• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-07122012-151544
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Cristina Tolezani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Bortolotto, Luiz Aparecido (Presidente)
Gagliardi, Antonio Ricardo de Toledo
Mansur, Alfredo Jose
Miname, Márcio Hiroshi
Moreno Junior, Heitor
Título em português
Determinantes das propriedades funcionais e estruturais de grandes artérias em uma população de indivíduos adultos saudáveis
Palavras-chave em português
Envelhecimento
Espessura íntima-media carotídea
Pressão arterial
Pulso arterial
Rigidez vascular
Resumo em português
Alterações das propriedades funcionais e estruturais de grandes artérias são correlacionadas à maior risco cardiovascular em diferentes populações. Recentes diretrizes europeias e brasileiras de hipertensão arterial incluem avaliações da espessura íntima medial (EIM) de carótida e da velocidade de onda de pulso (VOP) aórtica como métodos para avaliação de doença subclínica do paciente hipertenso. Estabelecer valores de referência dos métodos de avaliação da estrutura e da função arteriais e os principais determinantes clínicos e demográficos dos parâmetros obtidos com estes métodos, além de suas correlações, em indivíduos adultos saudáveis, é importante para melhor estratificação dos pacientes. Os objetivos do estudo foram avaliar em indivíduos adultos saudáveis: 1. a distribuição dos valores de VOP aórtica e do diâmetro, da espessura íntima medial e da distensão relativa da artéria carótida, para definir parâmetros de referência. 2. os principais determinantes demográficos e clínicos destes parâmetros e suas correlações.Foram avaliados 210 indivíduos (54% mulheres, idade média 44±13anos) sem história ou evidência de doença cardiovascular atual. A pressão arterial (PA) foi aferida por aparelho automático Omron (HEM 705 CP) com o indivíduo sentado. A medida automática da VOP carótida-femural foi feita pelo aparelho Complior®. As propriedades funcionais e estruturais da carótida (distensão, diâmetro e EIM) foram avaliadas por ultrassom de radiofrequência (WTS®). Todos os indivíduos realizaram avaliação bioquímica.As médias dos valores foram: VOP aórtica (m/s) = 8,7±1,5, diâmetro da carótida (m) = 6617±985, EIM da carótida (m) = 601±131 e distensão relativa da carótida (%) = 5,3±2,1. Não houve diferenças significativas nos parâmetros entre homens e mulheres, assim como entre as raças. Na análise multivariada, os fatores independentemente relacionados aos parâmetros vasculares foram: VOP aórtica = idade (r2 0,22/ p < 0,01), EIM da carótida = idade (r2 0,17 / p < 0,01), diâmetro da carótida = creatinina (r2 0,16 / p = 0,02), distensão relativa da carótida = idade (r2 0,37 / p < 0,01) e pressão arterial diastólica PAD - (r2 0,09 / p < 0,01). Observamos que a VOP teve correlação positiva com EIM (r² - 0,06 / p < 0,01), e correlação inversa com a distensão relativa da carótida (r² - 0,08 / p < 0,01). Em conclusão, em indivíduos saudáveis o principal fator relacionado à medida da rigidez aórtica é a idade, enquanto que a idade e a PAD foram relacionados com a medida funcional da carótida, e o nível de creatinina relacionado ao diâmetro. A estrutura da artéria carótida é diretamente relacionada à medida da rigidez aórtica, que por sua vez é inversamente relacionada à capacidade funcional da artéria carótida
Título em inglês
Determinants of functional and structural properties of large arteries in healthy adults
Palavras-chave em inglês
Aging
Blood pressure
Intima-media thickness of carotid
Pulse pressure
Vascular stiffness
Resumo em inglês
Changes of structural and functional properties of large arteries are correlated with increased cardiovascular risk in different populations. Recent European and Brazilian guidelines for hypertension include assessment of carotid intima-media thickness (IMT) and aortic pulse wave velocity (PWV) for evaluation of subclinical disease in hypertensive patients. Thus, to establish reference values for methods that evaluate arterial properties and the main clinical and demographic determinants of the parameters obtained with these methods, as well as their correlation in healthy adult subjects, it is important for better stratification of patients. The objectives of the study were to evaluate in healthy adult subjects: 1. the distribution of aortic PWV values and of the diameter, intima-media thickness and distension of the carotid artery to obtain reference parameters. 2. the main demographic and clinical determinants of these parameters and their correlations. We evaluated 210 subjects (54% women, mean age 44 ± 13anos) with no history or current evidence of cardiovascular disease. Blood pressure (BP) was measured by automatic device Omron (HEM 705 CP) with the subject in a sitting position. The automatic measurement of carotid-femoral PWV was performed by Complior® device. The functional and structural properties of the carotid artery (distension, diameter and IMT) were assessed by ultrasound radiofrequency (WTS®). All subjects underwent biochemical evaluation. The mean values were: aortic PWV (m / s) = 8.7±1.5, carotid diameter (m) = 6617±985, carotid IMT (m) = 601±131 and distension on carotid (% ) = 5.3±2.1. There were no significant differences in parameters according gender or race. In multivariate analysis, the independent factors related to arterial parameters were: aortic PWV = age (r2 - 0.22 / p -< 0.01), carotid IMT = age (r2 - 0.17 / p <0.01 ), carotid diameter = creatinine (r2 - 0.16 / p = 0.02), carotid distension = age (r2 - 0.37 / p < 0.01) and diastolic blood pressure - DBP - (r2 - 0.09 / p< 0.01). We also found that aortic PWV was positively correlated with IMT (r² - 0.06 / p < 0.01) and inversely correlated with the relative distension of the carotid (r² - 0.08 / p < 0.01). In conclusion, in healthy subjects the main factor related to aortic stiffness is age, whereas age and DBP were related to functional measurement of the carotid artery, and creatinine levels related to the diameter. The structure of the carotid artery is directly related to the aortic stiffness, which in turn is inversely related to the functional capacity of the carotid artery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.