL-colesterol (33,1 ± 7,7 vs. 38,4 ± 10,6 mg/dL, p < 0,001), Glucagon (7,4 ± 7,9 vs. 10,2±9,7 pg/ml, p < 0,001) e FGF- 19 (74,1 ± 45,8 vs. 237,3 ± 234 pg/ml, p=0,001). Um dado interessante foi que os valores de Pro-insulina, RBP-4, HbA1c e HDL- colesterol no grupo cirúrgico atingiram valores similares àqueles do grupo controle três meses após a intervenção, sendo que o FGF-19 apresentava valor duas vezes maior do que o encontrado no grupo de indivíduos saudáveis (237 ± 234 vs. 98 ± 102,1 pg/ml). O grupo clínico não apresentou variação nas variáveis clinicas, apenas nos valores de glucagon com redução significativa no período pós-intervenção (18,1 ± 20,7 vs. 16,8 ± 18,4 pg/ml, p < 0,001). Conclusão - Concluímos que indivíduos diabéticos descompensados e refratários ao tratamento clínico, quando submetidos à cirurgia bariátrica, apresentam uma alteração profunda do ponto de vista clínico, metabólico e hormonal, em relação ao indivíduos de mesmo perfil mantidos em tratamento clínico otimizado. Esta importante alteração, observada já com três meses após a intervenção, pode representar uma importante redução do risco cardiovascular nestes indivíduos. Individualmente, a notável modificação dos valores de FGF-19 associadas à intervenção devem ser estudadas com maior profundidade para compreensão de seu significado e sua potencial utilidade como marcador ou como um dos protagonistas no mecanismo de prevenção cardiovascular
Título em inglês
Effect of bariatric surgery on clinical, laboratory and cardiovascular risk factors
Palavras-chave em inglês
Atherosclerosis
Bariatric surgery
Cardiovascular diseases
Diabetes mellitus type 2
Incretins
Metabolic syndrome X
Resumo em inglês
Introduction - The adoption of a healthy lifestyle is one of the most important strategies for the primary prevention of cardiovascular diseases. However, low adhesion rates constitute a major obstacle to treatment. In this scenario, bariatric surgery emerged as an interesting option to promote dietary restriction and have gained importance, not only as obesity treatment but also in the control of cardiovascular risk factors and possible mortality reduction. Data from literature has shown that the surgical strategies can promote deep structural modifications in gastrointestinal tract leading to increased satiety and insulin sensitivity. In diabetic patients, already associated with a higher cardiovascular risk, the surgery would be able to promote a very intense and acute effect on the markers related to the development of atherosclerosis. This procedure, such as a very definite event in time, can be very useful for the study and identification of mechanisms that are not fully established in the atherosclerotic process. Aim - To analyse laboratory, clinical and structural variables related to the development and progression of atherosclerosis in diabetic patients undergoing bariatric surgery. Methods - Twenty diabetic individuals with a BMI between 28-35kg/m2 were randomized to bariatric surgery or clinical treatment and ten healthy subjects (normal BMI) represented the control group. All participants underwent clinical and biochemical tests on the same occasions , up to thirty days before the surgery, three and twenty-four months after surgery. On these occasions beyond the lipid profile and glucose, we determine the incretin hormones, adipokines. Evaluation of the amount of epicardial fat and the presence of hepatic steatosis will be performed only after two years, in conjunction of the other variables. Results - In the baseline surgical group differ from clinical group showing a higher BMI, Glycaemia and Triglycerides. For this matter all results were adjusted to these variables so that it did not interfere with the interpretation of the results. At 3 months, surgical group presented significant differences such as reduction in BMI (33.4 ± 2.6 vs. 27.4 ± 2.8 kg/m2, p < 0.001), triglycerides (369.5±324.6 vs. 130.8 ± 43.1 mg/dL, p < 0.001), Pro-insulin (12.72 ± 9.11 vs. 1.76 ± 1.14 pM, p < 0.001), glycaemia (217 ± 103.1 vs. 102±2, mg/dL, p < 0.001), glycated haemoglobin (9.26±2.12 vs. 6.18±0.63 %, p < 0.001), Total Cholesterol (182.9±45.4 vs. 139.8±13 mg/dl, p < 0.001), RBP-4 (9.85±2.53 vs. 7.3±1.35 ng/ml, p < 0.001) and increment in HDL-cholesterol (33.1±7.7 vs. 38.4±10.6 mg/dL, p < 0.001), glucagon (7.4±7.9 vs. 10.2±9.7 pg/ml, p < 0.001) and FGF-19 (74.1±45.8 vs. 237.3±234 pg/ml, p=0.001). Interestingly, pro-insulin, RBP-4, HbA1c and HDL-cholesterol levels in the surgical group achieved "control group" values after 3 months but FGF-19 levels were almost two fold the results in the healthy subjects (237 ± 234 vs. 98±102,1 pg/ml). Clinical group did not differ from baseline according to clinical variables, and only glucagon had a significant reduction 3 months after the intervention (18.1±20.7 vs. 16.8±18.4 pg/ml, p < 0.001). Conclusions - Our results showed that diabetic individuals when subjected to bariatric surgery showed profound metabolic, hormonal and clinical alterations, when compared to similar individuals subjected to optimized clinical treatment. This improvement seen just after tree months could represent an important cardiovascular risk reduction. Individually, the notable modification of FGF -19 values associated with the intervention should be studied in greater depth to understand its meaning and potential utility as a marker or as one of the protagonists in cardiovascular prevention mechanism
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-05-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.