• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2007.tde-31052007-123123
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Franzolin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bizzo, Nelio Marco Vincenzo (Presidente)
Malachias, Maria Elena Infante
Sano, Paulo Takeo
Título em português
Conceitos de biologia na educação básica e na academia: aproximações e distanciamentos
Palavras-chave em português
Conhecimento científico
Conhecimento escolar
Ensino de Biologia
Ensino de Ciências
Livros didáticos
Resumo em português
A literatura tem discutido a relação entre o conhecimento escolar e os demais saberes sociais. Autores defendem que o conhecimento escolar nas disciplinas científicas se constitui a partir da relação com o saber cotidiano e o saber científico. São ainda apontadas especificidades do conhecimento científico que justificam a importância de ser ensinado. Isso, porém, não significa ensiná-lo nas escolas à mesma maneira como os cientistas em seus congressos. A transposição didática, ou seja, a transformação do objeto de saber em um objeto de ensino, torna-se necessária. Além do processo de transposição didática, o processo de disciplinarização se caracteriza como um dos constituintes centrais do conhecimento escolar. No Brasil a história do Ensino de Ciências tem revelado um quadro de improvisações, no qual o professor, em decorrência de uma má formação, se apóia nos livros didáticos para preparar suas aulas. Devido a sua importância no quadro educacional brasileiro, o livro didático de ciências se tornou alvo das preocupações de pesquisas e programas governamentais. Este trabalho analisou livros de Ciências do ensino fundamental e livros de Biologia do ensino médio, verificando a distância que mantêm do conhecimento de referência. Considerou-se como conhecimento de referência aquele que é objeto de estudo do professor em formação, representado, portanto, pela bibliografia básica adotada no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade de São Paulo. Para diferenciar os tipos de distanciamentos encontrados, elaborou-se uma ferramenta, por meio da qual os distanciamentos foram classificados em duas categorias, ambas decorrentes da transposição didática. Uma delas seria o distanciamento vertical, originado pela transposição do conhecimento científico para cada nível de ensino, sendo necessário para permitir o aprendizado para alunos de diferentes faixas etárias. O outro tipo de distanciamento seria o horizontal, o qual se caracteriza por não ser essencial ao aprendizado do aluno em seu nível de ensino, sendo decorrente de seu laxismo em relação ao conhecimento de referência. Foram comparadas as distâncias horizontais encontradas em diferentes níveis de ensino. Apesar de nem todos os distanciamentos horizontais implicarem obstáculos para a aprendizagem dos alunos, muitos daqueles apresentados pelos resultados desta pesquisa evidenciam esta característica. Esta pesquisa encontrou uma freqüência de distanciamentos horizontais nos conceitos de livros de Ciências do ensino fundamental de 0,27, significativamente maior do que a encontrada nos livros de Biologia de ensino médio, que foi de 0,17. O estudo realizado com as imagens apontou quadro semelhante.
Título em inglês
Biology concepts in the basic education and in the academy: approximations and distances
Palavras-chave em inglês
Biology teaching
School knowledge
Science education
Scientific knowledge
Textbooks
Resumo em inglês
The literature has discussed the relation between the school knowledge and social knowledges. Writers defend the school knowledge in the science disciplines is constituted from the relation with the everyday knowledge and the scientific knowledge. Some specificities of the scientific knowledge that justify its teaching importance are also pointed. This, however, does not mean teaching such knowledge at school in the same way that scientists do in their congress. The didactic transposition, that is, the transformation of the knowledge object in a teaching object is necessary. Besides the didactic transposition process, the disciplination process characterizes as one of the central constituent of school knowledge. In Brazil the science education history has revealed a situation of improvisations, in which the teacher, who has a bad formation, relies on textbooks to prepare his classes. Due its importance in the Brazilian education context the science textbook turned into an object of preoccupation of researches and governmental programs. This work has analyzed Science primary textbooks and Biology secondary textbooks, verifying the distance between them and the reference knowledge. It was considered as knowledge of reference the object of study of the teacher in formation, representing, thus, by the basic bibliography adopted in the Biology Teacher Education course at University of São Paulo. To differ the types of distances found an instrument was created so that the distances were classified in two categories, both decurrents of the didactic transposition. One is the vertical distance, originated of the transposition of the science knowledge to each education level, being necessary to permit the learning to students of different ages. The other type of distance is the horizontal, which is characterized by not to being essential to the students learning in his education level, being decurrent of the laxism in relation to the knowledge of reference. The horizontal distances found in different education levels were compared. Although the fact that not all the horizontal distances lead to epistemological obstacles to students learning, many of those presented by the results of this research present this characteristic. This research found a frequency of horizontal distances in the concepts of primary Science textbooks of 0,27, significantly higher than the frequency found in secondary Biology textbooks, which was of 0,17%. The analysis of image drawings pointed similar results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Errata.pdf (16.11 Kbytes)
Data de Publicação
2007-06-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.